Sinopse

No céu, Celestina é o anjo responsável pelo Brasil. Ao ouvir de Deus a ameaça de ser mandada para o país que deveria ajudar a crescer, ela pede o auxílio do anjo Gabriel. Ele então convence o Todo-Poderoso a deixar Celestina ficar no Céu por mais seis meses, mas com uma condição: sem desrespeitar o livre arbítrio que todo ser humano deve ter, ela teria de modificar um cidadão brasileiro, tornando-o mais honesto, digno e trabalhador.

Celestina então escolhe a bela Maria Escandalosa, filha de Tomás Euclides, uma dupla de trambiqueiros do porto de Santos, que vivem na pensão de Dona Armênia, uma mulher que chora o abandono de “suas três filhinhas”, Geraldo, Gérson e Gino. Convencida de que poderia transformar o caráter de Maria, Celestina passa por cima das leis divinas e salva-a de uma explosão. Depois disso, passa a zelar pela vida da jovem na Terra. No entanto, a trambiqueira não sabe que é objeto da atenção divina, e muito menos que é vigiada dia e noite. Maria Escandalosa se envolve com o milionário Ricardo, filho de Otto Bismark, um viúvo acusado de matar suas ex-mulheres.

Há várias tentativas de apurar as acusações contra Otto. Para isso, Baby Bueno, cunhada do suspeito volta ao Brasil. Mas ela tem uma oponente de peso: Elvira, a secretária do milionário, que além de fiel ao chefe, é apaixonada por ele.

Globo – 19h
de 31 de agosto de 1992
a 27 de março de 1993
178 capítulos

novela de Sílvio de Abreu
escrita por Sílvio de Abreu, Alcides Nogueira e Maria Adelaide Amaral
direção de Jorge Fernando, Marcelo Travesso e Rogério Gomes
direção geral de Jorge Fernando

Novela anterior no horário
Perigosas Peruas

Novela posterior
O Mapa da Mina

GLÓRIA MENEZES – Baby (Bárbara Silveira Bueno)
FRANCISCO CUOCO – Otto Bismark
MARIETA SEVERO – Elvira
CLÁUDIA RAIA – Maria Escandalosa
EDSON CELULARI – Ricardo
DERCY GONÇALVES – Celestina
CLÁUDIO CORRÊA E CASTRO – Gabriel
JORGE DÓRIA – Tomás (Tomás Euclides)
ARY FONTOURA – Félix
ARACY BALABANIAN – Dona Armênia
LOUISE CARDOSO – Gilda
PAULA MANGA – Sabrina
CARMEM VERÔNICA – Xena
DIOGO VILELA – Danilo
MARISA ORTH – Valquíria
RAUL GAZOLLA – Paco
REGINA BRAGA – Clarisse
GRACINDO JÚNIOR – Heitor
MARIA CLÁUDIA – Kelly
CLÁUDIO FONTANA – Igor
MYLLA CHRISTIE – Uli
FLÁVIO SILVINO – Hugo
EDGARD AMORIN – Jasão
TATIANA ISSA – Ieda
LUIGI BARICELLI – Zelito
MARCELLO NOVAES – Geraldo
GERSON BRENNER – Gerson
JANDIR FERRARI – Gino / Gina
CRISTINA MUTARELLI – Laureta
PAULO CÉSAR GRANDE – Wagner
EMILIANO QUEIROZ – Quaresma
EDUARDO MARTINI – Querubim
CLÉA SIMÕES – Pérola
ADELAIDE CHIOZZO – Juscelina
HILDA REBELLO – Violante
JAIRO MATTOS – Ivan
OSCAR MAGRINI – Marco
MAURO PORRINO – Gilson
CARLOS KROEBER – Alberto
CARVALHINHO – Joca
MARIA HELENA PADER – Carmem
as crianças
JOÃO REBELLO – Nicolau
FERNANDA RODRIGUES – Duda
e
ADÉLIA LAZARI
ADILSON BARROS
ALFREDO MURPHY – Coriolano
ANNA GALLO
ANTÔNIO CALLONI – promotor
ANTÔNIO NETO
BENJAMIN CATTAN – Alberto (gerente do cassino)
CARLA TAUSZ – Dinorá (prostituta da boate de Quaresma)
CARLOS ZARA – Dr. Alfredo (médico da segunda esposa de Otto)
CÉLIA BIAR – anja francesa
CLARA GARCIA – Alice (ex-namorada de Zelito)
CLÁUDIO MACDOWELL
DARTAGNAN JÚNIOR – André (frentista)
DARY REIS – Delegado
DÉBORA BLOCH – Roberta (namorada de Igor no último capítulo)
ÉLIO PENTEADO
ELIZABETH HENREID – Minouche
FÁBIO JUNQUEIRA – Osvaldo (jornalista que denuncia Otto)
FÁBIO TOMASINI
FERNANDO BENÉVOLO
GUILHERME LINHARES – pretendente de Maria
HÉLIO ARY – Dr. Jamil (advogado)
ILKA SOARES – esposa do Dr. Alfredo
ÍTALO ROSSI – Maurício Stein (gerente do cassino)
JAIME LEIBOVITCH
JOANA ROCHA
JORGE FERNANDO – Brasil (bêbado que passa o tempo dormindo sobre as mesas da boate de Quaresma)
JOSÉ STEIMBERG – acionista da Baum
JUSSARA MOREIRA – Antonácia Pasqualim (prostituta da boate de Quaresma)
LEINA KRESPI – vizinha de Armênia em Santana
LÍLIAN FERNANDES
LUCY FONTES – Gina (prostituta da boate de Quaresma)
LUIZ BACCELLI – catraieiro
LUIZ GUILHERME – Otávio Ferraz
LULU PAVARIN – Nagiba Boca de Bule (prostituta da boate de Quaresma)
MALU VALLE – advogada de Baby
MARCELA RAFEA – amiga de Igor
MARCELO BARROS – amigo de Igor
MARCO MIRANDA – médico
MARCOS WAIMBERG – Dr. Lacerda (advogado)
MAURICE VANEAU
MAURÍCIO DO VALLE – delegado
MAURO GORINI – Beto Pires
NEWTON PRADO
NILDO PARENTE
NORMA GERALDY – Dolores Sierra
ODETE LARA – anja americana
PAULO GRACINDO – anjo americano
PAULO REIS – Edmar (detetive)
PAULO VESPÚCIO
ROBERTO LOPES – delegado
ROSI CAMPOS
RÚBEM DE BEM – jardineiro do condomínio de Otto
RUTH ESCOBAR – anja portuguesa
RODOLFO BOTTINO – Rombole (vendedor)
RÔMULO FERNANDI
SILVIA SALGADO – diretora da escola de Nicolau
SOLANGE COUTO – Manon (prostituta da boate de Quaresma)
SÔNIA ZAGURY
TÁCITO ROCHA
WALDEMAR BERDITCHEVSKY – ascensorista do elevador do céu
YEDA DANTAS – Aurora (empregada de Otto)
YUNES CHAMI
ZENI PEREIRA – Safira (prima de Pérola)

– núcleo de BABY (Glória Menezes), após a morte da irmã, Eugênia, vai morar na mansão do cunhado e inferniza sua vida pois desconfia que foi o responsável pela morte da irmã:
a filha VALQUÍRIA (Marisa Orth), arredia, tímida, míope
a amiga XENA (Carmen Verônica), elegante e divertida
o trombadinha NICOLAU (João Rebello), adotado por ela.

– núcleo OTTO BISMARK (Francisco Cuoco), rico empresário, duas vezes viúvo. Cunhado de Baby, com quem entra em conflito quando ela vai morar em sua casa. Acabam apaixonados:
os filhos RICARDO (Edson Celulari), filho do primeiro casamento, bom caráter, decidido, apaixonado,
IGOR (Cláudio Fontana), que tem uma relação conturbada com o pai, por isso sai de casa,
ULI (Mylla Christie) e IEDA (Tatiana Issa) – todos filhos de Eugênia
a secretária ELVIRA (Marieta Severo), apaixonada pelo poder e pelo próprio patrão
o motorista DANILO (Diogo Vilela), suposto irmão de Elvira – misterioso, envolve-se com Valquíria
a cozinheira VIOLANTE (Hilda Rebello).

– núcleo de MARIA ESCANDALOSA (Cláudia Raia), com o pai forma uma dupla de trambiqueiros. Num cruzeiro pelo Caribe conhece sua próxima vítima, Ricardo Bismark – os dois acabam apaixonados:
o pai , TOMÁS (Jorge Dória), maior vigarista da região do porto de Santos. Envolve-se com Xena.

– núcleo de CELESTINA (Dercy Gonçalves), no plano celeste é a encarregada pelo Brasil na Terra. Designada para salvar o país, tem a missão de escolher um brasileiro para que se torne uma pessoa honesta. Escolhe Maria Escandalosa:
o alto-funcionário celeste GABRIEL (Cláudio Correa e Castro), superior de Celestina
o office-boy do céu QUERUBIM (Eduardo Martini)
o ascensorista do céu (Waldemar Berditchewski).

– núcleo de FÉLIX (Ary Fontoura), criou o sobrinho Ricardo desde pequeno:
a empregada PÉROLA (Cleá Simões), com quem vive às turras.

– núcleo de HEITOR GARCIA (Gracindo Junior), homem desonesto e mau-caráter:
a mulher KELLY (Maria Claudia), tinha um caso com Otto – descobre-se ao final ser a verdadeira mãe de Nicolau
a filha DUDA (Fernanda Rodrigues), que torna-se amiga de Nicolau
a cunhada CLARISSE (Regina Braga), irmã de Kelly, professora, esconde-se em Santos para fugir do vício do álcool
a empregada JUSCELINA (Adelaide Chiozzo), ex-empregada da casa de Otto, é demetida por armação de Elvira e vai trabalhar na casa dos Garcia.

– núcleo de DONA ARMÊNIA (Aracy Balabanian), após ter sido abandonada por “suas três filhinhas” e ter ficado viúva pela segunda vez, compra um pequeno prédio de apartamentos em Santos:
os filhos, que retornam um por um, GERALDO (Marcello Novaes), GÉRSON (Gérson Brenner)
e GINO (Jandir Ferrari), que reaparece travestido de GINA.

– núcleo dos moradores da prédio de Dona Armênia, onde já moram Maria Escandalosa, Tomás, Clarisse e Igor:
os irmãos PACO (Raul Gazolla), apaixonado por Maria e alvo do amor de Clarisse, líder comunitário,
e LAURETA (Cristina Mutarelli), só tem sexo na cabeça, envolve-se, entre outros, com Gina
a dançarina de boate GILDA (Louise Cardoso), que mente para Armênia que é bibliotecária para poder morar na pensão – amiga de Maria, envolve-se com Félix
e os amigos que moram com Igor, HUGO (Flávio Silvino), apaixonado por Uli, morre no decorrer da trama,
JASÃO (Edgard Miranda), apaixonado por Ieda
e ZELITO (Luigi Baricelli), irmão de Jasão, de caráter duvidoso, comparsa de Elvira, envolve-se com Ieda por interesse.

– demais personagens:
a loura SABRINA (Paula Manga), ex-namorada de Igor, mulher perigosa e sem escrúpulos, envolve-se com Ricardo, para desespero de Maria
QUARESMA (Emiliano Queiróz), mau-caráter, dono da boate no porto de Santos onde trabalha Gilda
WAGNER (Paulo César Grande), sente-se atraído por Maria, envolve-se com Laureta, e acaba apaixonado por Gina sem desconfiar que ela é homem
os bandidos do misterioso LEÃO, que ao final descobre-se ser Elvira: IVAN (Jairo Mattos), MARCO (Oscar Magrini) e GILSON (Mauro Porrino).

Após Rainha da Sucata (1990), Silvio de Abreu foi designado pela Globo a voltar ao horário das 19 horas para segurar a audiência e conter a ascensão de programas da concorrência, como o jornalístico popularesco Aqui Agora, do SBT. Em agosto de 1992, estreou Deus nos Acuda, novela na qual o autor retomou a temática da honestidade do brasileiro – já tentada em Cambalacho (1986) – motivado fortemente pelos acontecimentos, à época, do governo de Fernando Collor. Fábio Costa em “Novela, a Obra Aberta e Seus Problemas”.

Deus Nos Acuda foi lançada com um arsenal de ideias que chamou a atenção de todos. No centro da trama estava uma sátira bem humorada do país, mergulhado numa maré de corrupção e injustiça. No entanto faltou um grande folhetim para alinhavar as críticas sociais e a comédia.
Fonte: livro “Memória da Telenovela Brasileira”, de Ismael Fernandes.

Além dos problemas do país, outra inspiração foi o filme O Segredo das Joias (1950), de John Huston, sobre um ladrão que se arrepende após participar de um grande assalto, mas é impedido de se redimir pelos outros membros do grupo.

Houve percalços para fazer a novela atingir o sucesso porque o que havia para ser criticado se perdeu quase completamente com o impeachment de Collor, bem no meio da novela. Planejada para estrear em fevereiro, mas adiada devido a questões de produção, Deus nos Acuda foi bastante prejudicada pelos acontecimentos da vida real.
No entanto, a necessidade de correções de rumo serviu para apostar definitivamente na comédia sem amarras e sem pretensões políticas – havia discursos longos sobre a moral discutível do brasileiro e nossa situação em cenas do núcleo celestial. Os romances, as situações de humor que envolviam as amigas Baby (Glória Menezes) e Xena (Carmem Verônica) e o suspense em torno da identidade do misterioso Leão, passaram a efetivamente guiar a história, que não se tornou o sucesso que poderia ter sido, mas se salvou de ser um grande fracasso. Fábio Costa em “Novela, a Obra Aberta e Seus Problemas”.

Dercy Gonçalves, uma rara presença em telenovelas, foi um chamariz para a produção. Ela viveu Celestina, o anjo que, na trama, cuidava do Brasil. Com 86 anos na época, a comediante contou com a ajuda dos atores Luís Carlos e Luci Fontes, que liam as falas para ela num ponto eletrônico. Acostumada a atuar ao vivo, a atriz improvisou e acrescentou muitos “cacos” ao texto original.

Outro destaque foi Carmem Verônica, como a fina e afetada Xena, dividindo cenas divertidas com Glória Menezes, que vivia Baby, a melhor amiga da personagem.

Dona Armênia, personagem de Aracy Balabanian em Rainha da Sucata (1990), ressurgiu nessa novela. Junto com ela, “suas três filhinhas”: Geraldo, Gérson e Gino (Marcello Novaes, Gérson Brenner e Jandir Ferrari).
O destino de Gino, que de uma novela para outra havia se tornado um homossexual, foi modificado pela direção da emissora, que impediu que ele assumisse seu romance com Wagner (Paulo César Grande).

Deus nos Acuda abordou temas de relevância social por meio do videomaker Igor (Cláudio Fontana), que ia para as ruas e colhia depoimentos para um documentário. Os depoimentos mostrados na trama eram reais. Através dos vídeos, o autor abriu espaço para o povo falar dos problemas brasileiros – como a realidade das filas do Inamps (precursor do SUS) –, e até da própria novela. No final da trama, houve uma festa para comemorar o lançamento do vídeo A Cara do Brasil. (*)

A atriz Maria Cláudia retornou à TV depois de longa ausência . Seu último trabalhou como atriz na televisão havia sido em 1983, na novela Pão-Pão Beijo-Beijo.

Francisco Cuoco, que interpretava um dos protagonistas, Otto Bismark, ficou afastado da trama por um tempo depois de sofrer uma crise de úlcera, fazendo o autor, Silvio de Abreu, reescrever doze capítulos, durante os quais a explicação dada para o sumiço de Otto foi uma viagem inesperada.

A novela teve cenas gravadas no exterior. As externas do cruzeiro em que Maria Escandalosa (Claudia Raia) e Ricardo Bismark (Edson Celulari) se apaixonam foram gravadas no navio Norway, no Caribe. As sequências de interior foram todas feitas em estúdio. Os cenários reproduziram fielmente os corredores e quartos do navio. (*)

Criado por Luiz Carlos Caligiuri, o cenário do céu era totalmente branco, cercado de luzes, transparências, e objetos metálicos e brilhantes. A parte destinada ao Brasil lembrava uma repartição pública. Para dar a impressão que o cenário estava sobre nuvens, a produção usou gelo seco. Foram necessários mais de 600 quilos nos primeiros dias de gravação. (*)

A cidade cenográfica reproduzia os arredores do porto de Santos. Construída em Jacarepaguá, ela ocupava uma área de aproximadamente 18 mil metros quadrados. (*)

A abertura de Deus nos Acuda era uma sátira e ao mesmo tempo uma denúncia à corrupção no Brasil. A equipe do designer Hans Donner criou uma grande festa de luxo onde um mar de lama – feita com uma mistura de papel, anilina e álcool – invadia o salão sem que as pessoas percebessem. A lama tragava todos e, do alto, se formava um redemoinho por onde escorriam lanchas, aviões e iates. Ao abrir a cena, via-se o mapa do Brasil sem fundo, como se estivesse escoando por um ralo.

Primeira novela na Globo dos atores Luigi Baricelli, Oscar Magrini e Cláudio Fontana.

Depois de protagonizarem o romance de Maria Escandalosa e Ricardo Bismark na novela, Claudia Raia e Edson Celulari se casaram na vida real.

Por sua atuação na novela, Jorge Dória foi eleito pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) o melhor ator coadjuvante da TV em 1992.
E Glória Menezes foi premiada com o Troféu Imprensa de melhor atriz do ano.

Deus nos Acuda foi reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo de 08/11/2004 a 25/02/2005.

(*) Fonte: site Memória Globo.

Trilha Sonora Nacional
deusnost1
01. NÃO OLHE ASSIM – Leandro & Leonardo (tema de Uli)
02. RIO E CANOA – Fábio Jr. (tema de Paco)
03. AINDA LEMBRO – Marisa Monte e Ed Motta (tema de Ricardo)
04. DEUS NOS ACUDA – Tadeu Matthias (tema de locação – Santos)
05. VENTO VENTANIA – Biquíni Cavadão (tema de Igor)
06. FALSO – Brigitte (tema de Tomás)
07. HEAVEN SEVEN – A Caverna (tema de Celestina)
08. BRIGAS – Altemar Dutra e Cauby Peixoto (tema de Félix e Gilda)
09. LA BARCA – Luis Miguel (tema de Ricardo e Maria Escandalosa)
10. MARIA ESCANDALOSA – Ney Matogrosso (tema de Maria Escandalosa)
11. TAÇA DE VENENO – Guilherme Arantes (tema de Elvira)
12. PAIXÃO ESQUECIDA – Yahoo (tema de Clarisse)
13. CANTA BRASIL – Gal Costa (tema de abertura)
14. BALADA DO OTTO – A Caverna (tema de Otto)

Trilha Sonora Internacional
deusnost2
01. WOULD I LIE TO YOU – Charles & Eddie (tema de Danilo e Valquíria)
02. MR. LOVERMAN – Shabba Ranks (tema de Gérson)
03. FRIDAY I’M IN LOVE – The Cure (tema de Geraldo)
04. BANG BANG – David Sanborn (tema de Maria Escandalosa)
05. I FALL ALL OVER AGAIN – Dan Hill (tema de Paco e Clarisse)
06. I GET A KICK OUT OF YOU – Louis Armstrong & Oscar Peterson Trio (tema de Baby)
07. HARD FIGHT – Lorrie Company
08. CRY BABY – Information Society (tema de Ricardo e Maria Escandalosa)
09. MY LOVIN’ (YOU’RE NEVER GONNA GET IT) – En Vogue (tema de locação – Santos)
10. YOU WON’T SEE ME CRYING – Wilson Phillips (tema de Uli)
11. WORK TO DO – Vanessa Williams (tema de locação – São Paulo)
12. GOOD ENOUGH – Bobby Brown (tema de Gino)
13. DECADENCE AVEC ELEGANCE – Deborah Blando (tema de Sabrina)
14. FRANTIC TEMPTATION – Peter Trad

Sonoplastia: Jenny Tausz
Produção Musical: Renato Ladeira
Direção Musical: Mariozinho Rocha
Seleção Musical da Trilha Internacional: Sérgio Motta

Tema de Abertura: CANTA BRASIL – Gal Costa
As selvas te deram nas noites seus ritmos bárbaros
Os negros trouxeram de longe reservas de pranto
Os brancos falaram de amores em suas canções
E dessa mistura de vozes nasceu o teu canto

Brasil, minha voz enternecida
Já dourou os teus brasões
Na expressão mais comovida
Das mais ardentes canções
Também a beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Na aquarela do Brasil
Eu cantei de norte a sul
Mas agora o teu cantar
Meu Brasil quero escutar
Nas preces da sertaneja
Nas ondas do rio-mar
Oh, esse rio turbilhão
Entre selvas de rojão
Continente a caminhar

No céu, no mar, na terra
Canta Brasil!…

Veja também

  • rainhadasucata_logo

Rainha da Sucata

  • bocadolixo_logo

Boca do Lixo

  • sassaricando_logo

Sassaricando

  • proximavitima_logo

A Próxima Vítima