Sinopse

Terrível maldição em família rica: uma jovem fica emudecida por abalo psicológico.

Cultura – 18h30
de 22 de março a 21 de maio de 1965

novela de Leonor Pacheco
direção de Lúcia Lambertini e Dalmo Ferreira
produção de Lúcia Lambertini

Novela posterior no horário
As Professorinhas

EDY CERRI – Denise
XÊNIA BIER – Jeanette
KLEBER AFONSO – Piérre
SUZY ARRUDA – Madame Monsard
DIDI PACHECO – Cherie
HAYLTON FARIAS – Felipe
ÊNIO GONÇALVES – Jean
IVETE JAYME – Maria
LEONOR LAMBERTINI – Madame Lucien
HERVÊ LEBLON – Mestre
NORBERTO NARDONE – Indra
ROBERTO OROSCO – Charles
NOEL SILVA – Comissário
ANNAMARIA DIAS
A primeira novela da TV Cultura, apresentada na mais completa obscuridade.

Caracterizou-se também pela pobreza de produção e por temas pueris.

Não confundir Escrava do Silêncio com A Filha do Silêncio, novela exibida pela TV Bandeirantes em 1982.

Veja também

  • cultura60

Amor de Perdição

  • cultura60

O Moço Loiro

  • cultura60

O Tirano

  • cultura60

Sangue Rebelde