Sinopse

Fernando, prestes a completar quarenta anos, um homem rico e bonito – um bon vivant -, resolve pela negação de seu passado: abandona a vida fútil que leva para viver com Carina, uma humilde jovem do Exército da Salvação.

Antes, Fernando havia se envolvido com belas e ricas mulheres, como Cláudia, sua noiva há dez anos, Meg e Paula, sua primeira grande paixão.

Tupi – 19h
de 13 de março a 12 de setembro de 1972

novela de Sérgio Jockyman
direção de Wálter Avancini e Carlos Zara

Novela anterior no horário
A Fábrica

Novela posterior
Vitória Bonelli

CARLOS ALBERTO – Fernando
BETE MENDES – Carina
IRENE RAVACHE – Cláudia
MARIA ISABEL DE LIZANDRA – Belinha
DENIS CARVALHO – Flô
TONY RAMOS – Miguel
MARIA APARECIDA BAXTER – Wilma
MÁRCIA DE WINDSOR – Consuelo
WILSON FRAGOSO – Fábio
YOLANDA CARDOSO – Lucila
MAURO MENDONÇA – Eduardo
CAZARRÉ – Jonas
STÊNIO GARCIA – Chico
IVAN MESQUITA – Juca
LÉLIA ABRAMO – Inês
GEÓRGIA QUENTAL – Mag
PEPITA RODRIGUES – Paula
JACQUES LAGOA – Zeco
MARCOS PLONKA – Bronco
GRAÇA MELLO – Major Pedro
SILVANA LOPES – Arishta
JOVELTY ARCHÂNGELO – Varajan
CARLOS ALBERTO RICCELLI
ABRAHÃO FARC
ELIZABETH GASPER
MARISA SANCHES
LISA NEGRI
NEWTON PRADO
LEONOR NAVARRO
SANDRA LOBO
MÍRIAM MAYO
NANCI RINALDI
HAROLDO BOTTA – Diego
e
CYL FARNEY
IRA DE FÜRSTEMBERG

O ator Carlos Alberto estava de volta à Tupi, onde havia atuado em Simplesmente Maria. Só que agora sem Yoná Magalhães, seu par costumeiro em novelas até então.

O autor, Sérgio Jockyman, manteve-se arguto e apresentou um bom trabalho.

A novela teve cenas gravadas no então recém-inaugurado Hotel Casa Grande, no Guarujá, litoral norte paulista. (“Biografia da Televisão Brasileira”, Flávio Ricco e José Armando Vannucci)

Carlos Zara substituiu Wálter Avancini na direção. Avancini fora contratado pela Globo, onde estreou naquele ano (1972) dirigindo Selva de Pedra.

Márcia de Windsor voltava às novelas com a popularidade conquistada como jurada no programa de Flávio Cavalcanti.

Presença no elenco de Ira de Fürstemberg, princesa italiana que tornou-se atriz de cinema. Ela participou de alguns capítulos gravados ao longo de um fim de semana na praia do Guarujá, ao custo de 4.000 dólares, mais passagens e hotel.
A escalação de Ira só veio reforçar os boatos de que o personagem principal da novela (Fernando/Carlos Alberto) era baseado no industrial Francisco “Baby” Pignatari, com quem ela esteve casada entre 1961 e 1963. (Revista Veja, 26/04/1972, TV Pesquisa PUC-Rio)

Não confundir Na Idade do Lobo com A Idade da Loba, novela exibida pela TV Bandeirantes em 1995.

Trilha Sonora
idadelobot
01. MI GRAN AMOR – Augusto Algueró
02. VALSA PARA UMA CONTRA-SAUDADE – Laís Marques
03. O AMOR ESTÁ NO AR – Agostinho dos Santos
04. CRY BABY – Laís Marques
05. QUASE UM ADEUS – Roger Kendal e Orquestra
06. QUEBRANDO A CARA – Laís Marques
07. TIMES AND PLACES – Glenn Weston
08. HONEY CONNY – Oscar Harris & Twinkle Stars
09. MOTHER NATURE (COMES TO MY DOOR) – Mancini & Fox
10. HOP PICKIN’ SON – Paul Connor
11. DON’T WANNA LIVE INSIDE MYSELF – Bee Gees
12. POOL OF BAD LUCK – Joe Simon

Trilha Complementar: Cinema Novela *
cinema_novela_cd
FOR YOU MY LOVE – George Paul (da novela O Preço de um Homem)
LES FLEUR – Minnie Riperton (da novela Na Idade do Lobo)

* contem temas internacionais das novelas O Preço de um Homem e Na Idade do Lobo

Direção de produção: Cayon Gadia

Veja também

  • gordinha_logo

A Gordinha

  • condezebra_logo

O Conde Zebra

  • machao_logo

O Machão

  • sheikdeipanema_logo

O Sheik de Ipanema