Sinopse

Com várias histórias paralelas sobre o tema “ex-presidiárias”, esta novela narrava o drama de mulheres que estiveram cumprindo pena numa penitenciária.

A novela procurou mostrar até que ponto um erro do passado influía no futuro delas mesmas.

Tupi – 19h
de 1º de agosto a dezembro de 1967

novela de Mário Lago
direção de Ciro Bassini

Novela anterior no horário
Encontro com o Passado

Novela posterior
O Décimo Mandamento

LISA NEGRI – Silvana
WALMOR CHAGAS – Luís
MÁRIO LAGO – Piérre
PATRÍCIA MAYO – Judite
MARIA LUIZA CASTELLI – Cláudia
RUTHINÉIA DE MORAES – Rosa
MARLENE FRANÇA – Terezita
ELIAS GLEIZER
JOSÉ PARISI
Presídio de Mulheres era para ter estreado em julho de 1967, mas sua produção atrasou. A Tupi apresentou então uma nova novela como “tapa buraco”, com apenas duas semanas de duração, Encontro com o Passado, para que Presídio de Mulheres estreasse por fim em agosto.

Esta novela abandonou o formato de novelas curtas (de um mês de duração) que vinham sendo apresentadas no horário das 19 horas da Tupi até então.

Veja também

  • jardinheiroespanhol_anuncio

O Jardineiro Espanhol

  • tupi60

A Hora Marcada

  • angustiadeamar

Angústia de Amar