Sinopse

O Conde Drácula deixa a Transilvânia e vem para o Brasil à procura de seu filho Rafael, que havia sido levado pela sua ama Hannah ainda pequeno.

Reencontra o filho mas se apaixona pela mulher dele, Mariana, que acredita ser a reencarnação de seu único amor no passado. Ainda enfrenta a toda poderosa Dona Marta, numa relação misteriosa.

Tupi – 19h
fevereiro de 1980

novela de Rubens Ewald Filho
direção de Atílio Riccó
supervisão de Wálter Avancini

Novela anterior no horário
Dinheiro Vivo

RUBENS DE FALCO – Vladimir
CARLOS ALBERTO RICCELLI – Rafael
BRUNA LOMBARDI – Cecília
CLEYDE YÁCONIS – Dona Marta Matos Lacerda
ISABEL RIBEIRO – Ana
PAULO GOULART – Jonathan
SERAFIM GONZALEZ – Tonico
YARA LINS – Olívia
ARLETE MONTENEGRO – Beatriz
SANDRA BARSOTTI – Nina
PAULO CASTELLI – Fernando
MARCOS PLONKA – Honorato
BÁRBARA FAZIO – Vera
CLÁUDIA ALENCAR – Alcina
AMILTON MONTEIRO – Rômulo
FLÁVIO GALVÃO
ANAMARIA DIAS
MIRIAM MEHLER
ELIAS GLEIZER
ABRAHÃO FARC
EMILIO BIASI
LIA DE AGUIAR
EDSON CELULARI
DEBORAH SEABRA
VIC MILITELLO
OSLEI DELANO
OSWALDO BARRETO
CARLOS MECENI
STELA MAIA
EDUARDO SILVA
ROSANGELA BEATO MOURA
ARMANDO AZZARI
MARIA HELENA STEINER
Bóris
MATHEUS CARRIERI – Dudu

A ideia de fazer uma novela sobre o Conde Drácula surgiu após Wálter Avancini inteirar-se do sucesso do personagem de Frank Langella na Broadway (Nova York). A Tupi, em sua fase decadente, resolveu encarar a produção e o supervisor Álvaro Moya chamou Rubens Ewald Filho pra escrevê-la.

A novela até poderia ter dado certo, mas o diretor Avancini foi demitido da emissora pouco antes de ela estrear. Drácula foi suspensa e dos 10 capítulos escritos, apenas 4 foram ao ar. A emissora entrava em sua derradeira crise, fechando suas portas meses depois (em 14 de julho de 1980), exatamente quando Drácula encontrara outra emissora (a TV Bandeirantes) para exibir sua história – com o título alterado para Um Homem Muito Especial. Rubens Ewald Filho reescreveu os 10 primeiros capítulos. Na versão da Band, a trama ganhou menos cenários, mais violência e nudez e ainda mais atores.

Todo o elenco de Dácula foi escolhido pelo próprio Avancini. As gravações aconteceram na cidade ferroviária de Paranapiacaba (SP), pois a ambientação e atmosfera lembrava muito a Inglaterra, com direito a fog londrino.

O tema de abertura da novela era a música “Classical Gas”, de Larry Fast (também conhecido como Synergy).

O vampirismo – dessa vez com humor – foi abordado por Antônio Calmon em duas novelas na Globo: Vamp (1991) e O Beijo do Vampiro (2002).

Veja também

  • marianazarei_revista

Maria Nazaré

  • gaivotas_logo

Gaivotas

  • vamp_logo

Vamp

  • beijodovampiro_logo

O Beijo do Vampiro

  • umhomemmuitoespecial

Um Homem Muito Especial