Sinopse

O poder da fábrica de tecidos Santa Marta Fabril S.A enfrenta a sua mais séria crise com a ascensão do inescrupuloso Cláudio, casado com Martinha, neta de dona Marta, a fundadora da empresa. Cláudio detém 50% das ações da Santa Marta Fabril. A família unida tenta mais uma vez salvar o seu maior patrimônio.

Manchete – 21h15
de 21 de novembro a 29 de dezembro de 1984

minissérie de Geraldo Vietri
baseada na peça de Abílio Pereira de Almeida
direção de Geraldo Vietri

NATHÁLIA THIMBERG – Dona Marta
PAULO RAMOS – Cláudio
LÚCIA VERÍSSIMO – Martinha
LEONARDO VILLAR – Fernando
SÔNIA CLARA – Júlia
TETÊ MEDINA – Vera
JONAS BLOCH – Tonico
SURA BERDITCHEVSKY – Estelinha
ADRIANO REYS – Clóvis
EWERTON DE CASTRO – Orlando
ROBERTO OROSCO
ANA ROSA – Norma
FERNANDO EIRAS – Gustavo
ÊNIO SANTOS – pai de Cláudio
BUZA FERRAZ
ÂNGELA FIGUEIREDO – Martucha
MATHEUS CARRIERI
DANTON JARDIM
HAROLDO DE OLIVEIRA – Guilherme
RUTHINÉIA DE MORAES – Hortência
MAYARA NORBIN
MONIQUE LAFOND
JOSEPHINE HÉLÈNE
ANA BEATRIZ NOGUEIRA
PATRICIA D’ANGELO
ODENIR FRAGA
MIGUEL ROSEMBERG – pai de Gustavo
DENISE CARVALHO
JAIR DELLAMARE
MÁRCIA BARRETO
PAULO PINHEIRO
GERALDO BARBOSA
RAUL OROFINO
DANIEL BARCELLOS
DANIEL GHIVELDER
WANDERLEY BARROS
SÔNIA GREISS – Odete
JAIME LEIBOVITCH

Terceira minissérie da TV Manchete e uma das melhores produzidas pela emissora. Premiada pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como a melhor minissérie de 1984. Nathalia Timberg foi eleita a melhor atriz (juntamente com Lucinha Lins, pela minissérie Rabo de Saia, Geórgia Gomide e Marieta Severo, pela novela Vereda Tropical, Débora Duarte, por Corpo a Corpo, e Mírian Pires, por Meus Filhos, Minha Vida).

Em 1958, Geraldo Vietri assistiu à montagem do TBC (Teatro Brasileiro de Comédia) de “Santa Marta Fabril” e ficou impressionado com o enredo da peça de Abílio Pereira de Almeida. O escritor morreu em 1977 e logo depois Vietri – então na TV Tupi – pensou em adaptá-la para a televisão, com texto de Rubens Ewald Filho. Porém, a Tupi estava em seus últimos momentos e o projeto não se concretizou. Contratado da TV Manchete, foi Maurício Sherman quem sugeriu uma adaptação da peça a Geraldo Vietri. (*)

Com excelente produção e exibindo um Vietri com a mesma pujança do seu início de carreira na Tupi, a Manchete pôde apresentar com notável qualidade as três fases da tradicional família de Dona Marta (Nathália Timberg), em um neurótico jogo de poder, ódio, violência e desamor ao redor da empresa Santa Marta Fabril.

Rigorosa constituição de época – 1958 a 1984 – elenco bem dirigido e a irresistível cancha de Nathália Timberg.

Vietri procurou se manter fiel ao texto de Abílio Pereira de Almeida, mas TV e teatro são veículos completamente diferentes. As sessenta páginas da peça foram ampliadas para seiscentas e a história ganhou dezessete novos personagens. (*)

As gravações ocorreram no Rio de Janeiro, Petrópolis e São Paulo. A fábrica de tecidos Bangu, no Rio, foi escolhida como cenário e, para dar mais realismo às cenas, seus operários atuaram como figurantes. (*)

A versão televisiva de Santa Marta Fabril contou com a participação de Leonardo Villar, que fizera parte do elenco da montagem do TBC nos anos 1950. Trinta anos antes, Leonardo interpretara Dr. Clóvis, o médico da família que se apaixona por uma das herdeiras da fábrica. Na minissérie, o ator viveu o contador Fernando. (*)

Outra peça de Abílio Pereira de Almeida já adaptada para a TV foi Paiol Velho, em 1982, na série Telerromance da TV Cultura.

A minissérie foi reprisada no Romance da Tarde (faixa vespertina da TV Manchete) de agosto a setembro de 1986, de segunda a sexta-feira, às 14h15.

(*) “Geraldo Vietri, Disciplina é Liberdade”, Vilmar Ledesma.

Músicas tocadas na minissérie:

FÁBRICA – César Camargo Mariano
AMOR E PAZ (LOVE IN PEACE) – Herbie Mann
NIGHT AND DAY – Billy Vaughn and His Orchestra
THE MAN I LOVE – Lionel Hampton

Veja também

  • antoniomaria85_logo

Antônio Maria (1985)

  • tudoemcima

Tudo em Cima

  • marquesadesantos

Marquesa de Santos

  • viveravida84_logo

Viver a Vida (1984)