Sinopse

Mandacaru, planta que nasce no sertão, dá o nome a essa história que tem o cangaço como tema, retratando seus costumes e discutindo a questão da terra.

Ambientada nos anos 30, em Jatobá, sertão da Bahia, a trama inicia-se após a morte de Lampião e Maria Bonita. O novo chefe do bando de cangaceiros é Tirana, que, como vingança aos coronéis da região, rouba Juliana, filha de um poderoso latifundiário. O seqüestro acontece quando a moça estava no altar, pronta para se casar com o Dr. Edgar, médico da cidade, mesmo sendo apaixonada pelo Tenente Aquiles. Tirana leva a moça a cavalo para sua aldeia e, inesperadamente, os dois se apaixonam. Juliana entra então na luta pela causa de seus seqüestradores.

Enquanto isso, Zebedeu, chefe de outro bando, ambicioso em tomar o poder, ataca Jatobá. O vilão assume o poder da cidade
e, acreditando ser um enviado de Dom Sebastião, graça concedida por uma beata, instaura um poder monárquico se intitulando Imperador de Jatobá.

No meio da história surge Salustiano e Isadora, um casal falido vindo da capital. Eles são vítimas de Zebedeu e, como todos os demais moradores, ficam presos na cidade. Mas Zebedeu apaixona-se por Isadora e deseja casar com ela a todo custo, embora sempre sendo enrolado pela mesma.

No meio de vinganças, jogos políticos e mulheres que desejam o amor verdadeiro e a felicidade de poder ser mães, a vida de cangaceiros e coronéis do sertão é apresentada.

Manchete – 21h30
de 12 de agosto de 1997
a 8 de agosto de 1998
259 capítulos

novela de Carlos Alberto Ratton
roteiro de Calixto de Inhamuns e Douglas Salgado
escrita por Gregório Bacic e Clóvis Levi
colaboração de Zeno Wilde, Tyrone Feitosa e Yoya Wursh
trama principal inspirada no romance Dente de Ouro de Menotti Del Picchia
direção de Ivan Zettel, Lizâneas Azevedo, Luís Antônio Pillar, Jacques Lagoa e Felipe S. Tenreiro
direção geral de Wálter Avancini

Novela anterior no horário
Xica da Silva

Novela posterior
Brida

VICTOR WAGNER – Tirana
CARLA REGINA – Juliana
MURILO ROSA – Tenente Aquiles
BENVINDO SIQUEIRA – Zebedeu
JONAS MELLO – Coronel Honorato Guedes
CARLOS ALBERTO – Padre Waldeck
ALTAIR LIMA – Desidério
MIRIAN PIRES – Vó Zabé (Isabel)
JOSÉ DUMONT – Terto
JAYME PERIARD – Zagaia
JOANA LIMAVERDE – Neném
ÂNGELA LEAL – Olívia
JANDIR FERRARI – Dr. Edgar
OSWALDO LOUREIRO – Maldonado
GUILHERME PIVA – Frei Dodô (Domingos)
ELIANA GUTTMAN – Nevinha
TERESA SEQUERRA – Dinda
ALBY RAMOS – Agenor
ANSELMO VASCONCELLOS – Coronel Fenelon
ALESSANDRA MAIA – Mariá
ALEXANDRA MARZO – Madalena
ALEXANDRE ZACCHIA – Sereno
ALEXIA DESCHAMPS – Arlete
AMANDA PINHEIRO – Tetê
AMAZYLES DE ALMEIDA – Açuçena
ANA PRADO – Divina
ANDERSON DE AGUIAR – Mistura Fina
ANDRÉ MATTOS – Hosana
ANDRÉA AVANCINI – Zuzu (Zulmira)
ANDRÉA GUERRA – Lana do Brasil
ANDRÉA RICHA – Serena
ANDRÉIA RIBEIRO – Bijú
ANTÔNIO ENTRIEL – Souza
ANTÔNIO GONZALEZ – Zé Caró
ANTÔNIO GRASSI – Glauco Corrêa
CAMILO BEVILÁCQUA – Faísca
CARLA MARTINS – Venância
CARLOS ESTUPIÃO – Amadeu
CARLOS MACHADO – Capitão Luís Cavalcanti
CARLOS THIRÉ – André
CASSIANO CARNEIRO – Lustozinha
CASSIANO RICARDO – Anelado
CÁTIA FREITAS – Pé de Pato
CLÁUDIA PETRINA – Mena
CLAUDIONEY PENIDO – Sargento Cassimiro
CRISTIANA ESTEVES – Carlota
CRISTINA FERRO – Almina
CRYSTIANE PIRES – Mocinha
DAVID TAIU – José Inácio
DÉO GARCEZ – Godê
ED OLIVEIRA – Bexiga
ED XIMENES – Passarim
EDMUNDO FÉLIX – Miudinho
ESPERANÇA MOTTA – Leopoldina
EUGÊNIO BRETAS – Teobaldo
EVANDRO LEANDRO – Jiló
EVELYN RAPOSO – Dadá
FABIANA RAMOS – Djanira
FELIPE WAGNER – Bispo Celestino Gonzaga
GASPAR FILHO – Izé
GERMANO MELO – Juarez
GISELE FRAGA – Mila
HÉLIO DUDA – escultor da estátua de Zebedeu
HENRI PAGNOCELLI – Dr. Baraúna
HIRAN COSTA JR. – Rabelo
ILVIO AMARAL – Burrego
IZLENE CRISTINA – Dorô
IVAN SETTA – Maritaca
JEFERSON BRITO – Bijú
JOSÉ DE ALENCAR – Ponta Grossa
JOSÉ ROBERTO LOPES – Chico Pentecostes
JÚLIO BRAGA – Marco Mantovani
JÚLIO LEVY – Serafim Benevides
KIKA MAGNONI – Magda
KIKO NUNNES – Cocada
LAFAYETTE GALVÃO – Coronel
LUCIANO MALMANN – César
LUÍS MAGNELLI – oficial de justiça
LUIZ ARMANDO QUEIRÓZ – Tenente
LUIZ LOBO – Amorim
MAJÔ DE CASTRO – Déa
MANOEL FERNANDO – Carcará
MANO MELO – Balaio
MARCÉLIA CARTAXO – Amália
MARCELO CUPERTINO – Cassiano
MÁRCIA SANTOS – Raimunda
MARCOS PASQUIM – Eduardo Alencar
MATHEUS PETINATTI – Fala Baixo
MAURÍCIO PEREIRA – Catulé
MELISSA MEL – Gracinha
MIGUEL ROSEMBERG – João Cânsio
MOARA SENEGHINNI – Jerusa (Juriti)
MURILO ELBAS – Marinheiro
NANI VENÂNCIO – Bem-Me-Quer
NEUSA ABBES – Camila
NILL MARCONDES – Meia-Noite
NIL NEVES – Umbelino
NINA DE PÁDUA – Maria Batalhão
PATRÍCIA CARVALHO – Gilda
PAULA MELISSA – Geralda
PAULO HESSE – Ferreirinha
PAULO PORTES – Criança
RAYMUNDO DE SOUZA – Felipe Câncio Filho
RENATO OLIVEIRA – Chumbinho
RICARDO MARCOS – Feitiço
RICARDO MORENO – Dagmar
RICARDO TEILA – Luiz Paixão
ROBERTO LOPES – Chico Pentecoste
ROGÉRIO FABIANO – J.J. (Jurandir de Jesus)
ROGÉRIO WAGNER – Tonhão
RONEY VILELLA – Baioneta
SANDRA PÊRA – Baiana
SEBASTIÃO LEMOS – Antenor Alencar
SOPHIA BISSILIAT – Duda
TÂNIA BÔSCOLI – Manuela
TAVEIRA JÚNIOR – cngaceiro
THELMA RESTON – Filó
TIÃO D’ÁVILA – Lustosa
VALDIR FERNANDES – Capitão Fontes
VERA FERREIRA – Beicinho
VIVIANE VICTORETTE – Rosário
WÁLTER SANTOS – Avelós
WASHINGTON CARVALHO – Bigorna
WILLIAM VITA – Soldado Pessoa
YAN ZETTER – Holanda de Brito
participações especiais
MARÍLIA PÊRA – Isadora
AGILDO RIBEIRO – Salustiano
TÂNIA ALVES – Severina Dantas
ALCEU VALENÇA – Lampião
DANIELA MERCURY – Maria Bonita
ELBA RAMALHO – Beata
ROBERTA CLOSE – Maitê Flores
elenco de apoio
ATHAYDE ARCOVERDE – Balbino
DUDU ESPINOZA
ERONILDO CLARINDO
FÁBIO MENESCAL
GILSON MOURA
GILVANILDO LIMA
JOÃO JÚNIOR
KAKAU BALBINO
LULA MORENO
MAURÍCIO CANGUÇU
MALU BAILO
SÉRGIO MUNIZ
WANDERSON LEGEY

Confusa atração da Manchete, de pouca repercussão. Contando com boa parte do elenco de Xica da Silva, a novela não conseguiu atingir o sucesso da trama anterior. No esperança de se levantar a audiência da novela, vários personagens foram cortados, bem como participações especiais, como Agildo Ribeiro, Marília Pêra, Tânia Alves e Roberta Close.

Ainda assim a audiência se estabilizou nos 7 pontos, o que o diretor Wálter Avancini achava pouco – se esperava média de 15 pontos.

Apesar da baixa audiência e de toda crise que abalava a Manchete – ou por causa dela – Mandacaru foi a mais longa novela da emissora: 259 capítulos. Estreou em 12/08/1997 e se estendeu até 08/08/1998, faltando uma semana para completar um ano no ar. Seu fim estava previsto para o mês de abril de 1998, mas a emissora resolveu prolongar a novela, porque o período posterior à Copa do Mundo da França seria mais propício para estrear a produção substituta, Brida.

Para justificar sua duração, a trama central inicial deu lugar a uma nova história, onde o personagem Zebedeu (Benvindo Siqueira) tornou-se o protagonista. O humor passou então a ter um maior enfoque, mantendo assim a novela.

Mandacaru teve a participação especial dos cantores Alceu Valença e Daniela Mercury vivendo Lampião e Maria Bonita.

Último trabalho de Zeno Wilde, um dos co-autores, que escreveu a novela já doente e morreria de câncer meses depois de seu término.

Seguindo o exemplo do SBT com a novela Xica da Silva, a Band comprou os direitos de exibição de Mandacaru e a novela foi reapresentada no canal paulista, entre 09/01 e 10/11/2006, em 217 capítulos, às 22 horas.

Veja também

  • guerrasemfim_logo

Guerra Sem Fim

  • 745umaondanoar_logo

74.5 – Uma Onda no Ar

  • tocaiagrande_logo

Tocaia Grande

  • brida_logo

Brida