Sinopse

Letícia é uma presidiária que trabalha como secretária e telefonista do presídio onde cumpre pena por um crime que, assegura, não cometeu. Tendo cumprido cindo dos quinze anos de reclusão aos quais foi condenada por homicídio, sua situação é mais um dos casos de erro judicial. Criada a um passo da delinqüência, ela foi parar em um reformatório após o desaparecimento de sua mãe de criação. E ali acabou sendo acusada pelo crime que a levou à prisão.

André é um advogado de família rica, dono de uma revista de moda. Uma ligação telefônica, feita por Letícia, acaba caindo, por engano, no telefone de André. Os dois conversam por alguns minutos e, reciprocamente fascinados um pela voz do outro, são tomados por uma atração instantânea. Daí em diante, eles vão se envolver em um complicado e fascinante romance.

Record
de 30 de março a 10 de setembro de 1999
141 capítulos

novela de Yves Dumont
baseada no original de Alberto Migré
escrita por Yves Dumont, Lílian Viveiros e Paulo Cabral
direção de Jacques Lagoa e Rodolfo Silot
direção geral de José Paulo Vallone
produzida pela JPO

Novela anterior
Estrela de Fogo

Novela posterior
Tiro e Queda

KARINA BARUM – Letícia Moraes
MAURÍCIO MATTAR – André Albuquerque
SUZY RÊGO – Vera Soares
GRACINDO JÚNIOR – Miguel de Albuquerque
GLAUCE GRAIEB – Teresa
MARIA ALVES – Iracema Rangel
LOLITA RODRIGUES – Helena
ALTAIR LIMA – Jacinto Leão
CARLO BRIANI – Domênico de Lucca
ROSALY PAPADOPOL – Bianca
GEÓRGIA GOMIDE – Joana Soares
CÁSSIA LINHARES – Carla de Holanda
RODRIGO VERONESE – Cadu
ÂNGELA FIGUEIREDO – Suzana
INGRA LIBERATO – Soninha 38
ELIETE CIGARINI – Aracy Bandeira
PAULO LEITE – Gil
MATHEUS CARRIERI – Pedrão
VIVIANE PORTO – Amanda
MAURÍCIO XAVIER – Bira
FABIANA ALVAREZ – Juliana
ERNANDO THIAGO – Daniel
CARLA PAGANI – Matilde
RÉGIS MONTEIRO – Custódio
CRÉO KELLAB – Thiago
TUCA GRAÇA – Rico (Ricardo Holanda)
CÁTIA FONTINELLI – Camila
e
VANUSA SPINDLER – Débora
ROGÉRIO FRÓES – juiz
ÊNIO GONÇALVES – relator
SÉRGIO BUCK – Evandro (advogado de Miguel)
– núcleo de MIGUEL (Gracindo Jr.):
a mulher TERESA (Glauce Graieb) com quem vive um casamento de fachada
os filhos ANDRÉ (Maurício Mattar) e CADU (Rodrigo Veronese)
o motorista CUSTÓDIO (Régis Monteiro)
a empregada MATILDE (Carla Pagani).

– núcleo do presídio:
o diretor JACINTO LEÃO (Altair Lima)
a carcereira ARACY (Eliete Cigarini)
as presas LETÍCIA (Karina Barum), que se apaixona por André,
e SONINHA 38 (Ingra Liberato).

– núcleo de VERA (Suzy Rêgo):
a mãe JOANA (Geórgia Gomide)
o irmão DANIEL (ERNANDO THIAGO)
o ex-namorado PEDRÃO (Matheus Carrieri), um marginal, irmão de Matilde.

– núcleo da assistente social SUZANA (Ângela Figueiredo):
o marido GIL (Paulo Leite)
a irmã CARLA (Cássia Linhares), noiva de André no início da história
o filho RICO (Tuca Graça)
a empregada HELENA (Lolita Rodrigues), mãe de Letícia, a quem abandonou quando criança.

– núcleo de IRACEMA (Maria Alves), outra das presas, o amor do passado do Miguel:
os filhos AMANDA (Viviane Porto), que tem vergonha da mãe,
e BIRA (Maurício Xavier)
o fotógrafo THIAGO (Créo Kellab), apaixonado por Amanda.

– núcleo de DOMÊNICO (Carlo Briani), antigo empregado de Miguel, hoje dono de uma pizzaria:
a mulher BIANCA (Rosaly Papadopol)
a filha JULIANA (Fabiana Alvarez), que se envolve com Bira.

Reedição da novela 2-5499 Ocupado, produzida pela Excelsior em 1963, lembrada por ter sido a primeira telenovela diária brasileira. A trama original teve apenas 42 capítulos e 12 personagens. Em Louca Paixão os números subiram para 132 capítulos e o elenco com 30 personagens.

Problemas reais e contemporâneos da rotina carcerária, como o homossexualidade, drogas e violência, foram enfocados na novela. O autor Yves Dumont, porém, ressaltou que essas situações serviram apenas como pano de fundo da trama, que explorou mais o lado romântico.

A novela teve um suspense: quem matou Pedrão (Matheus Carrieri)? Foram gravados três finais diferentes, onde os assassinos eram Vera (Suza Rêgo), Teresa (Glauce Graieb) e Gil (Paulo Leite). No final que foi ao ar, a assassina era Vera, cansada das chantagens de Pedrão, seu ex-namorado. A moça, que estava em liberdade condicional, voltou então parao presídio.

Das três novelas produzidas pela Record em conjunto com a JPO, essa foi a mais bem sucedida, com média de 11 pontos, contra os 7 de Estrela de Fogo e os 5 de Tiro e Queda.

Maurício Mattar só aceitou sair da Globo para fazer essa novela se tivesse um espaço para cantar. Cantou várias músicas durante a novela, inclusive o tema de abertura.

A novela teve cenas gravadas no presídio do Hipódromo, em São Paulo, desativado em 1995, onde hoje funciona o Sistema de Saúde do sistema penitenciário de São Paulo.

Louca Paixão foi reprisada às 17 horas a partir de 29/07/2002. Em 26/08, passou para as 14 horas, onde ficou até seu final, em novembro do mesmo ano.
Ganhou uma nova reprise entre 14/08/2006 e 26/01/2007, às 14h30.

Trilha Sonora
loucapaixaot
01. LOUCA PAIXÃO – Maurício Mattar (tema de abertura/tema de Letícia e André)
02. JEITO SEXY (SHY GUY) – Fat Family
03. AZUL DA COR DO MAR – Sandra de Sá (tema de Carla)
04. JULIANA – Bom Balanço (tema de Juliana e Bira)
05. PURO ÊXTASE – Barão Vermelho
06. ETERNAMENTE – Sem Compromisso
07. PRESENTE DE UM BEIJA-FLOR – Nativus (tema de Cadu)
08. LANTERNA DOS AFOGADOS – Os Paralamas do Sucesso
09. CONTIGO APRENDI – Juan Duran
10. NÃO FOI À TOA – Soweto
11. DECLARAÇÃO DE AMOR – Daniel
12. MANIA DE VOCÊ – Pepê e Neném
13. EU E VOCÊ – Gibba
14. NEON – Lélia Alves

Produção Musical: Wallace dos Santos
Direção Musical: Santiago Ferraz

Tema de Abertura: LOUCA PAIXÃO – Maurício Mattar
Não podia imaginar
Que isso fosse acontecer
Como fui me apaixonar
Mesmo sem te conhecer
Sua voz de repente entrou numa linha cruzada
E me envolveu
Fez o meu coração disparar
Quase me enlouqueceu
Uma voz tão diferente
Tão gostosa de se ouvir
Não sai mais da minha mente
Nem me deixa mais dormir
Não adianta ficar desse jeito
Assim, sem saber
Eu agora preciso te ver
Vou te achar seja lá onde for
Tudo que eu quero eu consigo, pode acreditar
Não sei como, mas vou te encontrar
De repente o que eu sinto é amor
Minha louca paixão
Minha louca paixão
Deixa eu sentir que é verdade
Que a felicidade não é ilusão
Minha louca paixão
Minha louca paixão
Tudo o que eu quero na vida é encontrar
Vida em seu coração…

Veja também

  • capitao7

Capitão 7

  • zedocaixao_foto

Um Show do Outro Mundo

  • vilaesperanca_logo

Vila Esperança

  • almadepedra_logo

Alma de Pedra (1998)

  • 25499ocupado_logo

2-5499 Ocupado