Paranaense da cidade de Cambará, Antônio Teixeira Filho nasceu em 10 de outubro de 1922, e faleceu em São Paulo, em 1984, de insuficiência respiratória. Começou sua carreira como locutor de rádio em sua cidade natal. Anos depois, trabalhando como rádio-ator na cidade de Santos, conheceu sua mulher, Carmem Lídia, e se transformaram numa dupla de sucesso nas radionovelas da época, em São Paulo, pela Rádio Tupi, e no Rio de Janeiro, pela Rádio Nacional, onde começou sua carreira de novelista.

Na televisão, Teixeira Filho começou transpondo textos de teatro para o vídeo. Na década de 1960, escreveu novelas de grande sucesso popular, como O Direito de Nascer (Tupi, 1964-1965), O Preço de uma Vida (Tupi, 1965-1966), O Tempo e o Vento (Excelsior, 1967-1968) e A Pequena Órfã (1968-1969). Nos anos 70, Ídolo de Pano, da Tupi (em 1975), foi seu maior êxito. Contratado da Globo em 1981, adaptou o romance Ciranda de Pedra, de Lygia Fagundes Telles, e, no ano seguinte, O Homem Proibido, de Nelson Rodrigues, ambas para o horário das seis.

Década de 1960

  • precodeumavida_logo

O Preço de uma Vida

  • tempoeovento67

O Tempo e o Vento (1967)

  • excelsior60

O Direito dos Filhos

  • pequenaorfa_logo

A Pequena Órfã

  • diabolicos_logo

Os Diabólicos

  • vidasemconflito_foto

Vidas em Conflito

  • meninadoveleiro_logo

A Menina do Veleiro Azul

Década de 1970

  • toninhoontherocks_logo

Toninho On The Rocks

  • belami_logo

Bel-Ami

  • rosadosventos_logo

Rosa dos Ventos

  • idolodepano_logo

Ídolo de Pano

  • umdiaoamor_logo

Um Dia o Amor

  • umsolmaior_logo

Um Sol Maior

Década de 1980

  • marianazarei_revista

Maria Nazaré

  • homemproibido1982_logo

O Homem Proibido (1982)

  • cirandadepedra81_logo

Ciranda de Pedra (1981)