Sinopse

Decidido a mudar seu destino, Gonzaga (Land Vieira/Nivaldo Expedito de Carvalho) sai de casa jovem e segue para a cidade grande em busca de novos horizontes e para apagar uma tristeza amorosa. Lá, ele conhece uma bela mulher, Odaléia (Nanda Costa), por quem se encanta. Após o nascimento do filho e complicações de saúde da esposa, ele decide voltar para a estrada para garantir os estudos e um futuro melhor para o herdeiro. Para isso, deixa o pequeno aos cuidados de amigos no Rio de Janeiro e sai pelo Brasil afora.

Gonzaga só não imaginava que essa distância entre eles faria crescer uma complicada relação, potencializada pelas personalidades fortes de ambos. Baseada em conversas realizadas entre pai e filho, essa é a história do cantor e sanfoneiro Luiz Gonzaga (Adélio Lima), também conhecido como O Rei do Baião ou Gonzagão, e de seu filho, popularmente chamado de Gonzaguinha (Júlio Andrade).

Globo – 23h15
de 15 a 18 de janeiro de 2013
4 capítulos

roteiro de Patrícia Andrade
colaboração de George Moura
direção de Breno Silveira
direção de núcleo de Guel Arraes
coprodução com a Conspiração Filmes

LAND VIEIRA – Luiz Gonzaga (adolescente)
NIVALDO EXPEDITO DE CARVALHO (CHAMBINHO DO ACORDEON) – Luiz Gonzaga (jovem)
ADÉLIO LIMA – Luiz Gonzaga (velho)
NANDA COSTA – Odaléia Guedes dos Santos
JÚLIO ANDRADE – Gonzaguinha
JOÃO MIGUEL – Miguelzinho
LUCIANO QUIRINO – Xavier
SILVIA BUARQUE – Dina
ANA ROBERTA GUALDA – Helena
CLÁUDIO JABORANDY – Januário
CYRIA COENTRO – Santana (mãe de Gonzagão)
ZEZÉ MOTTA – Priscila
DOMINGOS MONTAGNER – Raimundo Deolindo
CECÍLIA DASSI – Nazinha (Nazarena)
ALISON SANTOS – Gonzaguinha (criança)
GIANCARLO DI TOMMASO – Gonzaguinha (jovem)

Cinebiografia do cantor e sanfoneiro Luiz Gonzaga – também conhecido como O Rei do Baião, ou Gonzagão – em homenagem ao seu centenário, completado em 12 de dezembro de 2012.
Mais um caso de filme lançado no cinema que passou por uma edição para ser exibido como microssérie na televisão – a exemplo de Xingu, apresentada pouco antes, em dezembro de 2012.
O filme chegou à TV apenas um mês após ter saído de cartaz dos cinemas, onde foi visto por cerca de 1,5 milhão de espectadores.

O cineasta Breno Silveira assinou o filme Dois Filhos de Francisco, em 2005. Em 2012, apresentou À Beira do Caminho, com canções de Roberto Carlos. Com Gonzaga, de Pai para Filho, a música brasileira novamente servia de pano de fundo, no caso, as cantadas por Gonzagão e Gonzaguinha.

A microssérie teve algumas cenas inéditas, como um novo prólogo, material de arquivo inédito e algumas músicas que não entraram no filme.
“A TV tem um outro ritmo, é mais acelerada. No cinema você está fechado numa sala, não tem nem como sair. Então você tem outro tempo, talvez até um ritmo mais encantador”, explicou o diretor, que mexeu na edição do material.

O roteiro foi assinado por Patrícia Andrade com a colaboração de Goeorge Moura, a mesma dupla que roteirizou a recente microssérie O Canto da Sereia.

Nivaldo Expedito de Carvalho, mais conhecido como Chambinho do Acordeon, foi selecionado entre mais de 5 mil candidatos para interpretar Luiz Gonzaga. Ele nunca tinha atuado antes. Sua inscrição para a disputa pelo papel, aliás, foi feita pela esposa, Daniela Piccino.

As filmagens começaram em 11/12/2011, com a gravação de um show no Marco Zero, no Recife, com as presenças de Chambinho do Acordeon, Nando Cordel, Jozildo Sá e Santana. Depois, a equipe retomou as filmagens em fevereiro de 2012, com locações nas cidades de Exu (onde Luiz Gonzaga nasceu), Rio de Janeiro e nos arredores da Serra do Araripe.

Veja também

  • ondenascemosfortes

Onde Nascem os Fortes

  • cidadedoshomens2016

Cidade dos Homens (2017)

  • cantodasereia_logo

O Canto da Sereia

  • amoresroubados_logo

Amores Roubados