Sinopse

Casais desencontrados no amor procuram no desquite a solução para problemas conjugais.

Excelsior – 19h
de 4 de março a 8 de maio de 1965

novela de Júlio Atlas
direção de Waldemar de Moraes e Carlos Zara

Novela anterior no horário
O Céu É de Todos

Novela posterior
Os Quatro Filhos

ROSAMARIA MURTINHO – Ivani
FRANCISCO CUOCO – Alcides
MARIA APARECIDA ALVES – Georgette
ASTROGILDO FILHO – Manfredo
LOURDES ROCHA – Edith
RACHEL MARTINS – Conceição
MACHADINHO
LOURDINHA FÉLIX
RENATO MASTER
WILMA DE AGUIAR

A primeira telenovela a ter problemas com a Censura do Regime Militar (recém instaurado no país). Seu título original era As Desquitadas. Foi proibido!

Em razão do horário de exibição (19h), o título teve de ser modificado e, ao longo de dois meses em que a novela ficou no ar, houve muita atenção aos textos. A personagem Georgette (vivida por Maria Aparecida Alves) cometeu grande ousadia que passou batida pelos censores: ante o desquite inevitável, ela desejara abortar o filho que esperava, já que teria de criá-lo sem o marido. (Fábio Costa em “Novela, a Obra Aberta e Seus Problemas”).

Veja também

  • excelsior60

Eu Quero Você

  • excelsior60

A Menina das Flores

  • excelsior60

Ontem, Hoje e Sempre