Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira, nasceu em São Luís, no Maranhão, em 10 de setembro de 1930. Escritor, poeta, dramaturgo, ensaísta, foi eleito imortal da Academia Brasileira de Letras em 2014. Poeta, participou do movimento da Poesia Concreta, para, logo depois, ser um dos criadores do Neoconcretismo. Foi militante do Partido Comunista Brasileiro e, exilado pela Ditadura Militar, viveu na União Soviética, Argentina e Chile. Ganhador de vários prêmios, tem uma vasta bibliografia publicada, entre romances de ficção e não-ficção, crônicas, poesias, ensaios e contos. Chegou a ser indicado ao Prêmio Nobel de Literatura, em 2002.

Ferreira Gullar também escreveu para o teatro, cinema e televisão. Amigo de Dias Gomes, colaborou com ele em vários de seus trabalhos, entre novelas, minisséries e seriados. Fez parte da equipe de roteiristas que lançou as “Séries Brasileiras”, em 1979, com Carga Pesada.

Faleceu em 4 de dezembro de 2016, no Rio de Janeiro, aos 86 anos. Internado há cerca de vinte dias por causa de uma insuficiência respiratória, ele morreu vítima de pneumonia.

Década de 1970

  • aplauso_logo

Aplauso

  • cargapesada79_logo

Carga Pesada (1979)

Década de 1980

  • obrigadodoutor_logo

Obrigado Doutor

Década de 1990

  • araponga_logo

Araponga

  • noivasdecopacabana_logo

As Noivas de Copacabana

  • irmaoscoragem95_logo

Irmãos Coragem (1995)

  • fimdomundo_logo

O Fim do Mundo