Sinopse

Ester (Grazi Massafera) é guia de turismo na pequena Vila dos Ventos, no Rio Grande do Norte. Ela ama, desde a adolescência, Cassiano (Henri Castelli), piloto da Força Aérea Brasileira. Entretanto, Alberto (Igor Rickli), melhor amigo de infância dos dois, e também apaixonado por Ester, arma um plano para separar a amada do amigo.

Alberto pede a Cassiano para entregar uma encomenda de diamantes para Dom Rafael (César Troncoso), na Guatemala, um suposto cliente. Na verdade, Dom Rafael é chefe da máfia local e prende Cassiano no Caribe, que vai trabalhar como escravo em uma mina de diamantes. No Brasil, Cassiano é dado como desaparecido. Ao longo do tempo, Ester descobre-se grávida dele.

Abalada pela suposta morte do amado, e seduzida por Alberto, Ester acaba se casando com o vilão. Sete anos depois, com a ajuda de seu comparsa Duque (Jean-Pierre Noher), Cassiano consegue fugir da mina e volta a Vila dos Ventos disposto a reconquistar sua amada e fazer justiça contra Alberto, que cria o seu filho, Samuca (Vitor Figueiredo).

Alberto assumiu os negócios da família – uma salina, uma mina de tungstênio e uma lavra de pedras preciosas -, antes administrados por seu avô, Dionísio Albuquerque (Sérgio Mamberti), que guarda um segredo envolvendo o pai de Ester, o judeu Samuel Schneider (Juca de Oliveira), hoje um joalheiro assombrando por lembranças do passado, quando sua família foi vítima do Holocausto, na Europa, durante a Segunda Guerra.

Globo – 18h
de 11 de março a 14 de setembro de 2013
159 capítulos

novela de Walther Negrão
escrita por Alessandro Marson, Fausto Galvão, Júlio Fischer, Suzana Pires, Vinícius Vianna e Walther Negrão
direção de Tereza Lampreia, Thiago Teitelroit, Fábio Strazzer e João Bolthauser
direção geral de Jayme Monjardim e Leonardo Nogueira
núcleo Jayme Monjardim

Novela anterior no horário
Lado a Lado

Novela posterior
Joia Rara

HENRI CASTELLI – Cassiano Soares
GRAZI MASSAFERA – Ester Schneider
IGOR RICKLI – Alberto Albuquerque
SÉRGIO MAMBERTI – Dionísio Albuquerque (Klaus Wagner)
CLÁUDIA NETTO – Guiomar
JUCA DE OLIVEIRA – Samuel Schneider
ÂNGELA VIEIRA – Lindaura
DÉBORA NASCIMENTO – Taís
RAPHAEL VIANA – Hélio
JEAN-PIERRE NOHER – Duque
STEFANY BRITO – Amaralina (Edwiges)
CÉSAR TRONCOSO – Dom Rafael Hernandez Bonilla
MORO ANGHILERI – Cristal
CACÁ AMARAL – Chico
BETE MENDES – Olívia
LUIZ CARLOS VASCONCELOS – Donato
CYRIA COENTRO – Bibiana
AÍLTON GRAÇA – Quírino
RITA GUEDES – Doralice
BRUNO GISSONI – Juliano
DANIELA ESCOBAR – Natália
LAURA CARDOSO – Veridiana
JOSÉ LORETO – Candinho
INEZ VIANNA – Maria Adília
JOSÉ HENRIQUE LIGABUE – Lino (Virgulino)
MARIA JOANA – Carol (Maria Carolina)
TAINÁ MÜLLER – Ludmila
THIAGO MARTINS – Rodrigo
MAX FERCONDINNI – Ciro
DUDU AZEVEDO – Amadeu
THAÍSSA CARVALHO – Isabel
SUZANA PIRES – Safira / Aurora
ELIAS GLEIZER – Manolo
MARCOS WINTER – Reynaldo Fonseca
LICURGO SPÍNOLA – Comandante Franco Mantovani
CINARA LEAL – Nicole
MARTA NIETO MARTINEZ – Amparo
RAFAEL ALMEIDA – Paçoquinha
RENATA ROBERTA – Dadá
LÍVIAN ARAGÃO – Marizé
GISELE ALVES – Zuleica
PATRÍCIA NAVES – Ivete
GÉSIO AMADEU – Alaor
as crianças
VITOR FIGUEIREDO – Samuca
PABLO MOTHÉ – Felipe
RENZO APROUCH – William
as gêmeas SERENA e VITÓRIA LOVATEL – Laura
e
ANA CAROLINA CARVALHO – Marizé (criança)
ANDRÉ SALVADOR – Delegado Rocha
ARTHUR DIAS – Samuel (criança)
BETTY ERTHAL – madre superiora que recebe Doralice quando ela se refugia no convento
CAMILLA CARANDINO – Teresa (hostess do bar Flor do Caribe)
CARLOS VIEIRA – Muniz
CAROL MAGNO – Vitória
CAROL PICCHI – Dalila (neta de Manolo, irmã de Aurora)
CÍNTIA CORDEIRO – Professora Irene
CLÁUDIO MENDES – Castro (advogado de Dionísio)
DADÁ COELHO – informa Lino e Carol sobre o paradeiro de Maria Adília
DUDA MAMBERTI- Dionísio (jovem)
EIKE DUARTE – Cassiano (jovem)
FERNANDA PONTES – Vanessa (secretária da ONG de Ester)
FRED, como ele mesmo, jogador de futebol, namorado de Cristal, no final
GABRIEL KAUFMANN – Mateus (menino que pratica bullying contra Felipe na escola)
HELENA VARVAKI – mãe de Samuel
HENRIQUE TAXMAN – Erick (advogado de Alberto)
IRENE ATIENZA – cantora do bar Flor do Caribe
JANINE SALLES – Lúcia (dançarina do bar Flor do Caribe)
JONAS MELLO – Arruda (capanga de Dionísio que sequestra Samuel a mando de Alberto)
JOSIÊ PESSOA – Kátia (recepcionista do Grupo Albuquerque)
JÚLIA RUIZ
JÚLIO SOUTTO – Bombom
KAREN BRUSTTOLIN – Nina (voluntária da ONG de Ester)
KITO JUNQUEIRA – Dr. Otávio (psiquiatra chamado por Guiomar para tratar de Alberto)
LEANDRO HASSUM – Jeff Glam (organizador do desfile de moda da grife de Lino)
MÁRCIO ROSÁRIO – Ramiro
MARIA POMPEO – recepcionista do hotel onde Lino e Carol se hospedam no Rio
MARISA MELO
MARIZA MARCHETTI – Márcia (médica da ONG de Ester)
MICHELLE MORAES – Jandira
ORION XIMENES – Tainha
PEDRO CASSADOR
RAUL PAPALINI
RAVEL CABRAL – Jonas
ROSANA GARCIA – Marlize (assistente social que investiga a guarda da Laura)
SABRINA PETRÁGLIA – Simone (psicóloga da ONG de Ester)
SAULO RODRIGUES – Miguel
SILVIO MATOS – padre do casamento de Ester e Cassiano
SIMONE SOARES – Regina (assistente social que investiga a guarda da Laura)
STEPHANE DOSSE – pai de Samuel
TICO CARDOSO – Lira
THERESA AMAYO – Rosa (assistente social que auxilia Doralice a adotar um bebê)
VIVIANE VICTORETTE – Marinalva (voluntária da ONG de Ester)
WILLIEN REIS
WILSON RABELO – Silvestre

– núcleo de CASSIANO (Henri Castelli), homem íntegro e de personalidade forte. De origem humilde, mora na pequena cidade praiana de Vila dos Ventos, no Rio Grande do Norte. Com esforço, conseguiu ingressar na Aeronáutica, onde é um dos melhores pilotos. Seu objetivo maior é casar com sua amada. Porém, é vítima de uma armação para separar os dois. Ao levar uma encomenda de diamantes para a Guatemala, acaba preso pelo chefe da máfia local e mandado às minas para trabalhar como escravo. No Brasil, é dado como desaparecido. Sete anos depois, consegue fugir da mina e volta a Vila dos Ventos disposto a reconquistar sua amada e fazer justiça contra o seu algoz:
os pais: CHICO (Cacá Amaral), vítima da exploração e das condições de trabalho insalubres oferecidas pela salina em que trabalha. Está pouco a pouco perdendo a visão,
e OLÍVIA (Bete Mendes), grande companheira do marido, sofre ao vê-lo perder a visão, mas faz de tudo para não demonstrar sua aflição
a irmã TAÍS (Débora Nascimento), linda e simpática, trabalha como guia de turismo, levando visitantes para passeios pelas praias e dunas
o amigo DUQUE (Jean-Piérre Noher), estelionatário de atuação internacional. Seu parceiro na prisão clandestina na Guatemala. Conseguiu fugir com ele. Quando chega a Vila dos Ventos, abre com o amigo o bar Flor do Caribe
a neta de Duque, AMARALINA (Stefany Brito), que ele não conhecia. Cosmopolita, arrojada, extrovertida e independente, está correndo o mundo a procura do avô, único parente que lhe restou, sem suspeitar que é Duque
o amigo de Chico, ALAOR (Gésio Amadeu), com quem ele trabalha.

– núcleo de ESTER (Grazi Massafera), romântica e bela, no início da história, é guia de turismo em Vila dos Ventos. Sonha em se casar com Cassiano, apaixonada desde a adolescência. Porém, seus planos de felicidade sofrem um abalo: Cassiano desaparece misteriosamente no Caribe, no momento em que ela se descobre grávida. No presente, é dona de uma empresa de turismo (na qual trabalha Taís) e de uma ONG:
os pais: SAMUEL SCHNEIDER (Juca de Oliveira), nascido na Holanda, de família judia, quando criança foi separado dos pais. Interessado desde cedo por design e fabricação de joias. Inquieto e aventureiro, chegou ao Rio Grande do Norte atrás de pedras preciosas, acabou ficando e se casou. É assombrando por lembranças do passado, de quando sua família foi vítima do Holocausto, na Europa, durante a Segunda Guerra,
e LINDAURA (Ângela Vieira), cabocla belíssima, amiga da filha e companheira do marido
os filhos: SAMUCA (Vitor Figueiredo), que teve com Cassiano,
e LAURINHA (Serena e Vitória Lovatel), que teve com o segundo marido.

– núcleo de ALBERTO (Igor Rickli), rico empresário da produção e exportação de sal e mineração de tungstênio e diamantes. Na verdade, suas salinas servem de fachada para o tráfico de diamantes. Apesar de culto e simpático no trato social, esconde a sua verdadeira face: é um homem frio e inescrupuloso, capaz de tudo para conseguir o que quer. Amigo de adolescência de Cassiano e Ester, sempre conseguiu esconder o amor que sentia por ela e a inveja por ele. Por meio de um plano diabólico, consegue separar o casal, enviando Cassiano para a Guatemala, onde ele acabou preso e foi dado como desaparecido. Assim, conseguiu envolver Ester, que, grávida, aceitou casar-se com ele. Assumiu o filho de Cassiano e teve uma filha com Ester:
o avô DIONÍSIO ALBUQUERQUE (Sérgio Mamberti), esconde o passado de um implacável tirano: ele é, na realidade, o procurado carrasco nazista KLAUS WAGNER, responsável pela desgraça da família de Samuel Schneider durante a Segunda Guerra, um segredo que vem à tona somente no final da história
a mãe GUIOMAR (Cláudia Netto), socialite que vive no eixo Paris-Nova York. Mulher fútil e vaidosa. Sua vinda a Vila dos Ventos acentua os problemas psicológicos de Alberto, que tem uma péssima relação com ela
a amiga de Guiomar, NICOLE (Cinara Leal), sua acompanhante. Dançarina profissional, vai trabalhar como coreógrafa no bar Flor do Caribe
a secretária IVETE (Patrícia Naves), eficiente, se desdobra para fazer tudo pelo chefe
a empregada ZULEICA (Gisele Alves).

– núcleo de DOM RAFAEL (César Troncoso), antigo receptador de ouro e pedras preciosas. Sob o disfarce de rico fazendeiro do Caribe, chefia a distribuição ilegal para o exterior. Parceiro comercial de Alberto e Dionísio Albuquerque, Dom Rafael, como todo bom mafioso, alia alta periculosidade a um zelo extremado pela família. A pedido de Alberto, foi o responsável pela prisão de Cassiano na Guatemala. Tinha negócios com Duque, que o traiu, por isso ele também estava preso:
a mulher AMPARO (Marta Nieto Martinez), dedicada e submissa. Não ousa desafiar a sua autoridade
a filha CRISTAL (Moro Anghileri), linda e sensual, de personalidade forte e rebelde. Não se conforma em viver sob a estreita vigilância do pai. Foge da fazenda da família para viver o seu sonho: ser cantora. Apaixona-se por Cassiano quando o conhece.

– núcleo da Base Aérea de Natal, onde trabalhava Cassiano:
RODRIGO (Thiago Martins), de família humilde. Um amigo leal, nunca acreditou que Cassiano desapareceu por vontade própria, nem nunca confiou em Alberto, principalmente depois que ele se casou com Ester
CIRO (Max Fercondini), de família abastada, um tanto mimado
AMADEU (Dudu Azevedo), filho, neto e bisneto de pilotos da Aeronáutica. Sério, compenetrado e de poucas palavras
ISABEL (Thaíssa Carvalho), a melhor piloto da Aeronáutica. Investiga minas clandestinas e tráfico de pedras preciosas. Linda, porém durona e concentrada no trabalho. É respeitada pela tropa, mas é objeto de desejo de Ciro e a grande paixão de Amadeu
COMANDANTE MANTOVANI (Licurgo Spínola), da FAB em Natal. Envolve-se com Taís.

– núcleo de QUIRINO (Aílton Graça), um “faz-tudo” em Vila dos Ventos. Soteropolitano de nascimento, mas potiguar de coração. Às vésperas de se ordenar padre, um fato mudou sua vida e o fez abandonar a batina:
a mulher DORALICE (Rita Guedes), misto de cozinheira, copeira e governanta da casa de Dionísio Albuquerque. Ao logo da trama, separa-se do marido
os filhos adotados: JULIANO (Bruno Gissoni), pescador, rapaz calmo, concentrado, trabalhador e honesto
e WILLIAM (Renzo Aprouch), garoto esperto e risonho.

– núcleo de NATÁLIA (Daniela Escobar), bióloga e pesquisadora na área marinha. Protótipo da workaholic focada. Há tempos decidiu que não há lugar, em sua vida, para envolvimentos amorosos. Porém, será surpreendida ao se descobrir apaixonada por Juliano, que, além de ser um simples pescador, é muito mais jovem do que ela:
as filhas: LUDMILA (Tainá Muller), controladora, vaidosa e mimada. Passa por uma transformação interna em Vila dos Ventos: de mimada à generosa, de egoísta à humanista,
e CAROL (Maria Joana), divertida, descolada, livre, não gosta de controle
o ex-marido REYNALDO FONSECA (Marcos Winter), pai controlador de Ludmila e Carol. Empresário da cantora Cristal no Brasil.

– núcleo de DONATO (Luiz Carlos Vasconcelos), mestre-pescador que comanda uma traineira, a bordo da qual ele e outros homens partem diariamente para o trabalho da pesca:
a mulher BIBIANA (Cyria Coentro), cozinheira de mão cheia, comanda um quiosque que é ponto de encontro dos turistas
os filhos: HÉLIO (Raphael Viana), rapaz ambicioso, nem cogita ser pescador como pai ou dono de quiosque como a mãe. No início, é namorado de Taís. Em sua busca de ascensão, vai conquistar a confiança de Dionísio Albuquerque e trabalhar como seu braço direito,
PAÇOQUINHA (Rafael Almeida), introvertido, inseguro e atrapalhado. Vai viver um romance turbulento com Amaralina, garota que é o seu oposto,
FELIPE (Pablo Monthé), sofre bullying na escola,
e MARIZÉ (Lívian Aragão)

– núcleo de VERIDIANA (Laura Cardoso), neta de cangaceiros, é uma mulher de fibra. Criou sozinha os três netos, dos quais exige obediência:
os netos: CANDINHO (José Loreto), um adulto com alma de criança. Não se separa de sua cabra Ariana, vendendo leite ordenhado na hora, de porta em porta. Um tipo fantasioso, que acredita tanto em anjos como em mula-sem-cabeça e extraterrestres. Tido como “aluado”, vive cercado pelas crianças,
LINO (José Henrique Ligabue), batizado VIRGULINO pela avó, prefere ser chamado pelo apelido. Rapaz bonito, atrai as mulheres, mas sua timidez o impede de aproximar-se delas. De poucas palavras, sua principal companhia é a sanfona herdada do avô,
e DADÁ (Renata Roberta), bem-humorada e divertida
a filha MARIA ADÍLIA (Inez Vianna), mãe de Candinho, Dadá e Lino. Quando jovem, envolveu-se fortuitamente com Dionísio e, dessa relação, nasceu Candinho. Mas o empresário recusou-se a assumir o menino e ameaçou matá-lo, se ela não desaparecesse. Foi embora de Vila dos Ventos e deixou os filhos com a mãe. Encontrada por Lino, decide voltar.

– núcleo de AURORA (Suzana Pires), de origem cigana, a imagem e semelhança da falecida mãe, SAFIRA. Advogada, trabalha em uma organização que se dedica à localização, investigação e punição de criminosos de guerra. Ajudou a capturar Klaus Wagner:
o avô MANOLO (Elias Gleizer, participação), cigano, amigo de Samuel, sobrevivente do Holocausto como ele, outra vítima de Dionísio Albuquerque, que entregou seus pais para os nazistas. Ajudou na investigação contra Klaus Wagner, a identidade secreta de Dionísio. Durante o tempo que passou em Vila dos Ventos, encantou-se por Veridiana
a irmã DALILA (Carol Picchi, participação), cigana, como o avô.

Flor do Caribe tinha ambientação que lembrava outras novelas de Walther Negrão: Tropicaliente (1994), onde o Ceará foi o principal cenário, e Como uma Onda (2004-2005), em Florianópolis. Desta vez, o Rio Grande do Norte foi o estado escolhido para retratar a história.
Várias praias e cidades serviram de locações: entre outros, a cidade de Currais Novos, as dunas e a praia de Genipabu, a praia de Malembá, a praia da Sibaúma, o Mirante do Chapadão e a praia do Amor, em Pipa.

A novela também teve cenas gravadas na Guatemala (América Central), em pontos como o vulcão Pacaya, as cidades de Tikal, Lago Izabal e Semuc Champey. O país recebeu aproximadamente 80 profissionais das equipes de produção, cenografia, figurino, caracterização, arte, direção, técnica e elenco, durante vinte dias no mês de janeiro de 2013.

Sobre a escolha pela Guatemala, explicou o diretor Jayme Monjardim:
“Tínhamos que escolher um país do Caribe para gravar. Eu pesquisei muito a América Central, olhei bastante, até chegar a Guatemala. Quando cheguei, vi que lá tinha todos os lugares mais incríveis que eu já tinha visto e era perfeito para a novela. É um país muito bonito, com um clima e cores maravilhosas.”

A fotografia e as belas paisagens retratadas foram o diferencial. Flor do Caribe – como nem poderia deixar de ser – foi uma novela solar, iluminada, esteticamente bem concebida e realizada, exemplo de um bom casamento entre direção e proposta estética. Contrasta com o trabalho anterior de Negrão, Araguaia (2010-2011), que tinha uma direção mais carregada e um aspecto soturno (quando comparada a Flor do Caribe).

A trama começou com uma história de vingança que sugeria o romance O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas. Porém, nas mãos de Negrão e sua equipe de roteiristas, a história tomou rumo próprio. O charme da aviação remeteu ao filme Top Gun (1986) – o que também ficou apenas na sugestão.

A alusão ao nazismo confundiu, por conta da idade do personagem Dionísio Albuquerque (Sérgio Mamberti, em ótima atuação). Ele era o carrasco nazista responsável pela desgraça da família do judeu Samuel Schneider (Juca de Oliveira), uma criança na época da Segunda Guerra. O problema é que Sérgio Mamberti, em cena, parecia mais novo que Juca. Este pormenor chamou a atenção e poderia ter sido evitado.
De qualquer maneira, vale a abordagem ao nazismo, raramente vista em nossa Teledramaturgia – como na minissérie Aquarela do Brasil (2000), de Lauro César Muniz, dirigida pelo próprio Monjardim.

Entre outras temáticas de interesse social, Flor do Caribe tratou dos problemas relacionados à catarata (doença nos olhos), por meio do personagem Chico (Cacá Amaral), e do bullying na fase escolar, com o garoto Felipe (Pablo Mothé).

O ritmo sem pressa de Flor do Caribe talvez a tenha prejudicado na audiência: a novela fechou com uma média final de 21 pontos no Ibope da Grande São Paulo, abaixo do esperado pela emissora.
Apesar de Negrão ter recorrido a explosões de minas e a algumas perseguições cinematográficas – no céu e na terra -, no geral, o autor cozinhou a história de Flor do Caribe em fogo brando ao longo de seus seis meses de exibição. Bom por não ter tido atropelos. Por outro lado, cobrava-se um pouco mais de dinamismo no desenrolar das tramas. Na última semana da novela, a história já tinha praticamente se esgotado na terça-feira, com a prisão do nazista Dionísio.

A maior audiência de Flor do Caribe aconteceu no capítulo exibido em 26/06/2013: 28 pontos, superando a audiência da novela das sete, Sangue Bom, que registrou 27 pontos neste dia.
No dia seguinte, 27/06, Flor do Caribe registrou sua segunda melhor audiência: 27 pontos de média, voltando a superar a audiência de Sangue Bom, que desta vez marcou 26 pontos.

No elenco bem dirigido, além dos veteranos Sérgio Mamberti, Laura Cardoso, Juca de Oliveira e Elias Gleizer, vale destacar a atuação de duas duplas de atores: Luiz Carlos Vasconcelos e Cyria Coentro (ótimos como o casal Donato e Bibiana), e Cláudia Netto e Igor Rickli (Guiomar e Alberto, mãe e filho).

Ao longo da novela, o estreante em televisão Igor Rickli cresceu com seu personagem, o vilão Alberto – apesar das críticas recebidas no início. Da metade em diante, Alberto já monopolizava toda a ação. Sorte do ator, em ganhar um personagem tão rico – mais do que o casal protagonista, Cassiano e Ester (Henri Castelli e Grazi Massafera). E mérito dele em conseguir levá-lo de forma tão intensa.
Algumas das cenas divididas com Cláudia Netto foram as mais bonitas e emocionantes da novela. Cláudia é outra atriz “revelada” em Flor do Caribe – apesar de já ter atuado em outras novelas anteriormente.

Presença no elenco do ator uruguaio César Troncoso, da atriz argentina Moro Anghileri e da atriz espanhola Marta Nieto Martinez.

Além de Igor Rickli, também a estreia em novelas da atriz Lívian Aragão e do ator Vitor Figueiredo (menino na época).

Flor do Caribe bateu o recorde (até então) de ações de merchandising entre as novelas do horário das seis da Globo.

No dia 20/06/2013, a novela não foi exibida devido aos protestos e manifestações populares pelo país, com transmissões ao vivo pela TV Globo.
Em 26/07, deixou novamente de ser exibida, desta vez por causa da cobertura da vinda do Papa Francisco ao Brasil, na Jornada Mundial da Juventude de 2013.

Apesar de ambientada no Rio Grande do Norte, as belas imagens da abertura da novela são das praias das cidades de Prado e Cumuruxatiba, no litoral sul da Bahia.

O primeiro título pensado para a novela era O Caribe É Aqui.

Trilha Sonora Nacional

flordocaribet1
01. LUZ ACESA – Ana Carolina (tema de Taís e Mantovani)
02. EM PAZ – Maria Gadú e 5aseco (tema de abertura)
03. FEITO PRA ACABAR – Marcelo Jeneci (tema de Cassiano)
04. DONA DE SETE COLINAS – Alceu Valença (tema de Ester)
05. MIRAGEM – Dani Black (tema de Doralice e Quirino)
06. CANÇÃO DA TERRA – O Teatro Mágico (tema de locação: Vila dos Ventos)
07. PONTE – Paula Fernandes e Marcus Viana (tema de Donato)
08. CUIDA DE MIM (DREAMING OF YOU) – Tânia Mara (tema de Ester e Cassiano)
09. ERA SÓ PRA SER (LOVE) – Maurício Manieri
10. CACOS DE AMOR – Luiza Possi e Zizi Possi (tema de Ester e Cassiano)
11. VALSA DO ADEUS – Rafael Almeida (tema de Paçoquinha e Marinalva)
12. FACE DE NARCISO – Jorge Vercilo (tema de Alberto)
13. SORRISO DE LUZ – Djavan (tema de Carol e Lino)
14. A CANÇÃO QUE FALTAVA – Isabella Taviani (tema de Juliano e Natália)
15. PRIMEIRO RAIO DE SOL – Banda Nego Joe (tema de Rodrigo, Ciro, Amadeu e Isabel)
16. MINHA VIDA É TE AMAR – Elba Ramalho (tema de Donato e Bibiana)
17. XOTE DAS MENINAS – Alinne Rosa (tema de Dadá)
18. RAINHA – Maciel Melo, Naná Vasconcelos e Xangai (tema de Lindaura)

Trilha Sonora Internacional

flordocaribet2
01. BLUES DE MAR – Gaby Moreno (tema de Duque e Guiomar)
02. ES POR TI – Juanes (tema de Ester e Cassiano)
03. LOVE IS A VERB – John Mayer (tema de Amadeu e Isabel)
04. BOTTOM OF THE SEA – Matt Nathanson (tema de Hélio e Taís)
05. MI NOVIA SE ME ESTA PONIENDO VIEJA – Ricardo Arjona
06. SABIA MANERA – Juan Luis Guerra
07. LIKE A ROSE – Maria Gadú (tema de Juliano e Natália)
08. IT´S A FLUKE – Tiago Iorc (tema de Carol e Lino)
09. IF – Sam Harris (tema de festas)
10. QUEDATE – Blank & Jones Ambient Mix (tema de Cristal)
11. INVISIBLE – Pet Shop Boys (tema da boate Flor do Caribe)
12. THE REASON OF MY SMILE – Kevin White (tema de Rodrigo e Amaralina)
13. HOLOCENE – Jesuton
14. INMENSIDAD – Mystic Diversions featuring Farias
15. DREAMING ABOUT ANOUSHKA (instrumental) – Buddhattitude
16. LA CHICA DE IPANEMA (GAROTA DE IPANEMA) – Jarabe de Palo e Tere Bautista (participação de Josemi Carmona na guitarra) (tema de Mila)
17. NOSTALGIA PASAJERA – Antônio Villeroy

Tema de Abertura: EM PAZ – Maria Gadú e 5aseco

Caiu do céu, se revelou
Anjo da noite e das manhãs
Pra amanhecer em par, em paz
E quanto mais, melhor

Você, sol de verão que faz chover
Som da maré, é luz e cor
Pro bom da vida acontecer
Onda que invade é o amor

Queria ser navegador
Desse teu mundo estelar
Lua que amansa o meu desejo
Estrela azul, me leva

Caiu do céu, se revelou
Anjo da noite e das manhãs
Pra amanhecer em par, em paz
E quanto mais, melhor

Você, beleza rara de se ver
Mágica música no tom
Uma escultura de Debret
O meu poema de Drummond

Queria ser navegador
Desse teu mundo estelar
Lua que amansa o meu desejo
Estrela azul, me leva

Queria ser navegador
Desse teu mundo estelar
Lua que amansa o meu desejo
Estrela azul, me leva…

Veja também

  • solnascente

Sol Nascente

  • comoumaonda_logo

Como uma Onda

  • desejoproibido_logo

Desejo Proibido

  • araguaia_logo

Araguaia