Heloísa Jorge (Gilda) e Ágata Moreira (Jô/Josiane) (foto: reprodução)

Vamos voar!” – PEREZ, Glória, 2013.

Só em novela de Walcyr Carrasco uma freira que passou a vida enclausurada em um convento é mais esperta, descolada e ardilosa que uma empresária que fez fortuna vendendo bolos (Maria da Paz). Até aí, já é bastante questionável ficar podre de rico só vendendo bolo (com o tamanho da fábrica e apenas 1 administrador). Percebe como, para justificar as tramas de sua novela “A Dona do Pedaço“, o autor empobrece a narrativa com recursos e entrechos fáceis, em que a lógica é o que menos importa? Vale a Lei de Perez: “Vamos voar!“.

Não vou nem entrar no mérito de que todas as tramas de “A Dona do Pedaço” são requentadas, quando não de histórias do próprio autor, de outros autores (fica para um próximo texto).

Muitas das novelas dos horários das seis e sete da noite – com propostas pueris de mero escapismo e diversão – têm tramas melhor elaboradas. Na verdade, com sua proposta realista não sendo levada a sério, “A Dona do Pedaço” parece uma novela das sete exibida às nove – longe de mim menosprezar as novelas dos horários das seis e sete da noite!

Reynaldo Gianecchini (Régis) e Juliana Paes (Maria da Paz) (foto: reprodução)

Gilda (Heloísa Jorge) recuperou-se de um câncer e não quer perder o marido Amadeu (Marcos Palmeira) para Maria da Paz. Ainda assim, como Gilda cai tão facilmente na conversa para boi dormir de Josiane (“Meu nome é Jô!BINGO!) de que ela precisa mentir para o marido que ainda está doente para segurar o casamento? Bastante questionável, em 2019, uma pessoa madura e supostamente esclarecida e estudada que vive em um grande centro urbano aceitar tal proposta.

O pacto do autor com seu público é: ele força a barra e a gente esquece que Gilda é uma pessoa madura e supostamente esclarecida e estudada que vive em um grande centro urbano. Sim, Gilda está fragilizada pela doença. Porém, só sendo muito, muito simplória para cair nesse papinho de Jô/Josiane. E quanto ao público, só sendo muito, muito complacente com a novela para aceitar tal trama. Em pleno 2019, com Netflix e afins, já não era para termos novelas com histórias minimamente mais instigantes?

Veja também

  • adonadopedaco2

A Dona do Pedaço

  • amoravida_logo

Amor à Vida

  • verdadessecretas_logo

Verdades Secretas

  • ooutrolado

O Outro Lado do Paraíso