Sinopse

Waldomiro Pena, encarregado pelo jornal Folha Popular de cobrir as ocorrências policiais na cidade do Rio de Janeiro, é a personificação romanceada e idealizada de um tipo em extinção: o jornalista sem formação universitária envolvido emocionalmente com a notícia.

Apaixonado pelo trabalho e autor de um texto brilhante, ele tem como contraponto o jovem e cético editor Serra, formado em Comunicação e contratado para mudar a imagem do jornal. Serra acredita que a neutralidade é imprescindível ao trabalho jornalístico e relaciona-se de forma prática e objetiva com seu ofício. Sempre divergindo, Waldomiro e Serra protagonizam muitas disputas e embates para fazer valer suas idéias na redação do jornal.

No meio do conflito entre Serra e Pena está a jovem repórter Bebel. Menina de família burguesa, moradora da Gávea, Zona Sul, Bebel é fascinada pelo jornalismo policial e pela figura de Waldomiro Pena: a maneira de trabalhar, as reportagens e as atitudes. Junto com o veterano repórter, ela se mete em situações perigosas, frequentando lugares suspeitos e misturando-se a figuras do submundo.

Globo – 22h
de 25 de maio de 1979 a outubro de 1981
66 episódios

criação de Aguinaldo Silva, Doc Comparato, Antônio Carlos Fontoura, Leopoldo Serran, Bráulio Pedroso e Ivan Ângelo
direção de Marcos Paulo, José Carlos Piéri, Jardel Mello, Luís Antônio Piá e Antônio Carlos Fontoura
supervisão de Daniel Filho

HUGO CARVANA – Waldomiro Pena
MARCOS PAULO – Serra
DENISE BANDEIRA – Bebel (repórter)
LUCINHA LINS – Gisela (repórter)
JÚLIO BRAGA – Wilson Gatto (fotógrafo)
LUTERO LUIZ – Bezerra (fotógrafo)
ANTÔNIO PEDRO – Anselmo (dono do botequim)
JOSÉ PRATA – Superboy (contínuo)
JUAN DANIEL – Garcia (jornaleiro)
SÍLVIA CHAMEKI BONET – Marlene (telefonista)
PROCÓPIO MARIANO – Washington (motorista)
ZENI PEREIRA – Mãe Dora (mulher de Washington)
CÉLIA BIAR – Olívia (mãe de Bebel)
ELIANA ARAÚJO – Iolanda (garçonete do botequim)
CARLOS DUVAL – Dagoberto (porteiro do edifício de Waldomiro)
MARIA ALVES – Odete

inimigo público – de Aguinaldo Silva, direção de Daniel Filho
JOSÉ DUMONT – Severino
CIDINHA MILAN – Janete
MARCUS VINÍCIUS – Negão
MARIA ALVES – Odete
MARIO PETRÁGLIA – Jarbas
NELSON FREITAS – Jacaré
PAULO ESPORITO – Carcereiro
PAULO BARBOSA (PAULÃO) – Fugitivo
SANDOVAL MOTTA – Eládio
JOSÉ ANTÔNIO FILHO – Homem da Tendinha
JOSÉ NAPOLEÃO – Dono do fusca
ANTÔNIO FERREIRA SILVA – Fugitivo

sábado louco – de Antônio Carlos Fontoura, direção de Daniel Filho e José Carlos Piéri
ÂNGELA LEAL
CLÁUDIO MAMBERTI
FÁBIO SABAG
HELBER RANGEL
PAULO GONÇALVES
ISOLDA CRESTA
JULCILÉA TELLES
LADY FRANCISCO
MUNIRA HADDAD

sete dias para morrer – de Antônio Carlos Fontoura, direção de Antônio Carlos Fontoura
JOFRE SOARES
GRACINDA FREIRE
ANSELMO VASCONCELOS
CARLOS DUVAL
JOSEPHINE HELÉNNE
MARIA POMPEU

escudo invisível – de Leopoldo Serran, direção de José Carlos Piéri
JOÃO CARLOS BARROSO
SÉRGIO BRITTO
MIRIAN PIRES
LUIZ FERNANDO GUIMARÃES
PEDRO VERAS
TETÊ PRITZL

o crime do vidigal – de Doc Comparato, direção de Marcos Paulo
RUTH DE SOUZA
ILKA SOARES
ALCIRO CUNHA
APOLO CORRÊA
LUIZ CARLOS BURUCA
NAIR PRESTES
VERA SETTA
RENÊ

bezerra vai à guerra – de Antônio Carlos Fontoura, direção de Antônio Carlos Fontoura
MÁRIO LAGO
LUIZ ARMANDO QUEIRÓZ
VINÍCIUS SALVATORI
CARLOS WILSON
IVAN DE ALMEIDA
SOLON DE ALMEIDA

vampiros tropicais – de Doc Comparato, direção de Marcos Paulo
CARLOS ALBERTO
CARLOS GREGÓRIO
LAJAR MUZURIS
LÉA GARCIA
MARGOT BAIRD
MARGOT DE BRITTO
PAULO DONDATO
REGINA DOURADO

até que a morte nos separe – de Leopoldo Serran, direção de Marcos Paulo
JOANA FOMM
EVANS DE BRITTO

o estrangulador da praça tiradentes – de Aguinaldo Silva, direção de Marcos Paulo
RUY REZENDE
ESMERALDA BARROS
ILVA NIÑO
LUÍS SÉRGIO LIMA E SILVA
MARIA GLADYS
NEUZA BORGES

a voz do além – de Doc Comparato, direção de José Carlos Piéri
JECE VALADÃO
ARLETE SALLES
EMMANUEL CAVALCANTI
FRANCISCO SANTOS
SOLANGE FRANÇA
TÂNIA ALVES

cavalo não sobe escada – de Aguinaldo Silva, direção de Antônio Carlos Fontoura
CLÁUDIO CORRÊA E CASTRO
MILTON MORAES
WILSON GREY
WELLINGTON BOTELHO
ANTÔNIO PEDRO
AUGUSTO OLÍMPIO
CLEMENTINO KELÉ
COSME DOS SANTOS
DEOCLIDES GOUVEIA
EDSON SILVA
JOSÉ MARIA MONTEIRO
SCARLETH MOON

um cidadão em apuros – de Aguinaldo Silva
STEPAN NERCESSIAN
COSME DOS SANTOS
GILSON MOURA
AGUINALDO ROCHA
GUILHERME MARTINS
IVO FERNANDES
JOEL LEMOS
RUTH MAIA

morre uma estrela
SANDRA BRÉA
ÍTALO ROSSI
GUGU OLIMECHA
NÉLIA PAULA
ROGACIANO DE FREITAS
SILVA FILHO
SÍLVIO FRÓES

o outro
CLÁUDIO CORRÊA E CASTRO
PAULO JOSÉ
RENATA SORRAH

o crime da letra “m”
RENÉE DE VIELMOND – Nininha
SÉRGIO REIS – Eustáquio
RUBENS CORRÊA – Mateus
CHAGUINHA – Frentista
FELIPE WAGNER – Paulão
JORGE BOTELHO – Gilberto
LUIZ ANTÔNIO – motorista de táxi
VERA FAJARDO – Marta
JOÃO BATISTA ARRUDA

quem matou quem?
ALICE VIVEIROS DE CASTRO – Tereza
HELBER RANGEL – Geraldo
ANSELMO VASCONCELLOS – Carcará
ANTÔNIO POMPÊO – Saponga
B. DE PAIVA – Orlando
EMBAIXADOR – Delegado Kojack
LEINA KRESPI – Dona Laura

o justiceiro – de Aguinaldo Silva, direção de José Carlos Piéri
ROGÉRIO FRÓES
IVAN MESQUITA
ANTÔNIO POMPÊO
ARMANDO NASCIMENTO
B. DE PAIVA
CAMILA AMADO
LAURO SENNA

vermelho 23 – de Doc Comparato, direção de Marcos Paulo
RAUL CORTEZ
ANTÔNIO PATIÑO
OTÁVIO AUGUSTO
NEWTON MARTINS
HÉLIO FARIA
IVO FERNANDES
JOYCE DE OLIVEIRA

o enigma da pensão do reno – de Doc Comparato, direção de Antônio Carlos Fontoura
CARLOS KROEBER
ANTÔNIO GANZAROLLI
EDWIN LUISI
KARIN RODRIGUES
MAURICE VENAU
NORMA GERALDY

hotel do terror
ÁLVARO FREIRE – marido da muda
ANA MARIA KRYSLER – gata
ANDRÉ VALLI – homem no bar
ANDRÉ VILLON – idoso
ANSELMO VASCONCELLOS – contato
ARY COSLOV – homem 2
CATARINA BONSKY – senhora
DÉBORA DURATE – jovem
ELÍDIO NUNES – capanga
GUGU OLIMECHA – homem 1
JORGE LUÍS – marido da dona da butique
MAURÍCIO NABUCO – Albertine
VERA SETTA – mulher 0
WALTER AVANCINI – chefe

tupis, timbiras e outras coisas – de Leopoldo Serran, direção de Antônio Carlos Fontoura
EDUARDO CONDE
FELIPE CARONE
FLÁVIO MIGLIACCIO
JORGE COUTINHO

morrer por amor
FRANCISCO DANTAS
NEUZA AMARAL
NILDO PARENTE
RUTH MAIA
WELLINGTON BOTELHO
ADÉLIA IÓRIO
JOÃO BATISTA FILHO

disque m para ouvir marlene – de Aguinaldo Silva, direção de José Carlos Piéri
ELOÍSA MAFALDA
ISAAC BARDAVID
JOSÉ LEWGOY
ROBERTO RIBEIRO
SILVIA CHAMECKI BONET
JOEL LEMOS

mulher de bandido – de Aguinaldo Silva, direção de Marcos Paulo
CARLOS KOPPA
MARIA SÍLVIA
MILTON GONÇALVES
SÉRGIO MOX

balão apagado – de Doc Comparato, direção de José Carlos Piéri
HILTON PRADO
HAROLDO COSTA
SANDRO SOLVIATTI
JOÃO DAS NEVES
MANECO BUENO
SÉRGIO OTERO
WALDIR ONOFRE

corrente de ferro – de Leopoldo Serran, direção de Marcos Paulo
JARDS MACALÉ – Lúcio
MARIA HELENA VELASCO – Kátia
AGUINALDO ROCHA
ANTÔNIO CARLOS
CÉLIA MARACAJÁ – Janete
HUMBERTO BORGES DE AGUIAR
LAURO AGUIAR ROCHA – Bêbado
PAULO PARANÁ – Nico
RINALDO GENES

quem matou sandra?
ALICE VIVEIROS DE CASTRO – Sandra
WALMOR CHAGAS – Anselmo
ARIEL COELHO – Joca
IVAN SETTA – amigo de Gatto
LOURIVAL SOUZA – pai de Sandra
MONAH DELACY – mãe de Sandra
ROBERTO MAYA – Detetive Iran
TREME-TREME – Kid Sereno
HUGO SANTANA – gerente do motel

ligação direta – de Antônio Carlos Fontoura, direção de Marcos Paulo
JOEL BARCELLOS
NELSON DANTAS
TURÍBIO RUIZ
MACEDO NETTO
ANGELITO MELLO
APOLO CORRÊA
BETTY ERTHALL
CARLOS PRIETO
AMAURY GUARILHA

despedida de solteiro – de Doc Comparato, direção de Antônio Carlos Fontoura
LUCÉLIA SANTOS
SÉRGIO BRITTO
VINÍCIUS SALVATORI
MÁRIO GOMES
DINORAH BRILHANTTI
EDUARDO MACHADO
MARIA ZILDA

alta sociedade – de Antônio Carlos Fontoura, direção de Antônio Carlos Fontoura
BEATRIZ SEGALL
CARLOS EDUARDO DOLABELLA
GERMANO FILHO
CARLOS WILSON
FERNANDA DE CASTRO E LAURETTA
HILEANA MENEZES

o homem do caporal amarelinho – de Leopoldo Serran, direção de Marcos Paulo
WILSON GREY
ANTÔNIO PEDRO
HENRIQUETA BRIEBA
ROGÉRIO BACELLAR
RUTH DE SOUZA
WELLINGTON BOTELHO

o crime do castiçal – de Aguinaldo Silva, direção de José Carlos Piéri
CLÁUDIO MARZO
NEY LATORRACA
MOACYR DERIQUÉM
NEY SANT’ANNA
JARDEL MELLO
BENNY CARDOSO
CARLOS ADIER
SHIRLEY

o venerável azul turquesa
CARMEM COSTA
TONICO PEREIRA

o homem que veio do brás – de Aguinaldo Silva, direção José Carlos Pieri e Marcos Paulo
JONAS MELLO – Maníaco
NÁDIA LIPPI – vítima
DORINHA DUVAL – vítima
LAFAYETTE GALVÃO
SIDNEY MARQUES
ALFREDO MARTINS
TETÊ PRITZL

a história de lili carabina – de Doc Comparato
BETTY FARIA – Lili Carabina
ANSELMO VASCONCELLOS
COSME DOS SANTOS
MAURÍCIO NABUCO
OTÁVIO AUGUSTO
JOÃO BATISTA
DARCY DO PRADO
DAVID PINHEIRO

o visitante noturno
DIRCEU DURVAL
THAÍS PORTINHO

o cavaleiro do apocalipse
MÁRIO LAGO – Eusébio
MIRIAN PIRES – Marta
ISOLDA CRESTA – Alcinda
ALCIRO CUNHA
ANDREY SALVADOR
ARMANDO NASCIMENTO
CARMEM ALVAREZ
ODENIR FRAGA
PAULO BARBOSA (PAULÃO) – Paulão

um dia de ratos
ALBERTO SALVÁ
ARLETE SALLES
JAYME BARCELLOS
JORGE FERNANDO
MARIA ALVES
MARIA ZILDA BETHLEM
MÁRIO PETRAGLIA

o caso serginho
CHRISTIANE TORLONI

plumas, miçangas e paetês
o arqui-inimigo
o acordo
a doceira do bangu
nos porões da liberdade
a hora fatal
o sultão de ribeirão alegre
o pega
a exilada
dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três
o cortador de cabeças
caixa de surpresas
camisa-de-força
o trem noturno
sinal fechado
sangue, calçada e milk shake
o caminho das estrelas (4 partes)
o homem que incendiou o maracanã
o olho da morte
a arma paulista
a batalha de nova iguaçu
o herdeiro
o penúltimo cangaceiro
compromisso de cadeia
fronteira da violência
a face da verdade

Em maio de 1979, a Globo lançou, às 22 horas, o projeto Séries Brasileiras, com Carga Pesada, exibida às terças-feiras, Malu Mulher, às quartas, e Plantão de Polícia, às sextas.

Primeiro trabalho na televisão do escritor e jornalista Aguinaldo Silva, que veio a tornar-se um novelista do primeiro time da Globo. Ao livro “Autores, Histórias da Teledramaturgia”, do Projeto Memória Globo, ele declarou:
“Fui chamado por causa de minha experiência jornalística. Como havia sido repórter policial durante muitos anos, e editor de polícia, podia contribuir com meu conhecimento. Essa era a ideia. Talvez eles achassem que eu nem viesse a ser um roteirista, mas seria um bom colaborador.”

Plantão de Polícia retratava a criminalidade do Rio de Janeiro e suas consequências. Em seu primeiro ano (1979) foi exibido às sextas-feiras, às 22 horas. A partir do segundo ano (1980-1981), passou para as quintas-feiras, às 22h15.

Plantão de Polícia era uma coisa muito idealizada. Embora as histórias fossem bastante naturalistas, a gente procurava dar um tratamento de ficção a elas”, revelou Aguinaldo Silva a André Bernardo e Cíntia Lopes para o livro “A Seguir, Cenas do Próximo Capítulo”.

O primeiro ano do seriado foi centrado basicamente no trio Waldomiro Pena, Serra e Bebel (Hugo Carvana, Marcos Paulo e Denise Bandeira). Em 1980, o programa ganhou dois novos personagens: o fotógrafo Gatto (Júlio Braga) e a repórter Gisela (Lucinha Lins). Ela era filha do dono do jornal e namorava Serra, mas admirava o trabalho de Waldomiro Pena. Em 1981, a trama sofreu modificações: Pena finalmente admitiu a modernização do jornal e passou a trabalhar como freelancer, deixando de lado o dia a dia da cobertura policial para escrever grandes reportagens, envolvendo-se em casos de corrupção, drogas e fraudes.

A estrutura narrativa modificou-se durante o período de exibição. No primeiro ano, havia dois eixos temáticos, onde um privilegiava a crônica da cidade e o outro acentuava humor. No ano seguinte, prevaleceu a crônica da atualidade, com o mapeamento da violência urbana. No terceiro ano, houve uma tendência no aprofundamento da pesquisa de linguagem.

Hugo Carvana destacou-se com o personagem que marcou definitivamente sua carreira. Waldomiro Pena era inspirado no repórter Octávio Ribeiro, o lendário “Pena Branca”. Para compô-lo, Carvana foi ajudado por repórteres de polícia do jornal O Globo. O ator chegou a acompanhar os jornalistas nas coberturas, tendo subido com eles vários morros, feito plantões em delegacias, presenciado prisões e visitado hospitais e postos do Instituto Médico Legal. O personagem ainda contava com um interlocutor inusitado: um passarinho com quem ele tinha o hábito de conversar.

O diretor Daniel Filho revelou em seu livro “O Circo Eletrônico” que Hugo Carvana era fundamental para o projeto:
“Carvana foi escolhido por ser carioca, malandro e ter o mesmo tipo de humor que o personagem Waldomiro Pena. (…) Nunca pensamos em outra pessoa para fazer o Waldomiro Pena em Plantão de Polícia que não fosse ele.”

Estreia de Lucinha Lins como atriz – ela já era famosa por sua carreira de cantora. E o primeiro trabalho na Globo do ator José Prata, o Pratinha, filho de Grande Otelo.

O episódio “Hora Fatal”, escrito por Bráulio Pedroso e dirigido por José Carlos Piéri, exibido na noite do dia 30/07/1980, mostrou um strip-tease de Vera Fischer deixando escapar a lateral do seio da atriz. Uma versão mais ousada, tomada durante os ensaios por técnicos mal-intencionados, circulou no mercado pirata de vídeo, ao valor de 30 mil cruzeiros cada fita. (“Almanaque da TV”, Bia Braune e Rixa)

Alguns episódios foram reapresentados em abril de 1990, no Festival 25 Anos da TV Globo.

Tema de Abertura: WALDOMIRO PENA – Jorge Ben *

Essa é a história de Waldomiro Pena, o Cândido
O último repórter policial romântico
Salve o Waldomiro Pena, o Cândido
Waldomiro anda muito preocupado
Com as idéias do seu editor
Que querendo modernizar o jornal
Serra e esquece o romântismo
Que ele criou e ele conquistou
Waldomiro Pena mora no bairro do Flamengo
Num quarto e sala displicente e decorado
Onde depois da matinal
Média e pão com manteiga
No boteco da esquina
As pressas manda botar na conta
E se manda para o jornal
A Folha Popular sua glória nacional
Bate um papo se acomoda na perua
E com a sua gangue cai nas ruas
Bate um papo se acomoda na perua
E com a sua gangue cai nas ruas
Transando com gente
De todo tipo e espécie
Como por exemplo, camelôs, policiais
Bicheiros, sambistas, otários e marginais
Waldomiro Pena topa toda hora
Com lances incríveis e perigosos
Sem perder o seu humor heróico e romântico
Salve Waldomiro Pena, o Cândido…

* O tema de abertura era uma versão instrumental da música

Veja também

  • obrigadodoutor_logo

Obrigado Doutor

  • cargapesada79_logo

Carga Pesada (1979)

  • malumulher_logo

Malu Mulher

  • bemamado_ser_logo

O Bem-Amado (a série)