Sinopse

Dolly Parker, a Gata de Vison, comanda uma organização criminosa na violenta Chicago dos anos 1920. Logo no primeiro capítulo, é morta pela Máfia durante uma festa em sua casa, e Maggie Parker é obrigada a assumir a identidade da irmã para evitar que grupos rivais – como o comandado pelo gangster Dino Falconi – se aproveitassem da situação. A princípio, Maggie resiste, mas, temendo que algo aconteça com sua família, concorda em assumir definitivamente a identidade da Gata de Vison.

Enquanto isso, o agente federal Bob Ferguson é escolhido pelo Capitão Pat O’Hara para se infiltrar no bando comandado pela Gata de Vison a fim de conseguir provas contra a criminosa. Para o trabalho, ele assume a identidade de um rico fazendeiro e conta com a ajuda da instrutora Linda. Ao conhecer Maggie, no entanto, Bob se apaixona, colocando em risco sua missão.

Dino Falconi sai da prisão e vai atrás da Gata de Vison, com quem mantinha um caso antes de ser preso. Após passar uma noite com ela, descobre que Maggie assumira a identidade da irmã. Os dois se envolvem, e Maggie passa a viver dividida entre o amor do gângster e o de Bob Ferguson.

No final, Dino Falconi se casa com Maggie e assina uma confissão onde se diz responsável por todos os crimes que cometeu, se entregando à polícia. A prisão do gangster ameaça a Máfia, que teme que seus segredos sejam revelados. Mas Dino se recusa a ser um delator. Condenado à morte, é inocentado a poucas horas de sua execução, graças às provas contra a organização criminosa que são encontradas.

Globo – 21h30
de 26 de junho de 1968
a 6 de janeiro de 1969
169 capítulos

novela de Glória Magadan
direção de Wálter Campos e Fábio Sabag
supervisão de Daniel Filho

Novela anterior no horário
O Homem Proibido

Novela posterior
A Última Valsa

TARCÍSIO MEIRA – Bob Ferguson
YONÁ MAGALHÃES – Meggie Parker / Dolly Parker
GERALDO DEL REY – Gino Falconi
KARIN RODRIGUES – Candy
PAULO GRACINDO – Pat O’Hara
JAIME BARCELOS – Cardinale
ARLETE SALLES – Gladys
CELSO MARQUES – Comprido
CLÁUDIO CAVALCANTI – Taylor
JOSÉ AUGUSTO BRANCO – Jimmy Parker
JOANA FOMM – Linda Hastings
FÁBIO SABAG – Sebastian (Carrasco)
NORMA BLUM – Helen Brown
VANDA LACERDA – Srª West
WILSON GREY – Drake
PAULO PADILHA – Bradford
URBANO LÓES – Joe Ferguson
DARY REIS – Ernest Parker
WÁLTER LACERDA – David
IDA GOMES – policial
MILTON RODRIGUES
Rose Parker (mãe de Meggie)

O clima era de total violência, com metralhadoras “cuspindo” balas impiedosamente, e Karin Rodrigues tendo seu rosto queimado por ácido.

A troca das duplas famosas não deu certo. Enquanto Tarcísio Meira e Yoná Magalhães estavam em A Gata de Vison, Glória Menezes e Carlos Alberto, ao mesmo tempo, estrelavam Passo dos Ventos, a atração das sete horas.
Em seguida, Tarcísio se reencontrou com Glória em Rosa Rebelde. E Yoná e Carlos Alberto, em A Ponte dos Suspiros, como pedia a receita publicitária da época.

A autora Glória Magadan apaixonou-se pelo ator Geraldo Del Rey (30 anos mais jovem), o vilão da novela. Quanto maior o ardor entre ambos, mais o personagem de Tarcísio Meira (o galã e antagonista de Geraldo Del Rey) ia mudando de características e personalidade. Um dia, ao receber os capítulos para gravar na semana seguinte, Tarcísio leu e foi direto ao departamento de produção: “Ou grava a minha morte essa semana, ou meu personagem pega o próximo trem e não volta!” O personagem não voltou. Em seu lugar entrou o ator Milton Rodrigues.

Glória Magadan rapidamente deu uma solução para o problema do casal romântico principal da trama. Com a saída de Tarcísio, seu par, Meggie Parker, também desapareceu da trama. Em seu lugar, surgiu uma irmã gêmea, Dolly Parker, para formar o novo par romântico da novela, com Geraldo Del Rey.

Daniel Filho conta no livro Nossa Senhora das Oito:
A Gata de Vison é uma novela de triste memória dentro da Rede Globo e provocou a minha saída da emissora.”
Glória Magadan impediu que Daniel dirigisse Passo dos Ventos com ciúme do sucesso crescente de Janete Clair, a autora. O diretor acabou saindo da Globo por não concordar com as extravagâncias de A Gata de Vison.
“Magadan sentiu que a minha aproximação de Janete não somente a enfraquecia, como fortalecia sua rival, que era bem melhor do que ela”, resumiu Daniel Filho. O tempo se encarregou de levar o diretor de volta à emissora.

No dia 16/09/1968, um acidente automobilístico vitimou o jovem ator Celso Marques, que interpretava em A Gata de Vison o capanga Comprido. Sua morte ocorreu dois dias antes do ator completar 26 anos.

Trilha Sonora: LP Panicali e as Novelas

01. PONTE DOS SUSPIROS – Lyrio Panicali
02. A ÚLTIMA VALSA – Lyrio Panicali
03. A GRANDE MENTIRA – Lyrio Panicali
04. A GATA DE VISON – Lyrio Panicali
05. O HOMEM PROIBIDO – Lyrio Panicali (tema de Demian)
06. TEMA DE AMOR EM FORMA DE PRELÚDIUO – Manuel Marques (da novela Antônio Maria)
07. A RAINHA LOUCA – Lyrio Panicali
08. O PASSO DOS VENTOS – Lyrio Panicali
09. CABANA DO PAI TOMÁS – Lyrio Panicali
10. A ROSA REBELDE – Lyrio Panicali
11. A SOMBRA DE REBECA – Lyrio Panicali
12. UM DIA SABERÁS (SOMEDAY YOU´LL KNOW) – Erlon Chaves (da novela O Sheik de Agadir)
13. SANGUE E AREIA – Lyrio Panicali
14. MAGIA – Lyrio Panicali e Raymundo Lopes

Veja também

  • eucomproessamulher_foto

Eu Compro Esta Mulher

  • sheikdeagadir_logo

O Sheik de Agadir

  • sombraderebeca_anuncio

A Sombra de Rebeca

  • rainhalouca_anuncio

A Rainha Louca