Sinopse

Corte brasileira, início do século 19. A história da paixão voluptuosa que uniu Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos, a D. Pedro I, o imperador do Brasil, em plena época da efervescência do processo de independência do país e tendo à sua volta muitos conspiradores.

Manchete – 21h15
de 21 de agosto a 5 de outubro de 1984

minissérie de Wilson Aguiar Filho
colaboração de Carlos Heitor Cony
baseada no livro de Paulo Setúbal
direção de Ary Coslov

MAITÊ PROENÇA – Domitila de Castro Canto e Melo (Titília), a Marquesa de Santos
GRACINDO JR. – Dom Pedro I
EDWIN LUISI – Comendador Francisco Gomes (Chalaça)
BETH GOULART – Benedita
SÉRGIO BRITTO – Coronel João de Castro Canto e Mello, o Visconde de Castro
LEONARDO VILLAR – José Bonifácio de Andrada e Silva
MARIA PADILHA – Dona Leopoldina
REYNALDO GONZAGA – Embaixador da Áustria
FERNANDO EIRAS – Francisco
SÔNIA CLARA – Ana Steinhaussem
DIOGO VILELA – Tenente Moraes
FÁBIO JUNQUEIRA – João Pinto
ROBERTO PIRILO – Davi
CARLOS GREGÓRIO – Boaventura (Barão de Sorocaba)
BUZA FERRAZ – Terêncio
JACQUELINE LAURENCE – Baronesa de Goitacazes
TINA FERREIRA – Narcisa Cândida
ARIEL COELHO – Roque
LUÍS DE LIMA – Paranaguá (Primeiro Ministro)
KLEBER DRABLE – Marquês de Barbacena
RENATO COUTINHO – Martim Francisco
JOSEPHINE HELLÈNNE – Jana
TESSY CALLADO – Clémence Cecé
DENNY PERRIER – Jean-Piérre Cecé
BIBI FERREIRA – Dona Carlota Joaquina
CAMILO BEVILACQUA – Gonçalves Ledo
MARCOS D’ALVES – Augusto Steinhaussem
DAVID PINHEIRO – Intendente Aragão
JOANA MEDEIROS – Istael (Maria Flora)
ÍSIO GHELMAN – Heathcliff
JAIME LEIBOVITCH – Nóbrega
PAULO PINHEIRO – Bispo José Caetano
ARY COSLOV – médico

Milionária produção com a qual a TV Manchete entrava no páreo da dramaturgia na televisão.

Um painel histórico devidamente pesquisado (o autor Wilson Aguiar Filho citou outras fontes de pesquisa além de Paulo Setúbal), só se tornando ficcional em relação ao comportamento dos personagens. Exibiu D. Pedro I com muitas amantes e filhos, e uma Domitila arrogante e voluntariosa.

Mostrou também algumas interessantes tramas paralelas. A melhor delas colocava em cena o filho bastardo de D. Pedro I, Augusto, fruto de um caso de amor na adolescência com a condessa austríaca Ana Steinhaussen, fuzilado de forma heroica sem que o pai pudesse interceder em seu favor.

Vale ressaltar o empenho do ótimo elenco escalado que reunia vários astros globais e que garantiram o destaque desta produção.

Um interessante trabalho de Gracindo Júnior em papel difícil – Tarcísio Meira, desde o filme Independência ou Morte, de 1972, tornou-se o protótipo de Dom Pedro. Glória Menezes interpretou a Marquesa de Santos no filme de Carlos Coimbra.

O romance entre D. Pedro I e a Marquesa de Santos foi abordado novamente na minissérie O Quinto dos Infernos (Globo, 2002) com Marcos Pasquim e Luana Piovani vivendo o casal de amantes.
E na novela Novo Mundo (Globo, 2017), com Caio Castro como Dom Pedro, Letícia Colin como Leopoldina e Ágatha Moreira como Domitila – desta vez com enfoque maior na figura de Leopoldina em detrimento da Marquesa de Santos.

A TV Manchete chegou a reprisar Marquesa de Santos por pelo menos cinco vezes.

A minissérie foi lançada em vídeo em 1988.

Veja também

  • santamartafabrfil_logo

Santa Marta Fabril

  • antoniomaria85_logo

Antônio Maria (1985)

  • tudoounada_logo

Tudo ou Nada

  • tudoemcima_logo

Tudo em Cima

  • novomundo_logo

Novo Mundo

  • quintodosinfernos_logo

O Quinto dos Infernos