Sinopse

Estevão, um escritor famoso, em determinado momento de sua vida decidiu abandonar tudo e viver numa ilha afastada com a filha Marina, na tentativa de resguardá-la dos comentários duvidosos a respeito da morte de sua mulher, Rosa. Criada em clima de liberdade e contato com a natureza, a menina chega à adolescência. A pequena escola do lugar nada mais tem a lhe oferecer, a não ser seu maior companheiro, Tonho, um jovem pescador. Estêvão tenta suprir a falta de escola transmitindo todo tipo de conhecimento à filha. Mas, sentindo-se culpado por tê-la afastado da cidade, manda Marina de volta para completar os estudos no Rio de Janeiro, na casa dos padrinhos Otávio e Anita.

Marina sofre com o distanciamento imposto pelo pai: sente saudade dele, de Tonho, do mar e de todo o universo que a cercava na ilha. E sofre muito mais com a necessidade de se adaptar às novas condições de vida, da ilha afastada para a Zona Sul do Rio de Janeiro, quando tem que enfrentar os estudos na cidade grande. É recebida com alegria pela menina Soninha, mas com desconfiança por Adriana e Luís – todos filhos de Otávio e Anita. Na escola, Marina faz amizade com Lelena, uma menina negra que enfrenta o preconceito da maioria dos colegas.

Marina também sofre o preconceito dos amigos do colégio. E a perseguição de Vera, enciumada com a forte amizade que nasce entre ela e Marcelo, seu ex-namorado. Ele é um rapaz mimado que nunca se conformou com a separação dos pais e que se apaixona pelos modos simples de Marina.

Globo – 18h
de 26 de maio a 8 de novembro de 1980
137 capítulos

novela de Wilson Aguiar Filho
baseada no romance Marina Marina de Carlos Heitor Cony
direção geral de Herval Rossano

Novela anterior no horário
Olhai os Lírios do Campo

Novela posterior
As Três Marias

DENISE DUMONT – Marina
LAURO CORONA – Marcelo
CARLOS ZARA – Estevão
NORMA BLUM – Sônia
OSWALDO LOUREIRO – Carlos Eduardo
ÉLIDA L’ASTORINA – Vera
EDSON CELULARI – Ivan
ROSANA PENNA – Diana
GLAUCE GRAIEB – Marlene
BETH GOULART – Fernanda
FÁBIO JUNQUEIRA – Zé
ANTÔNIO PATIÑO – Otávio
BEATRIZ LYRA – Anita
TETÊ PRITZL – Adriana
HAROLDO BOTTA – Luís
ZAIRA ZAMBELLI – Maria
ÍSIS KOSHDOSKI – Gilda
MILTON MORAES – Mário
SUELY FRANCO – Donana
CASTRO GONZAGA – João
MARIA POMPEU – Matilde
FÁBIO MÁSSIMO – Tonho
ÍRIS NASCIMENTO – Lelena
LÉA GARCIA – Leila
ROBERTO DE CLETO – Armando
CÉLIA BIAR – Rita
ÉLCIO ROMAR – John Wayne
LÚCIA VERÍSSIMO – Ana
ANKITO – Pirulito
GERMANO FILHO – Aluísio
LOURDES MAYER – Felícia
LUCA DE CASTRO – Rony
FERNANDO JOSÉ – Demóclito
VERA GIMENEZ – Ingrid
CRISTINA FREIRE – Alice
PAULO PINHEIRO
MAGDA TELES
a menina
MONIQUE CURY – Soninha
e
MÔNICA TORRES – Rosa, em flashback

– núcleo de MARINA (Denise Dumont), moça simples, mas de grande cultura, criada numa ilha. Em idade escolar, o pai a manda para o Rio de Janeiro, para a casa dos padrinhos, a fim de concluir seus estudos. Ao mudar-se, tem dificuldades de adaptar-se aos costumes dos jovens da cidade grande:
o pai ESTEVÃO (Carlos Zara), escritor famoso cuja mulher, ROSA (Mônica Torres), suicidara-se, deixando a filha pequena para ele criar. Foi quando mudou-se para uma ilha onde a filha cresceu em total liberdade e contato com a natureza
o amigo TONHO (Fábio Mássimo), pescador na ilha, cresceu com ela e acabou apaixonado. Vai atrás dela no Rio de Janeiro
a amiga de sua falecida mãe, SÔNIA (Norma Blum), que fora apaixonada por Estevão. Culpa-se por não ter ajudado Rosa quando ela se suicidou.

– núcleo de MARCELO (Lauro Corona), rapaz rico, carente e problemático com a separação dos pais. Sua vida se modifica ao conhecer e se apaixonar por Marina:
o pai CARLOS EDUARDO (Oswaldo Loureiro), de quem tinha mágoa por ter sido criado sem carinho após a separação da mãe. Homem ambicioso e mulherengo
o amigo JOHN WAYNE (Élcio Romar), rapaz rico e baderneiro, machista convencido
a ex-namorada de Carlos Eduardo, DIANA (Rosana Penna), interesseira, fútil e vaidosa
a secretaria e confidente de Carlos Eduardo, MARLENE (Glauce Graieb), que sempre nutriu um amor platônico por ele.

– núcleo de OTÁVIO (Antônio Patiño), irmão de Carlos Eduardo, homem conservador com mania de doenças. Amigo de Estevão, padrinho de Marina. Ela vai morar com a sua família quando o pai a manda para acabar os estudos no Rio de Janeiro:
a mulher ANITA (Beatriz Lyra), amiga e confidente de Sônia
os filhos ADRIANA (Tetê Pritzl), mimada, fútil e voluntariosa, antipatiza com Marina quando ela vai morar em sua casa,
LUÍS (Haroldo Botta), amigo de Marcelo e John Wayne
e SONINHA (Monique Cury), a caçula, menina travessa, fica amiga de Marina.

– núcleo de LELENA (Íris Nascimento), menina negra, amiga de Marina no colégio no Rio. Envolve-se com Luís e os dois enfrentam o preconceito por esse relacionamento:
a mãe LEILA (Léa Camargo), professora de História, mulher inteligente, forte e decidida.

– núcleo de VERA (Élida L’Astorina), patricinha arrogante e fútil, amiga de Adriana. Ex-namorada de Marcelo, não se conforma por ele namorar Marina. Persegue a garota e faz de tudo para separar o casal:
os pais ARMANDO (Roberto de Cleto), homem rico mas desligado das futilidades de sua classe social. Do mesmo círculo de Otávio e Carlos Eduardo,
e RITA (Célia Biar), mulher fútil da alta sociedade
a irmã FERNANDA (Beth Goulart), o seu oposto, moça esclarecida e inteligente, estudante de Psicologia, moderna e feminista. A princípio, sente-se atraída por Carlos Eduardo, por ele ser mais velho
a amiga ANA (Lúcia Veríssimo).

– núcleo de IVAN (Edson Celulari), mulherengo, ambicioso, instrutor de hipismo. Sua grande chance acontece quando é contratado por Carlos Eduardo para montar seu cavalo. É quando torna-se alvo do amor de Marlene, mas acaba iniciando um romance com Diana:
os pais JOÃO (Castro Gonzaga), dono de um bar, homem simples e justo, trabalhou muito para conquistar o pouco que tem,
e MATILDE (Maria Pompeu), religiosa e submissa
a irmã MARIA (Zaira Zambelli), moça tímida e melancólica, tem um problema na perna que a faz mancar
o técnico e treinador PIRULITO (Ankito), vive atrás dele.

– núcleo de MÁRIO (Milton Moraes), vizinho e amigo de João. Desempregado que faz biscates e luta para vencer o alcoolismo:
a mulher DONANA (Suely Franco), que sofre com o vício do marido, muito amiga de Matilde
os filhos, JOSÉ (Fábio Junqueira), se desdobra para sustentar a família como mecânico, embora sonhe ser escritor, amigo de Ivan, alvo do amor de Maria, envolve-se com Fernanda
e GILDA (Ísis Koschdoski), apaixonada por Ivan, amiga de Maria
o patrão de José, ALUÍSIO (Germano Filho), dono da oficina mecânica onde ele trabalha
a vizinha FELÍCIA (Loudes Mayer), viúva sozinha no mundo, amiga de Donana e Matilde
o advogado RONY (Luca de Castro), ajuda Felícia na associação do bairro em que ela atua. Apaixona-se por Gilda.

O romance original de Carlos Heitor Cony serviu apenas como base para o texto criado por Wilson Aguiar Filho.

A Globo tentava reeditar o sucesso da ensolarada Água Viva, a atração das oito da época. Para isso ambientou a ação de Marina quase que nos mesmos cenários: as praias cariocas. Enquanto o wind-surf e a pesca eram os esportes enfatizados em Água Viva, a equitação era um dos atrativos de Marina. Entretanto a fórmula não deu certo no horário das seis.
Fonte: livro “Memória da Telenovela Brasileira”, de Ismael Fernandes.

Personagens ricos e esnobes, pobres e sofredores, e uma discussão sobre racismo parecem ter afastado o telespectador.

Primeira novela na Globo dos atores Edson Celulari, Lúcia Veríssimo, Mônica Torres, Beth Goulart e Glauce Graieb.

Não tem nada a ver com outra novela chamada Marina, que a Globo apresentou no ano da inauguração da emissora, 1965.

Trilha Sonora
marina80t
01. DOCE VIDA – Marina (tema de Marina)
02. AQUELA COISA TODA – Oswaldo Montenegro (tema de Estevão e Sônia)
03. É DIFÍCIL DIZER – Evinha
04. VELHO CAMARADA – Fábio, Tim Maia e Hyldon (tema de Marina e Tonho)
05. MISTÉRIOS – Joyce (tema de Marina e Marcelo)
06. SOL DE PRIMAVERA – Beto Guedes (tema de abertura)
07. LEMBRANÇAS – Kátia (tema de Marlene)
08. AMOR NATURAL – Black Rio (tema de Vera e Marcelo)
09. VELAS IÇADAS – Ivan Lins (tema de Adriana)
10. QUERO ME ENTREGAR PRA VOCÊ – Ronaldo Resedá (tema de Fernanda)
11. MEU CORAÇÃO – Pepeu Gomes (tema de Ivan)
12. CAMINHOS CRUZADOS – Maria Martha (tema de Maria)

Sonoplastia: Sérgio Cuíca
Trilha Incidental: Octávio Burnier
Pesquisa de Repertório: Lulu dos Santos
Produção Musical: Guto Graça Mello

Tema de Abertura: SOL DE PRIMAVERA – Beto Guedes
Quando entrar setembro
E a boa nova andar nos campos
Quero ver brotar o perdão
Onde a gente plantou
Juntos outra vez
Já sonhamos juntos
Semeando as canções no vento
Quero ver crescer nossa voz
No que falta sonhar

Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha trazer sol de primavera
Abrir as janelas do meu peito
A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender…

Veja também

  • memoriasdeamor_logo

Memórias de Amor

  • amorenosso_logo

O Amor é Nosso!

  • imigrantes_logo

Os Imigrantes

  • macadoamor_logo

Maçã do Amor