Sinopse

Luísa desaparece misteriosamente enlouquecendo seu marido Amadeu, um arquiteto em crise existencial. A trama se desenvolve a partir das hipóteses levantadas por Amadeu para explicar o sumiço da esposa. Ao procurar pela mulher pelas ruas de São Paulo, vai entrando em contato com seus problemas, inseguranças e limitações.

Seu desespero vai aumentando a cada novo personagem ligado à sua vida, que vai encontrando pelas suas andanças. Entre eles, Gregório, um cineasta que vê na situação de Amadeu a possibilidade de um novo filme; Agamenon, um advogado ligado a políticos e a grandes empresários e que fora amante de sua mãe; Silvio, funcionário público e militante de movimentos culturais; e Iara, uma prostituta a quem Amadeu recorre como refúgio, como ponto de referência em meio à confusão mental.

Globo – 23h30
de 26 a 29 de setembro de 1989
4 capítulos

minissérie de Gianfrancesco Guarnieri
direção de Roberto Talma

CÁSSIO GABUES MENDES – Amadeu
MIKA LINS – Luísa
PAULO JOSÉ – Gregório
DIVANA BRANDÃO – Iara
SERAFIM GONZALEZ – Agamenon
WALDEREZ DE BARROS – Sara
ROBERTO OROSCO – Manuel
ARICLÊ PEREZ – Lucy
FLÁVIO COLATRELLO – Bina
EDITH SIQUEIRA – Vera
CARLOS TAKESHI – Shigueru
BÁRBARA THIRÉ – Helena
RENATA ROURIZ – Tânia
RENATO LIMA – Jorge
BRI FIOCCA – Dona Sofia
WALTER CRUZ – Sílvio
SEME LUFTI – Jonas
CRISTIAN RODRIGUES – Amadeu (adolescente)
GIOVANNA GOLD – mulher assassinada
PAULO MÁRCIO – assassino
TIÃO HOOVER – policial
JACQUELINE CORDEIRO – jornalista
OLAIR COHEN – repórter
RICARDO HORMUTH – médico
IVAN LIMA – enfermeiro
MATEUS ESPERANÇA – porteiro
LUÍS SANTOS – porteiro do hotel
V. LASMAR – major
PAULÃO – marinheiro
RAUL BARRETO – garçom
EDUARDO SILVA
EDUARDO PITUCA
O pesadelo urbano proposto pelo autor chegou à TV em pinceladas fortes, assustadores, permitindo um bom trabalho de ator para Cássio Gabus Mendes.

A minissérie foi narrada em flashback. Aos poucos eram revelados o permanente estado de tensão de Amadeu, seu passado familiar e suas dificuldades no casamento. Centrando-se sobre o rapaz, com sua frágil estrutura psicológica, e sobre os personagens que o cercavam, o autor procedeu a uma análise da formação da sociedade paulista, com seu característico universo urbano-industrial e suas desigualdades sociais.

A trilha sonora acompanhava o ritmo de vida da metrópole. A banda Mulheres Negras, comandada por André Abujamra e Maurício Pereira, foi convidada para compor a trilha incidental da minissérie.

Para reforçar o ambiente frenético da grande cidade, a direção utilizou recursos como pouca luz e câmera portátil, produzindo um clima angustiante em muitas cenas. Além disso, a maior parte das gravações foi feita em locações externas.

A exemplo de O Grito, onde a cidade de São Paulo era exposta com todas suas contradições, esta minissérie aborreceu os paulistas que não gostaram do tratamento psicótico dado ao projeto.

Veja também

  • grito_logo

O Grito

  • abolicao_logo

Abolição

  • republica_logo

República

  • primobasilio_logo

O Primo Basílio