Sinopse

Didi é um funcionário de um resort que, através de uma máquina do tempo, é transportado para épocas distintas. Com isso, ele enfrenta um tiranossauro na Pré-História, se surpreende com guardas na Idade Média e encontra um Didi bem mais moço nos anos 80. Tudo isso ao lado de Bruno, seu colega de trabalho, e Nina, hóspede do hotel.

A experiência começa quando um misterioso milionário, Nicolai, organiza uma festa em seu barco e convida todos os hóspedes do resort. Nina e sua mãe, Lola, vão ao evento e mal podem imaginar que o verdadeiro objetivo do anfitrião é selecionar possíveis participantes para sua pesquisa secreta: ele realiza regressões hipnóticas para achar alguém que, em vidas passadas, tenha tido contato com a lendária pedra filosofal. Penetras na festa, Bruno e Didi descobrem a armadilha.

Globo – 17h
de 26 a 30 de janeiro de 2009
5 capítulos

história de Renato Aragão
escrito por Fábio Porchat, Laura Rissin e Paula Amaral
redação final de Paulo Cursino
direção de Marcus Figueiredo e Paulo Aragão
direção geral de Marcus Figueiredo

RENATO ARAGÃO – Didi
GUILHERME BERENGUER – Bruno
LUIZA VALDETARO – Nina
ODILON WAGNER – Nicolai
BIA SEIDL – Lola
LEOPOLDO PACHECO – Tenório
ERIBERTO LEÃO – Alberto
RICARDO PAVÃO – Wálter Montserrat
OSVALDO MIL – Romualdo
Depois de Poeira em Alto Mar, microssérie exibida em 2008 tendo Didi como protagonista, a Globo voltou a exibir uma nova história no mesmo horário, depois da Sessão da Tarde e antes de Malhação.

Deu a Louca no Tempo teve cenas gravadas nas cidades de Angra dos Reis e em Foz do Iguaçu.

Tema de Abertura: SOBRE O TEMPO – Pato Fu

Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
Como zune um novo sedã

Tempo, tempo, tempo mano velho
Tempo, tempo, tempo mano velho
Vai, vai, vai, vai, vai, vai

Tempo amigo seja legal
Conto contigo pela madrugada
Só me derrube no final

Ah-ah-ah ah-ah

Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
Como zune um novo sedã

Tempo, tempo, tempo mano velho
Tempo, tempo, tempo mano velho
Vai, vai, vai, vai, vai, vai

Tempo amigo seja legal
Conto contigo pela madrugada
Só me derrube no final… oh-oh… oh-oh ah…

Uh… uh… ah au
Vai, vai, vai, vai, vai, vai…

Veja também