Sinopse

Rui fica cego e aleijado depois de uma decepção amorosa. A culpa recai sobre Ana, sua namorada, que é obrigada a abandonar a cidade comandada inescrupulosamente por Daniel.

Era também a história de amor de Débora, uma jovem de passado misterioso, e Edgar, político mau-caráter que abandona a grande chance de ascensão política para render-se aos encantos da mulher amada.

SBT – 19h45
de 5 de agosto de 1985
a 15 de fevereiro de 1986

novela escrita por Crayton Sarzy, Dulce Santucci, Amilton Monteiro e Ismael Fernandes
direção de Jardel Mello

Novela anterior
Jogo do Amor

Novela posterior
Cortina de Vidro

ANGELINA MUNIZ – Ana
CELSO FRATESCHI – Rui
EDNEY GIOVENAZZI – Daniel
ELIANE GIARDINI – Débora
MÁRIO CARDOSO – Edgar
DAVID CARDOSO
CLEYDE YÁCONIS
GEÓRGIA GOMIDE
MARTHA OVERBECK
ELIAS GLEIZER
ZAÍRA BUENO
PERCY AIRES
TINA FERREIRA
CLÁUDIO CORAZZA
LÚCIA MELLO
RUTHINÉIA DE MORAES
KÁTIA D’ANGELO – Vitória
YARA GREY
ANTÔNIO PETRIN
SEBASTIÃO CAMPOS
LOURDES ROCHA
IELANA KWASINSKI
HÉLIO SOUTO
CHICO SOLANO
ROBERTO SCUDERO
YARA LINS
TURÍBIO RUIZ
GENY PRADO
ALDINE MÜLLER
MASSAO BRUNO
ZODJA PEREIRA
ANTÔNIO NATAL
ALFREDO DAMIANO
SEMME LUFTI
RÔ MENDONÇA
ERNESTO BAMBINI
ESMERALDA BARROS
RAUL GONÇALVES
CORY CAMPOS
J. FRANÇA
ALEXANDRA CORRÊA
LÍDIA VANI
ARNALDO WEISS
JÚLIA SAVASSI

As nuances folhetinescas apresentavam um roteiro perfeito para a TVS/SBT.

Mas a sinopse acabou por receber diversos tratamentos de profissionais da área, passando de mão em mão, acabando por contar a trajetória de um ceguinho em meio a uma crise política.
O roteiro inicial era de Crayton Sarzy e Dulce Santucci. Após o capítulo 30, o texto foi assumido por Ismael Fernandes, que trabalhou junto com Amilton Monteiro (que já escrevia a novela desde o início, em parceria com Dulce).
A obra passou por muitas mãos e sua estrutura acabou desgastada e confusa, como seria de se esperar. Nem grandes expedientes folhetinescos motivaram muita audiência. Fábio Costa em “Novela, a Obra Aberta e Seus Problemas”.

Ismael Fernandes – que assinou a novela com Amilton Monteiro – é autor do livro Memória da Telenovela Brasileira, e já havia escrito para o SBT a novela Meus Filhos, Minha Vida, no ano anterior.

Trilha Sonora
umaesperancat
01. BOLA DE CRISTAL – Fagner
02. UM DIA DE AMOR – Amelinha
03. TUDO PODE MUDAR – Metrô
04. SEMPRE ME FAZ BEM – Kátia
05. HISTÓRIA DE AMOR – Fábio Jr.
06. FRENTE A FRENTE – Sônia Maya
07. ESQUINAS – Djavan
08. ÍNTIMO – Simone
09. SÓ – Léo Jaime
10. SIGA SEU RUMO – Pimpinela
11. SE O TEMPO PUDESSE PARAR – Paulinho Nogueira
12. AMOR FATAL – Sempre Livre

Sonoplastia: José Moura

Tema de Abertura: BOLA DE CRISTAL – Fagner
Olho pra você
Vejo muito mais
Tanta coisa que faz
Meu desejo viver em paz

Você pode ser bola de cristal
Mas o tempo se esconde da próxima vez
Jamais não sei onde o que você me fez
Porque nosso amor não depende do que será

Quando eu falo que a vida não tem mais uma vez
Você não quer me escutar
Eu só quero parar de correr
E ficar com você aonde você vai

Você vai me levar a um país
Tão belo e tão feliz que já não existe mais
Eu só quero parar de correr
E ficar com você aonde você vai

Pode crer, eu não vou ficar
Entre quatro paredes de um arranha-céu
Pedaços de sede, amor de papel
Por isso é que eu vivo pensando no seu olhar…

Veja também

  • cortinadevidro_logo

Cortina de Vidro

  • jeronimo84_logo

Jerônimo (1984)

  • jogodoamor_logo

Jogo do Amor