Sinopse

Um colégio de disciplina rígida onde os alunos devem ser educados, aplicados em seus estudos e esportes. O Colégio Brasil é o cenário que retrata assuntos do cotidiano do adolescente brasileiro, como sexo, gravidez, problemas com os pais, romances complicados e relacionamentos com pessoas mais velhas.

O diretor da escola é o honesto e autoritário Edmo, cuja filha, Tininha, é amada por Manuel Boi, um ex-menino de rua que cuida da limpeza e segurança do colégio. No corpo docente, professores amados e odiados pelos alunos, como a professora de inglês Miss Dayse, e a inspetora de alunos, a rabugenta e conservadora Nair.

O esquema rígido do colégio perde sua estabilidade com a chegada de um novo professor que com suas maneiras liberais conquista a admiração dos alunos e o coração das alunas. Surpresas surgem, desde irregularidades com os registros até escândalos mais importantes que colocarão em risco a existência do colégio. Para que a escola não seja fechada, será necessária a união de todos num esforço para provar a qualidade de ensino e o valor das pessoas.

SBT – 18h30
de 6 de maio a 20 de setembro de 1996
117 capítulos

novela de Yoya Wursch
argumento de Roberto Talma
direção de Roberto Talma e José Paulo Vallone
produzida pela JPO

EDWIN LUISI – Edmo
ANA KUTNER – Tininha
GUSTAVO HADDAD – Vinicius
GIUSEPPE ORISTÂNIO – Lancelotti
PATRÍCIA DE SABRIT – Julia
AFONSO NIGRO – Mac
ÍTALA NANDI – Miss Dayse
TAUMATURGO FERREIRA – Manuel Boi
JACQUELINE CORDEIRO – Mírian
JERUSA FRANCO – Mary Louca
WALESCA PRAXEDES – Virgínia
FAUSTO MAULE – Pã
BENITO CARMONA – Plínio
LORENA NOBEL – Ciça
MARIA PADILHA – Nair
MÍRIAM MEHLER – Olga
SOFIA PAPO – Leni
HENRI PAGNOCELLI – Osvaldo
JOSÉ AMÉRICO MAGNOLI – Inácio
NECO VILA LOBOS
ALBERTO BARUQUE – Barreto
PAULA SANIOTO – Maria Cecília
CLÁUDIA LIRA – Tereza
ANDRÉA DIETRICH – Luíza
ARNALDO BARONE – Gaio
ÉMERSON MUZELLI – Alex
KAÍTO RIBEIRO – Cristiano
MURILO TROCCOLI – Raphael “com PH”
RAFAEL PONGELUPI – Paulinho
DIEGO RAMIRO – Bruno Mattos
DIEGO PERES – Bruno Alencar
BRUNA MARCOTTI – Foguinho
PALOMA BERNARDI – Antônia
JULIANA POLETTI – Maria João
JÚNIA MACHADO B. PEREIRA – Fernanda
ALEXANDRE PATERNOST – Alceuzinho
ÂNGELA FIGUEIREDO – Maria Paula
JANDIR FERRARI – Flávio
ANTÔNIO PEDRO – José Mário
Em 1996, o SBT lançou três novelas no mesmo dia: Colégio Brasil, às 18h30, Antônio Alves, Taxista, às 20h, e Razão de Viver, às 21h – enquanto a Globo estreava O Fim do Mundo (às 20h30).

Em parceria com a produtora JP Vallone, Colégio Brasil foi a estréia de Yoya Wursch como autora de novelas. Com a produção, ela tentou fazer uma novela para o público jovem, e trazer à trama um tom lúdico e singelo dos adolescentes brasileiros.

Em 1999, a Globo transferiu a ação de Malhação da academia de ginástica para um colégio – foi quando iniciou a fase Múltipla Escolha, usando uma temática semelhante ao que usara Colégio Brasil.

Colégio Brasil acabou antes do previsto, devido à um desentendimento de Sílvio Santos com a JPO Produções, já que era uma produção independente – assim como Dona Anja (1996) e O Direito de Nascer (2001).

A novela atingiu bons índices de audiência, só pecou em mudar constantemente de horário. Chegou a bater de frente com a Malhação da Globo.

Sonoplastia: Wallace V. dos Santos

Tema de Abertura: CHOVENDO NA ROSEIRA – Mônica Salmaso

Olha
Está chovendo na roseira
Que só dá rosa mas não cheira
A frescura das gotas úmidas
Que é de Luiza, que é de Paulinho, que é de João
Que é de ninguém

Pétalas de rosas espalhadas pelo vento
Um amor tão puro carregou meu pensamento
Olha, um tico-tico mora ao lado
E, passeando no molhado
Adivinhou a primavera

Olha
Que chuva boa, prazenteira
Que vem molhar minha roseira
Chuva boa, criadeira
Que molha a terra
Que enche o rio
Que lava o céu
Que traz o azul
Olha, um tico-tico mora ao lado
E, passeando no molhado
Adivinhou a primavera

Olha
O jasmineiro está florindo
E o riachinho de água esperta
Se lança em vasto rio de águas calmas
Ah! você é de ninguém
Ah! você é de ninguém
Ah! você é de ninguém…

Veja também

  • antonioalvestaxista_logo

Antônio Alves, Taxista

  • donaanja_logo

Dona Anja

  • razaodeviver96_logo

Razão de Viver (1996)