Sinopse

Juba é um rapaz criado em uma fazenda do Pantanal, junto à natureza, ao lado da aldeia indígena dos Guaporás, em um verdadeiro paraíso. A aldeia e a fazenda são ameaçadas pelo conflito de terras, pelo garimpo e tentativas de um poderoso vilão, Ramalho, de usurpar as terras de Juba e dos índios para a exploração de uma mina de diamantes.

Juba é obrigado a ir para a cidade grande para encontrar o assassino do seu pai. Juba também encontrará o grande amor de sua vida, mas terá que lutar muito por ele. Passando por várias peripécias, ele vai se defrontar com um mundo desconhecido, a selva de pedra, a cidade grande, a sociedade urbana e sofisticada – enfrentando o preconceito contra suas raízes do interior.

Sua vinda para a cidade faz mudar o modo de viver das pessoas. Com a sua sensibilidade e pureza, Juba vai fazer renascer em cada um dos que estão à sua volta os valores esquecidos na frenética luta pela subsistência nas cidades grandes.

Record – 19h / 20h
de 18 de julho de 2006
a 20 de março de 2007
212 capítulos

novela de Cristianne Fridman e Bosco Brasil
escrita com Maria Cláudia Oliveira, Valéria Motta e Camillo Pellegrini
redação final de Cristianne Fridman
supervisão de texto de Tiago Santiago
baseada na novela original de Chico de Assis e Renato Corrêa e Castro
direção de Edson Spinello, César Rodrigues, Roberto Bomtempo e Daniel Ghivelder
direção geral de Edson Spinello
núcleo Hiran Silveira

Novela anterior às 19h15
Prova de Amor

Novela posterior às 20h30
Luz do Sol

ANDRÉ BANKOFF – Juba
RENATA DOMINGUEZ – Cecília
BEATRIZ SEGALL – Bárbara
JONAS BLOCH – Ramalho
BIA SEIDL – Laura
PAULO GORGULHO – Alfredo
DENISE DEL VECCHIO – Alzira
MARCOS MION – Emílio
MYRIAN FREELAND – Ruth
AMANDHA LEE – Betinha
THAÍS FERSOZA – Tiniá
MÁRCIO KIELING – Tavinho
SÉRGIO REIS – Geraldo
ANGELINA MUNIZ – Francisca
ALMIR SATER – Mariano
EWERTON DE CASTRO – Túlio
REGINA MARIA DOURADO – Vanda
ANA BEATRIZ NOGUEIRA – Lili
ADRIANA GARAMBONE – Sílvia
MARILU BUENO – Dinda Zuzu
ANA ROSA – Jurema
RENATO SCARPIN – Professor Mesquita
CASTRINHO – Delegado Maurinho
LUIZ GUILHERME – Brandão
JEAN FERCONDINI – Nicolau
JULIANA MESQUITA – Gracinha
MATEUS ROCHA – Teleco
VALÉRIA ALENCAR – Iara
RAPHAEL VIANA – Irú
DIOGO OLIVEIRA – Yopaña
RUI POLANAH – Pajé Yauá
JULIANA XAVIER – Jaci
SÉRGIO MALHEIROS – Leopoldo
JANAINA LINCE – Maria Elisa
GUSTAVO MELLO – Eduardo
DANIEL ZETTEL – Rafa
LUCIANA BESSA – Paula
SHEILA MATTOS – Lucimara
DABLIO MOREIRA – Pitoco
CLAUDIO GABRIEL – Hilton
JORGE COUTINHO – Hercílio
THAÍS VAZ – Gigi
DANIEL GARCIA – Ruizinho
CLEIDE QUEIRÓZ – Oneide
REGINA SAMPAIO – Frederica
ROGÉRIO BRITO – Joca
SACHA BALI – Carlos
LÍVIA ROSSY – Juliana
LÍVIA DE BUENO – Daniela
MICHELLE MARTINS – Márcia
GABRIELA MOREYRA – Ana
ROSE LIMA – Claudia
VANESSA MACHADO – Rosana
MARCELLO GONÇALVES – Bexiga
GIOVANNA DE TONI – Carmem
ANDRÉ GUERREIRO – Caroço
VANESSA DE OLIVEIRA – Suzana
AUGUSTO VARGAS – Roberto Madeira
LETÍCIA MEDINA – Maria Margarida
ANDRÉ MAURO – Pedro
CÁSSIO RAMOS – Cajuru
ANA TOKIKO – Maibi
GUSTAVO MORAES – Sombra
BRENO T. – Zé Diacho
BRUNA PIETRONAVE – Bonitona
ANNA MARKUN – Maria Isabel
e
JAIRO MATTOS – Fernando
ROBERTO BOMTEMPO – Piauí
THELMA RESTON – mãe de Piauí
WILLIAM VITA – Jorge (capanga de Ramalho)
DUAM SOCCI – Juba (criança)

Segunda versão da história escrita por Chico de Assis e Renato Corrêa e Castro para a Globo, em 1972. Na novela original, o protagonista Juba – o “bicho do mato” do título – foi vivido por Osmar Prado.

O atraso da produção para formar elenco fez com que sua estréia fosse adiada por várias vezes.

Mais de cem profissionais fizeram parte da equipe que viajou para o Pantanal para gravar as primeiras cenas da novela. A maioria das locações foi situada nos arredores da rodovia Transpantaneira, a principal do Pantanal. Além das locações no Pantanal, foram realizadas algumas cenas na Chapada dos Guimarães, em Nobres e em Cáceres.

Os dois primeiros capítulos foram reapresentados pela emissora às 22 horas.

O autor Tiago Santiago, recém saído da novela antecessora no horário, Prova de Amor, e que vinha trabalhando na supervisão de texto de Bicho do Mato, assumiu o seu comando. A equipe anterior continuou, mas exercendo a função de colaboradores.

A novela teve seu último capítulo exibido em uma terça feira (dia 20/03), adiando a estréia da substituta, Luz do Sol, para a quarta-feira, dia 21. Essa foi uma estratégia da emissora para estrear a nova novela num dia em que a concorrente Globo tem seu mais baixo ibope na semana durante o horário, quando apresenta o futebol.

Primeira novela dos atores Raphael Viana e Sacha Bali e das atrizes Gabriela Moreyra e Juliana Xavier (com onze anos na época).

Reprisada de 16/03 a 26/06/2009, às tardes, em versão compacta. E, novamente, a partir de 28/08/2017, às 15h45.

Trilha Sonora

01. RETRATOS DO BRASIL – Sérgio Reis e João Caetano
02. VERDADE – Alex Góes
03. ME NAMORA – Edu Ribeiro
04. SO RIGHT SO WRONG – Conttato
05. UNWRITTEN – Deevas
06. DEJA VU – Pitty
07. OS DIAS – Reação em Cadeia
08. CAVALOS – Avenas
09. NO RASTRO DA LUA CHEIA – Almir Sater
10. RAZÃO DE SER – Almir Sater
11. LUA NOVA – Almir Sater
12. DO MUITO E DO POUCO – Oswaldo Montenegro e Zé Ramalho
13. ROLETA – Banda DSA
14. ME JOGA NA PAREDE E ME CHAMA DE LAGARTIXA – Zé Alexandre e Os Morenos
15. MULHER DE HOJE EM DIA – Alexandre Pires
16. PAIXÃO BANDIDA – Francis Hime
17. CORAÇÃO DE MULHER – Jane Duboc
18. TERRAS ALTAS – Alexia Bomtempo
19. ZÓIO PRETO MATADOR – Chico Lôbo
20. SEXO E LUZ – Gal Costa
21. SAUDADE MORENA – Rio Negro e Solimões
22. AMOR DISTANTE – Dabliu & Daniel (part. especial Almir Sater)
23. OUTRO DIA – Banda Mahais
24. PRIMAVERA DEL AMOR – Alexandre Arez
25. MANEIRA SIMPLES – Almir Sater
26. SERRA DE MARACAJÚ – Almir Sater

Produção musical: Daniel Figueiredo

Tema de Abertura: RETRATOS DO BRASIL – João Caetano

O branco, o negro, o índio é o Brasil
Carnaval na terra do futebol
Pimenta-de-cheiro no arroz
A verde floresta tropical
Quilombo livre da dor
A dança é dos carajá
O mar é do pescador

Bate o pé na catira, seu dotô
O batuque da África do Sol
Fez o samba-de-roda do Brasil
Navegar para além do além-mar
Cachaça e canavial
Ouro das Minas Gerais
Café, açúcar e sal

Dessa mistura de raças
Têm os retratos do Brasil
Tira o leite e o mel
Muda de nome os orixás
Cadê minha sinhá, nega fulô?
Quem sabe o be-a-bá tupi-nagô?

O branco, negro, índio
Índio, branco, negro
Branco, negro, índio…

Veja também

  • oricoelazaro

O Rico e Lázaro

  • essasmulheres_logo

Essas Mulheres

  • chamasdavida_logo

Chamas da Vida

  • vidasemjogo_logo

Vidas em Jogo