Sinopse

Pernambuco, década de 1930. Luzia (Nanda Costa) e Emília (Marjorie Estiano) são irmãs que vivem na pequena Taguaritinga do Norte, ao lado da tia Sofia (Cyria Coentro), que lhes ensinou o ofício de costureira. Enquanto Emília sonha em se mudar para a cidade grande, Luzia se conforma com a realidade ao mesmo tempo em que lida com as dificuldades de ter um braço atrofiado, por ter caído de uma árvore quando criança.

A vida destas três mulheres muda por completo quando o cangaceiro Carcará (Júlio Machado) cruza seu caminho, obrigando-as a costurar para o bando que lidera. Carcará rapta Luzia enquanto Emília sai da seca do sertão para se casar com Degas (Rômulo Estrela), tornando-se uma dama da alta sociedade recifense ao mesmo tempo em que encontra uma série dificuldades de adaptação.

Globo – 22h30
de 2 a 5 de janeiro de 2018
4 capítulos

roteiro de Patrícia Andrade
baseado no livro O Cangaceiro e a Costureira, de Frances de Pontes Peebles
colaboração de Nina Crintzs
supervisão de Daniel Burman
direção de Breno Silveira
supervisão artística de José Alvarenga Jr.
coprodução Conspiração Filmes

MARJORIE ESTIANO – Emília
NANDA COSTA – Luzia (Vitrola)
JÚLIO MACHADO – Carcará (Antônio Teixeira)
RÔMULO ESTRELA – Degas
LETÍCIA COLIN – Lindalva
CYRIA COENTRO – Sofia
CLÁUDIO JABORANDY – Dr. Duarte
RITA ASSEMANY – Dona Dulce
ÂNGELO ANTÔNIO – Dr. Eronildes
FÁBIO LAGO – Orelha
GABRIEL STAUFFER – Felipe
LÍVIA FALCÃO – Dona Conceição

Microssérie em 4 capítulos a partir do filme Entre Irmãs, de Breno Silveira (de 2 Filhos de Francisco e Gonzaga, de Pai pra Filho), lançado nos cinemas em outubro de 2017 e exibido na Globo em janeiro de 2018.

A microssérie exibe material inédito. “A série tem muitas cenas novas, especialmente das protagonistas Emília e Luzia. Temos entre vinte e trinta minutos de material inédito, que desde o início foi pensado e reservado para a TV”, explicou a roteirista Patrícia Andrade.
“Desde o início, pelo tamanho e diversidade da história e pela quantidade de personagens, avaliamos que Entre Irmãs deveria ser uma série também. Então eu e Patrícia Andrade trabalhamos nessa encomenda. A espinha dorsal é a mesma mas, na TV, há pequenas cenas que explicam melhor as personagens”, complementou o diretor Breno Silveira.

Nanda Costa, que viveu uma das protagonistas, compôs a música-tema da produção, juntamente com Lan Lanh e Sambê: Aponte, gravada por Maria Bethânia.

Tema de Abertura: APONTE – Maria Bethânia

Eeeee!
A nuvem vai fazer chover
Lavar a terra maltratada
Sem teu amor não sobra nada
A gota d´água pra viver
Tão seco assim não brota nada
És minha santa, és minha amada
Fui te encontrar pra me perder

Aponte!
Que eu não enxergo quase nada
Nem assovio, nem um pio
Pode vir raio ou trovoada
Que eu não arredo desse rio

Aponte aonde dá o norte
Aponte onde leva o rio
Aponte aonde dá o norte
Aponte onde leva o rio…

Veja também

  • trezadias_longedosol

Treze Dias Longe do Sol

  • malasartes

Malasartes

  • cidadedoshomens2016

Cidade dos Homens (2017)

  • dois_irmaos

Dois Irmãos