Bastidores

Ilusões Perdidas foi produzida pela TV Globo de São Paulo, antiga TV Paulista, na época recém-comprada por Roberto Marinho, que havia acabado de inaugurar a TV Globo.

É, portanto, oficialmente a primeira novela diária da TV Globo. No Rio de Janeiro, começou exibida às 19h30, de segunda a quarta-feira. A partir de maio, passou a ocupar o horário das 22 horas, de segunda a sexta-feira.

Leila Diniz, no papel de vilã, e Reginaldo Faria protagonizavam a trama, formando um par romântico.

Inicialmente, Ilusões Perdidas teve direção de Líbero Miguel, substituído por Sérgio Britto. (Site Memória Globo)

A TV Paulista já havia exibido, ao vivo, uma versão de Ilusões Perdidas, sob a direção do mesmo Líbero Miguel. Osmar Prado fez parte do elenco das duas produções. (Site Memória Globo)

Primeira novela dos atores Leila Diniz, Reginaldo Faria e Mírian Pires.

Por ser a primeira novela da Globo, esta é também a estreia na emissora de atores que fizeram a história da televisão: além de Leila Diniz, Reginaldo Faria e Mírian Pires: Norma Blum, Osmar Prado e Emiliano Queiroz.

Infelizmente não existem mais registros dessa novela, apagados porque as fitas foram reutilizadas (prática comum na época) ou porque perderam-se em um dos incêndios na TV Globo (1969, 1971 e 1976).

Globo – 22h
de 26 de abril a 30 de julho de 1965 (Rio)
agosto de 1965 (SP)
56 capítulos

novela de Ênia Petri
direção de Líbero Miguel e Sérgio Britto

Novela posterior no horário
Rosinha do Sobrado

REGINALDO FARIA
LEILA DINIZ
NORMA BLUM
JOANA DUARTE
MÍRIAN PIRES
OSMAR PRADO
EMILIANO QUEIRÓZ
MARCOS GRANADO

Veja também

  • paisdeprimeira

Pais de Primeira

  • globo60

Rua da Matriz

  • cidadeaberta

22-2000 Cidade Aberta

  • tnt

TNT