Sinopse

Desde criança, Caíque (Sergio Guizé) desenhava o rosto de uma moça. Quando ele conhece Laura (Nathalia Dill), mal consegue acreditar que a mulher que sempre esteve em seus sonhos existe de fato. A descoberta vai mexer com os seus sentimentos – e com os dela também. Entretanto, Caíque não esperava que Laura fosse a noiva de seu irmão Marcos (Thiago Lacerda). Não será fácil resolver esse triângulo amoroso, porque a rivalidade entre os dois filhos adotados da milionária Maria Inês Bittencourt (Christiane Torloni) vai muito além disso.

Herdeiros de um grande hospital, os dois são médicos com atitudes opostas. Marcos é um cirurgião de sucesso, mas, ambicioso, sonha ter todo o hospital só para ele. Enquanto Caíque é um clínico geral que dá diagnóstico até por telefone e faz operações em condições adversas, apesar de ter pavor de sangue. Ninguém sabe, mas, nessas cirurgias, Caíque recebe, contra a vontade, a orientação de um guia espiritual, Castilho (Marcelo Médici). O espírito aparece para ele desde criança, colocando o médico em situações absurdas e cômicas.

Na vida de Caíque há um contraponto para Castilho: a ex-namorada Samanta (Cláudia Raia), uma vidente charlatã, eterna apaixonada por Caíque, cheia de amor para dar, mas querendo receber muito mais. Extravagante, exuberante, glamurosa e um pouco mais, Samanta Paranormal – como se proclama – é obcecada pela fama vai fazer de tudo para ser reconhecida, o que não inclui qualquer escrúpulo. Para isso, conta com a ajuda de seu fiel escudeiro, o peruano deslumbrado Pepito (Conrado Caputto), que tem verdadeira adoração pela sua “ídola”.

Globo – 19h
de 3 de novembro de 2014
a 9 de maio de 2015
161 capítulos

novela de Daniel Ortiz
baseada na sinopse de Andrea Maltarolli
supervisão de texto de Silvio de Abreu
escrita com Cláudia Souto, Daniel Berlinsky, Flávia Bessone, Maria Helena Nascimento e Maurício Moraes
direção de Jorge Fernando, Fred Mayrink, Marcelo Zambelli, Ana Paula Guimarães e Alexandre Klemperer
direção geral de Jorge Fernando e Fred Mayrink
direção geral de Jorge Fernando

Novela anterior no horário
Geração Brasil

Novela posterior
I Love Paraisópolis

SÉRGIO GUIZÉ – Caíque Bittencourt
NATHALIA DILL – Laura Martins
THIAGO LACERDA – Marcos Bittencourt
CLÁUDIA RAIA – Samanta Santana (Samanta Paranormal)
CHRISTIANE TORLONI – Maria Inês Bittencourt
EDSON CELULARI – Marcelo Barbosa
SILVIA PFEIFER – Úrsula Barbosa
ELIZABETH SAVALA – Tina Pereira / Cristina Romantini
LEOPOLDO PACHECO – Manoel
MAITÊ PROENÇA – Kitty Santana
DÉBORA NASCIMENTO – Sueli
CONRADO CAPUTTO – Pepito (Pepe Perez)
MARCELO MÉDICI – Castilho
MÔNIZA IOZZI – Scarlett Máximo / Cidinha
GABRIEL GODOY – Afeganistão
NANDO RODRIGUES – Ricardo
SABRINA PETRÁGLIA – Itália
ALEJANDRO CLAVEAUX – César
SOPHIA ABRAHÃO – Gaby
SÉRGIO MALHEIROS – Emerson
GUILHERME LEICAN – Gustavo
GIOVANNA LANCELOTTI – Bélgica
KAYKY BRITO – Israel
RAQUEL FABBRI – Bia
HUGO BONEMER – Nicolas
MARILU BUENO – Marieta Santana
ADRIANA PRADO – Suzana Santana
OTÁVIO AUGUSTO – Vicente Martins
MARAT DESCARTES – Fernando
TOTIA MEIRELLES – Adriana
MARIANA ARMELINI – Ana Dirce
DÉBORA OLIVIERI – Meire
ROSANNE MULHOLLAND – Débora
DÉBORA REBECCHI – Liz
FÁBIO AUDI – Heitor
NORIVAL RIZZO – Escobar
ANA CARBATTI – Aurélia
SIMONE GUTIERREZ – Morgana
RODRIGO LOPEZ – Salvador
MARIA CAROL – Nildes
CARLO PORTO – Dr. Eduardo Tavares
PEDRO FARAH (FARNETTO) – Seu Afonso
NINA FROSI – Dionice
RODRIGO SERRANO – Murilo
LUCIANA RIGUEIRA – Rosa
as crianças
NATHÁLIA COSTA – Bela
JP RUFINO – Azeitona
e
ALEXANDRE MORENO – segurança
ALEX CEZÁRIO – passageiro no ônibus com Pepito
AURO MEDEIROS – vendedor de loja que atendeu Kitty e Gustavo
DANIEL DIAS E SILVA – Miranda (capanga de Marcos)
DANIEL TAVARES – Serginho (funcionário do hospital que ajuda Sueli)
DÉBORA DUBOC – Drª Ivani (médica que cuida de Caíque quando ele é internado)
ELISA BRITES – Maria Inês (nas cenas de flashback)
FÁBIO RHODEN – Marcelo (nas cenas de flashback)
GABRIEL KAUFMANN – Marcos (1ª fase)
GUTEMBERG BARROS – Haroldo Máximo
HANNA ROMANNAZZI – Kitty (nas cenas de flashback)
HILDA REBELLO – falecida mulher do Seu Afonso
ÍGOR RICKLI – Rei Mohammed Abdullah Al Masi (rei de Maktub, que quer a ajuda de Samanta)
JARBAS HOMEM DE MELLO como ele mesmo
JAVA MAYAN – Giba (amigo de Caíque)
JORGE FERNANDO como ele mesmo
JUAN ALBA – Oscar (marido de Suzana)
JÚNIOR PRATA – Evandro
KADU MOLITERNO – Pedro Romantini (marido de Cristina)
LAÍS PINHO – Scarlett (nas cenas de flashback)
LANA GUELERO – Lúcia (secretária de Cristina Romantini)
LÉO WAINER – Osvaldo
LUCIANO ANDREY – Nazir (secretário do Rei Mohammed)
MARCOS REIS – Léo
MATHEUS VENÂNCIO – Ricardo (nas cenas de flashback)
MONIQUE LAFOND – ricaça que se interessa por Gustavo
PAULA BALTAR – Samanta (nas cenas de flashback)
PAULO CARVALHO – Diziabas
RENATA AUGUSTO – Layla (irmã do Rei Mohammed)
RICARDO DUQUE – apresentador do concurso Garoto & Garota Celebrar
RICARDO PAVÃO – Dr. Celso (médico comparsa de Úrsula na trama de sua falsa doença)
VANESSA GABRIEL – Vanessa (nova secretária de Marcos)
VICTOR SPARAPANE – Victor
XANDE VALOIS – Caíque (1ª fase)

– núcleo de CAÍQUE (Sérgio Guizé), médico no Hospital Geral Alberto Bittencourt, de sua família, na cidadezinha de Nova Alvorada. Dá diagnóstico até por telefone e faz operações em condições adversas, apesar de ter pavor de sangue. Ninguém sabe, mas, nessas cirurgias, ele recebe, contra a vontade, a orientação de um guia espiritual. O espírito aparece para ele desde criança, colocando-o em situações absurdas e cômicas. Desde pequeno desenha o rosto de uma mulher que lhe aparece em sonhos. Até o dia em que a conhece pessoalmente e se apaixona por ela:
a mãe adotiva MARIA INÊS (Christiane Torloni), milionária, dona do hospital. Além dele, adotou outro menino no passado. Faz de tudo para que os dois filhos se deem bem
o irmão adotivo MARCOS (Thiago Lacerda), o outro filho adotado por Maria Inês. Cirurgião de sucesso, mas, ambicioso, vaidoso e megalômano. Sonha ter o hospital da família só para si. De temperamento completamente oposto ao do irmão, sente despeito e inveja doentia dele. De personalidade estranha, tem dois sapos como bichos de estimação
o mordomo ESCOBAR (Norival Rizzo), velho amigo e confidente de Maria Inês.

– núcleo de LAURA (Nathalia Dill), jornalista, mora com o avô e os irmãos. Cuida e sustenta sua família após a morte do pai e da madrasta. Namora Marcos, até conhecer o irmão dele, Caíque, que cai apaixonado por ela. Investiga a identidade e o paradeiro de seus pais biológicos:
o avô VICENTE (Otávio Augusto), protetor da família, leva uma vida simples
os irmãos mais novos: BIA (Raquel Fabbri), sempre sofreu bullying por ser gordinha,
e GUSTAVO (Guilherme Leican), rapaz ambicioso e problemático.

– núcleo de MARCELO BARBOSA (Edson Celulari), dono da revista Celebrar. Vaidoso, gosta de se vestir bem, mas vive estressado. Casado e com dois filhos, mas com o casamento desgastado. Apaixona-se por Maria Inês:
a mulher ÚRSULA (Silvia Pfeifer), manipuladora, finge sofrer de uma doença incurável para ficar dependente do marido, motivo que o faz pensar duas vezes antes de abandoná-la para assumir seu romance com Maria Inês
os filhos: RICARDO (Nando Rodrigues), nadador, conquistou vários títulos, nacionais e internacionais. Depois de anos treinando no exterior, volta ao Brasil ao saber que a mãe está muito doente,
e LIZ (Débora Rebecchi), estudante de psicologia, alegre e divertida. É a melhor amiga de Bia
a funcionária da revista DÉBORA (Rosanne Mulholland)
a empregada na casa DIONICE (Nina Frosi).

– núcleo de SAMANTA SANTANA, conhecida como SAMANTA PARANORMAL (Cláudia Raia), por afirmar que tem poderes mediúnicos e extrassensoriais. Na realidade, não passa de uma trambiqueira e tenta tirar vantagens de seus supostos poderes. Exuberante, extravagante, vaidosa e convencida, gosta da fama e prestígio. Mas é muito atrapalhada, sempre se metendo em confusões. Foi namorada de Caíque e não se conforma com o rompimento da relação. Vive perseguindo o rapaz, fazendo de tudo para chamar sua atenção:
o fiel escudeiro PEPITO (Conrado Caputto), seu secretário, amigo, confidente, puxa-saco e capacho. Peruano deslumbrado, tem adoração por ela. Trabalha como enfermeiro no hospital
a mãe MARIETA (Marilu Bueno), a matriarca da família. Ostenta certa pose e elegância dos tempos em que foi muito rica
a meia irmã KITTY (Maitê Proença), com quem vive em atrito. Ex-miss Nova Alvorada. Muito vaidosa, faz de tudo para parecer mais jovem do que é. Está sempre em busca de um milionário para casar. Ao retornar à cidade, vai ter um caso com o garotão Gustavo
os irmãos: CÉSAR (Alejandro Claveaux), professor de natação do Clube Lagoa. Mau-caráter, engana a namorada, que o adora. Professor de Gustavo, se empenha para que ele seja um campeão,
e SUZANA (Adriana Prado), mulher sensível e triste, foi vítima de abusos e violência por parte do marido, que desapareceu misteriosamente
os sobrinhos, filhos de Suzana: GABY (Sophia Abrahão), namora Gustavo. Delicada, inteligente e extrovertida, faz amigos com facilidade. Se dá bem com a mãe e implica com a tia Samanta, pois não acredita em seus poderes,
e HEITOR (Fabio Audi), jornalista. Tem problemas sérios com a mãe, pois a culpa pelo desaparecimento do pai.

– núcleo dos espíritos:
CASTILHO (Marcelo Médici), médico cirurgião, faz operações por meio de Caíque. Com esse propósito, sempre esteve perto dele, ajudando-o. Uma espécie de anjo da guarda, que o mete (e o livra) de muitas confusões
BELA (Nathalia Costa), menina que aparece para Caíque, uma espécie de cupido que o juntou a Laura.
MORGANA (Simone Gutierrez), espírito brincalhão e zombeteiro que se diverte pregando peças nos mortais
MEIRE (Débora Olivieri), mora num velho casarão da cidade, tido como mal-assombrado. Morreu na década de 1930, no mesmo acidente que a filha. Rígida, protege a filha ao extremo, para que ela não descubra que morreu
ANA DIRCE (Marianna Armellini), filha de Meire. Não tem consciência de que morreu e continua com sua vida corriqueira. Não entende porque a mãe não permite que saia de casa. Apaixona-se por Castilho
SALVADOR (Rodrigo Lopez), chef que faleceu antes de realizar seu grande sonho: revolucionar a culinária brasileira
SEU AFONSO (Pedro Farah), antigo funcionário da faxina do hospital.

– núcleo de MANOEL PEREIRA (Leopoldo Pacheco), irmão de Maria Inês. Muito pão-duro, controla tudo o que a família gasta. É dono da lanchonete do Clube Lagoa:
a mulher TINA (Elizabeth Savala), mãe de criação dos quatro filhos dele. Dona de casa dedicada e alegre. Contudo, esconde de todos uma vida dupla: tem outra família, em São Paulo, onde vive como a poderosa CRISTINA ROMANTINI. Quando toda a verdade vem à tona, Manoel se separa dela. Mas o amor dos dois fala mais alto
os filhos do primeiro casamento: ISRAEL (Kayky Brito), médico anestesista. Frustrado por ter que fazer serviços gerais para o primo Marcos no hospital, que manda e desmanda nele. Luta para se livrar da dependência em medicamentos,
ITÁLIA (Sabrina Petraglia), enfermeira, extremamente romântica, não se dá conta do mau-caratismo do namorado César,
AFEGANISTÃO (Gabriel Godoy), rapaz bronco, trabalha com o pai na lanchonete. É o filho que menos estudou. Comete erros crassos de português e é sempre alvo das gozações dos irmãos e amigos. Quando o espírito do chef Salvador baixa nele, começa a preparar, em transe, pratos deliciosos e sofisticados, o que causa grande espanto em todos,
e BÉLGICA (Giovanna Lancelotti), ambiciosa e invejosa, é uma cobra, mas se faz de anjo.

– núcleo de CRISTINA ROMANTINI (Elizabeth Savala), a outra identidade de Tina Pereira. Rica empresária em São Paulo, divide-se entre e a vida agitada na metrópole e a simplicidade em Nova Alvorada, com Manoel e seus filhos:
o marido PEDRO ROMANTINI (Kadu Moliterno), casou-se por dinheiro. Empresário inescrupuloso, faz negócios escusos com a fortuna dela. Cruel e manipulador, recusou-se a se separar dela e ameaça a família de Manoel. Acaba morrendo em uma perseguição de carro
o filho NICOLAS (Hugo Bonemer), fotógrafo, foi para Nova Alvorada cobrir um concurso de beleza. Não sabia da vida dupla da mãe, mas não a julgou quando descobriu a verdade e ficou ao lado dela.

– núcleo de SCARLETT MÁXIMO (Mônica Iozzi), patricinha, rica e mimada. Durante os anos que viveu no exterior, se transformou em uma socialite internacional. Nunca esqueceu Ricardo, o namorado de infância. Retorna a Nova Alvorada com a morte do pai. Porém, para ter direito à herança, é obrigada a trabalhar como faxineira do clube, para aprender a dar valor ao dinheiro. Para não ser reconhecida, usa um disfarce e outro nome, CIDINHA, com aparência completamente diferente e perfil oposto ao dela. Afeganistão se apaixona então pelo jeito simplório de Cidinha:
os tios: FERNANDO (Marat Descartes), psiquiatra do hospital. Melhor amigo de Caíque, seu confidente. Apaixona-se por Suzana e a ajuda a superar suas inseguranças
e ADRIANA (Totia Meirelles), ex-esposa de Fernando, com quem teve um casamento conturbado. Leva uma vida discreta e misteriosa. Voltou a Nova Alvorada com a sobrinha, depois de um doutorado no exterior, com o objetivo de conseguir o controle sobre o hospital.

– núcleo de AURÉLIA (Ana Carbatti), empregada na casa de Samanta. Mãe dedicada, se preocupa muito com os filhos:
os filhos: EMERSON (Sergio Malheiros), trabalha no Clube Lagoa como auxiliar de limpeza e aprendeu a nadar muito bem. É hostilizado pela turma de garotos ricos do clube,
SUELI (Débora Nascimento), funcionária de Marcos no hospital, sua amante a apaixonada por ele, faz tudo o que ele quer. Tem vergonha da mãe, por ela ser negra e empregada. Esconde de todos que é mãe solteira,
e ADEILSON, conhecido como AZEITONA (JP Rufino), o caçula, menino levado e alegre. Ao longo da trama, descobre-se que ele é filho de Sueli, que o deu para Aurélia criar como seu filho.

– demais personagens:
NILDES (Maria Carol), enfermeira do hospital, amiga de Sueli. Sabe de tudo que acontece nos corredores do hospital. Ajuda a desmascarar as falcatruas de Marcos
EDUARDO TAVARES (Carlo Porto), médico do hospital. Bonitão, arranca suspiros das mulheres e de Pepito
MURILO (Rodrigo Serrano), nadador do clube, amigo de César e Gustavo.

Primeira novela solo de Daniel Ortiz, que a escreveu a partir de uma sinopse deixada por Andrea Maltarolli (1962-2009). Daniel foi colaborador de Silvio de Abreu em Passione (2010) e no remake de Guerra dos Sexos (2012-2013). Em Alto Astral, Silvio atuou como supervisor de texto.

Novela despretensiosa, que começou como não quer nada e foi conquistando o público. Repleta dos mais batidos clichês do folhetim: personagens maniqueístas, vilões doentios que se deram mal no final, amores impossibilitados, vinganças, duplas identidades, segredos do passado, disfarces, mistérios, a luta do bem contra o mal, vida além da morte.
Sem novidade alguma, ou pretensão de inovar. Nada além de tudo já visto e esperado de uma novela.
Contudo, bem produzida e dirigida, elenco bom, e roteiro com um humor que – levemente – remeteu aos áureos tempos do horário na década de 1980.

Alto Astral levantou o Ibope (e o moral) do horário das sete da Globo, que andava em baixa por conta das duas tramas antecessoras, Além do Horizonte e Geração Brasil.
A novela fechou com 22 pontos, três a mais que a anterior. Parece pouco, mas Alto Astral enfrentou o pior período para uma estreia: início do horário de verão + festas de final de ano + verão, época em que – comumente – todas as audiências da televisão despencam. E ainda desbancou a trama das nove, Babilônia, batendo sua audiência por alguns dias.

Ainda que a proposta de Alto Astral tenha sido cursar pela simplicidade e a despretensão, a novela acabou por afastar o público mais “exigente”, que torceu o nariz para o seu roteiro propositalmente repleto de clichês e a considerou “bobinha demais”.

Entre os destaques do elenco, estavam os veteranos Leopoldo Pacheco, Elizabeth Savala, Christiane Torloni e Silvia Pfeifer.
Ainda Sérgio Guizé, como o protagonista Caíque, um herói romântico bobalhão, tipo que poderia não convencer, não fosse vivido por um ótimo ator. Outro caso semelhante: Gabriel Godoy, como Afeganistão, um bronco que falava errado.
E Mônica Iozzi, até então apresentadora de TV, surpreendeu nessa estreia em novelas. Sua personagem, Scarlet/Cidinha, transitava facilmente entre o drama e a comédia.

E a impagável dupla Samanta Paranormal e Pepito – Cláudia Raia e Conrado Caputo, que mostraram uma química perfeita em cena. Tanto que as aventuras dos dois parecia uma série dentro da novela, isolada da trama principal. Ainda que Claudia Raia tenha demorado para “entrar na personagem”. Mas quando engrenou, fez bonito. Samanta em nada lembrou a Jaqueline de Ti-ti-ti (2010), a última personagem cômica da atriz. E Samanta não seria ninguém sem o peruano deslumbrado Pepito – Conrado Caputo, outra boa revelação.

A novela iria se chamar Búu. Mas, por causa de sua fonética parecida com O Rebu e Boogie Oogie (as tramas das onze e das seis horas da época de sua estreia), o título foi alterado para Alto Astral.

Numa espécie de homenagem à atriz Cláudia Raia e seus trabalhos na televisão, Daniel Ortiz fez da personagem dela, Samanta, uma noveleira de carteirinha. Foram várias as citações de Samanta a personagens que Cláudia viveu, bem como, novelas em geral. Até Tonhão, a prisioneira lésbica do TV Pirata, foi lembrada.
Na novela, Cláudia Raia ainda divulgou o trabalho do marido, Jarbas Homem de Mello, bem como um musical em comemoração aos seus 30 anos de carreira.

Em Alto Astral, Silvia Pfeifer e Christiane Torloni reviveram juntas uma cena de explosão em um shopping center, tal qual ocorrera na novela Torre de Babel, de Silvio de Abreu, em 1998, quando suas personagens, um casal de lésbicas, morreram na trama.
Dessa vez, tiveram mais sorte: Úrsula e Maria Inês escaparam vivas da explosão, que foi ar no capítulo 42, exibido em 20/12/2014.

A bruxa andou solta nos bastidores de Alto Astral. Em novembro de 2014, o jovem ator Guilherme Leican foi afastado das gravações por estar com catapora. Em dezembro, foi a vez de Sophia Abraão, afastada pelo mesmo motivo, já que havia contraído a doença de Guilherme.
Em fevereiro de 2015, Guilherme precisou novamente ser afastado da novela por doença, desta vez, conjuntivite. Foi quando o elenco sofreu com um surto de conjuntivite. Carlo Porto, Débora Rebecchi e Raquel Fabbri ficaram, cada um, afastados, no mínimo, duas semanas da novela.

A atriz Adriana Prado, apareceu em uma mesma noite (03/12/2014) em produções de dois canais diferentes. Às 19h30, foi vista em Alto Astral, na Globo (onde interpretava a personagem Suzana), e, às 23h30, fazia uma participação na série Conselho Tutelar, na Record.

As cidades de Poços de Caldas, em Minas Gerais, e Pedra Azul, no Espírito Santo, serviram de locação para a fictícia cidade da trama, Nova Alvorada.

Primeira novela da atriz e apresentadora Mônica Iozzi. Primeira novela dos atores Conrado Caputto e Hugo Bonemer. Primeira novela inteira na Globo do ator Gabriel Godoy (antes, ele havia feito uma pequena participação em Negócio da China e atuado em Revelação, no SBT).

Além das participações especiais do diretor Jorge Fernando e de Jarbas Homem de Mello (como eles mesmos), a novela contou ainda com os apresentadores Jô Soares, Fátima Bernardes e Ana Maria Braga, e as funkeiras Anitta e Ludmila.

Trilha Sonora Nacional 1

01. ALMA – Zélia Duncan (tema de abertura)
02. DIZ PRA MIM – Malta (tema de Caíque e Laura)
03. SÓCIO DO AMOR – Lulu Santos (tema de Caíque)
04. VERDADE, UMA ILUSÃO – Marisa Monte (tema de Laura)
05. TUDO COM VOCÊ – Victor e Léo (tema de Scarlett e Ricardo)
06. NA BATIDA – Anitta (tema de Samanta Paranormal)
07. PRA CURAR ESSA DOR (HEAL THE PAIN) – Fernanda Takai participação Samuel Rosa (tema de Sueli e Marcos)
08. RUMO AO INFINITO – Maria Rita (tema de Tina)
09. ENTRE SEM BATER – Jota Quest (tema de Gustavo)
10. SOMENTE NELA – Paulinho Moska (tema de Gaby e Emerson)
11. SEMPRE DIZ QUE NÃO TEM – Pixote (tema de Manuel)
12. NÃO QUERO OLHAR PRA TRÁS – Scarcéus (tema de Israel)
13. EM MEIO A TUDO – Christiano Dortas (tema de Itália e Fernando)

Trilha Sonora Nacional 2

01. SAIDEIRA – Santana participação Samuel Rosa (tema de locação)
02. MAIS NINGUÉM – Banda do Mar (tema de Liz e Emerson)
03. TUDO SOBRE VOCÊ – Zélia Duncan (tema de Bia e Israel)
04. SHOW DAS PODEROSAS – Anitta (remix Batutinha DJ)
05. O QUE IMPORTA É A GENTE SER FELIZ – Fábio Jr. (tema de César)
06. MUITO ROMÂNTICO – Luiz Melodia
07. ESCÂNDALO – Fafá de Belém (tema de Úrsula)
08. ESSES MOÇOS – Gilberto Gil (tema de Marcelo)
09. SENTADO À BERIA DO CAMINHO – Wanderléa (tema de Suzana)
10. O AMOR – Zizi Possi (tema de Afeganistão e Ana Dirce)
11. UM DIA DE DOMINGO – Gal Costa e Tim Maia (tema de Maria Inês e Marcelo)
12. O QUE TINHA DE SER – Elis Regina (tema de Maria Inês)
13. MIL POEMAS – Jamil e Uma Noites (tema de locação)
14. PEÇO SÓ – Danilo de Moura (tema de Marcos)
15. ALÉM – Tio Che

Trilha Sonora Internacional

01. STAY WITH ME – Sam Smith (tema de Kitty)
02. ALL OF ME – John Legend (tema de Caíque e Laura)
03. BEST DAY OF MY LIFE – American Authors (tema de Bélgica)
04. NO NO NO – Cymcol (tema de Sueli)
05. THE WAY YOU LOOK TONIGHT – Gloria Estefan (tema de Maria Inês e Marcelo)
06. LOVE YOU FOREVER AND A DAY – Kathryn Dean (tema de César e Itália)
07. RIGHT BY YOUR SIDE – Xavier & Ophelia
08. MY CITY NOW – Michael Kisur (tema de locação)
09. LA LUZ – Juanes (tema de Pepito)
10. DON´T SAY GOODBYE – Sergio Mendes featuring John Legend
11. CRY ME A RIVER – Caetano Veloso
12. UNCHAINED MELODY – Dan Torres (tema de Caíque e Laura)
13. TIME STAND STILL – Daniel Boaventura (participação Trijntje Oosterhuis)
14. VERDAD AMARGA – Nana Caymmi
15. SING SING SING – Cluster Sisters (tema de Samanta Paranormal)
16. GHOST WRITER – Fleeting Circus

Trilha Sonora Instrumental: Músicas de Mú Carvalho

01. AVENTURA BELLA
02. CAÍQUE
03. WHILE MY HARPEJII GENTLY WEEPS
04. DR. CASTILHO
05. FUNNY AA #1
06. FANTASMA VICENTE
07. MEIA NOITE EM PARIS (A VALSA)
08. CLUBE LAGOAS
09. DRAMA CAÍQUE
10. DREAMING OF YOU
11. COCONUT GROOVE
12. DRAMÁTICO
13. LAURA IN LOVE
14. SAMANTHA EM TRANSE
15. SAMANTHA RELAX
16. H.M.
17. DRAMA ETHEREO
18. SAMANTHA
19. VALSA EM PRETO E BRANCO
20. THE FROG
21. SAPO #1
22. SAPO #2
23. SOLITUDE #1
24. CHASE AA #1
25. SOLITUDE #2
26. CHASE AA #2
27. TENSO LEVE AA #1
28. SUSPENSE ETHEREO #1
29. CHASE AA #3
30. CHASE ALMA
31. COCONUT GROOVE NO BRASS
32. FUNNY AA #1 NO BRASS
33. SUSPENSE ETHEREO #3
34. TENSO LEVE AA #2
35. TENSO LEVE AA #3
36. TENSO LEVE AA #4
37. TENSO ORCH AA #2
38. VALSA MINIMALISTA

Tema de Abertura: ALMA – Zélia Duncan

Alma!
Deixa eu ver sua alma
A epiderme da alma
Superfície!
Alma!
Deixa eu tocar sua alma
Com a superfície da palma
Da minha mão
Superfície!…

Easy! Fique bem easy
Fique sem, nem razão
Da superfície!
Livre! Fique sim, livre
Fique bem, com razão ou não
Aterrize!…

Alma!
Isso do medo se acalma
Isso de sede se aplaca
Todo pesar não existe
Alma!
Como um reflexo na água
Sobre a última camada
Que fica na
Superfície!…

Crise!
Já acabou, livre
Já passou o meu temor
Do seu medo sem motivo
Riso, de manhã, riso
De neném a água já molhou
A superfície!…

Alma!
Daqui do lado de fora
Nenhuma forma de trauma
Sobrevive!
Abra a sua válvula agora
A sua cápsula alma
Flutua na
Superfície!…

Lisa, que me alisa
Seu suor, o sal que sai do sol
Da superfície!
Simples, devagar, simples
Bem de leve
A alma já pousou
Na superfície!…

Alma!
Deixa eu ver!
Deixa eu tocar!
Alma! Alma!
Deixa eu ver!
Deixa eu tocar!
Alma! Alma!
Superfície
Alma! Alma!

Veja também

  • passione_logo

Passione

  • guerra12_logo

Guerra dos Sexos (2012)