Sinopse

Cecília, na tentativa de esquecer as desilusões e os aborrecimentos causados por Eduardo, decide ser aeromoça e vai morar em Nova York. Eduardo é um playboy, filho dos patrões do pai dela, Felipe, chofer da rica família Vasconcelos Lima. Três anos depois, Cecília volta ao Rio de Janeiro, decidida a reconquistar seu grande amor, apesar da oposição de todos – sobretudo, do irmão mais velho de Eduardo, Humberto, apaixonado por ela.

Outro homem também cruza o caminho de Cecília. É Santiago Morales, um argentino rico que ela conheceu em Nova York e que vem ao Brasil para tentar conquistá-la. Envolvida com Eduardo e Humberto, Cecília diz a Santiago que ama outro homem. Com o tempo, ela aproxima-se mais de Humberto, porque a neurótica Marisa, apaixonada por Eduardo, luta por ele com todas as armas.

Cecília recebe uma carta misteriosa da irmã de Santiago e fica sabendo que ele tem uma doença incurável e pouco tempo de vida. Surpreendendo a todos, ela casa-se com o argentino. Porém trata-se de um plano arquitetado por Santiago para ter Cecília de volta. Em um casamento conturbado e infeliz, a verdade vem à tona.

Ao final, Eduardo está decidido a abrir mão de seu amor por Cecília. Numa discussão com Marisa, ele perde o controle do carro que dirigia, o que causa um acidente e a morte dos dois. Apesar de Humberto ter se revelado um homem fraco e de atitudes voltadas apenas para o trabalho, desperta segurança em Cecília e consegue finalmente conquistar o seu amor.

Globo – 19h
de 4 de julho de 1973
a 22 de janeiro de 1974
174 capítulos

novela de Lauro César Muniz
direção de Wálter Campos
supervisão de Daniel Filho

Novela anterior no horário
Uma Rosa com Amor

Novela posterior
Supermanoela

REGINA DUARTE – Cecília
CLÁUDIO MARZO – Humberto (Humberto Vasconcelos Lima Filho)
MARCOS PAULO – Eduardo
HERVAL ROSSANO – Santiago Morales
DÉBORA DUARTE – Marisa
ROSAMARIA MURTINHO – Ivone
FÚLVIO STEFANINI – Sérgio Garcia
CLÁUDIO CAVALCANTI – Paulo
LÚCIA ALVES – Leda Maria
GILBERTO MARTINHO – Felipe Barbosa
JORGE CHERQUES – Vasconcelos (Humberto Vasconcelos Lima)
CÉLIA BIAR – Hermínia
LÍCIA MAGNA – Esmeralda
MARCO NANINI – Faísca
ZENI PEREIRA – Donana
REYNALDO GONZAGA – Julinho
SUZANA FAINI – Renata
GERMANO FILHO – Arquimedes
MAURO MENDONÇA – Vicente
IRMA ALVAREZ – Clara
JUAN DANIEL – José Morales
LAURA SUAREZ – Marieta
ARTHUR COSTA FILHO – Ramon
RIVA BLANCHE – Mariana
e
ADEMIR ROCHA – Dr. Gastão (psiquiatra que trata Marisa)
ÁLVARO AGUIAR – Dr. Pinheiro (advogado de Santiago)
ANTÔNIO ANDRADE – Franco (marchand que negocia os quadros de Sérgio, amigo de Renata)
ANTÔNIO VICTOR – mordomo de Santiago
AURICÉIA ARAÚJO – Dona Margarida (vizinha de Ivone)
HELENA NED – Alice
HÉLIO ARY – Dr. João Cláudio (advogado dos Vasconcelos Lima)
IVO GIFFONI – amigo de Eduardo
JOÃO VIEITAS – Guga
JORGE CHAIA – Zeus
LÍDIA VANI – Isaura (mãe de Marisa)
MARGARETH BOURY – doublê de Regina Duarte nas cenas para esconder sua gravidez
MARLENE COSTA – Serafina
MIÉLE AMARO – empregada de Ivone
ODILON WAGNER – marchand
ROSITA TOMAZ LOPES
TALITA MIRANDA – Sofia
WALTER MATESKO – Noronha
Dr. Ramirez Sousa (médico de Santiago)
Rodolfo (pai de Marisa)

– núcleo de CECÍLIA (Regina Duarte), jovem romântica, foi aeromoça internacional, morava em Nova York. De origem humilde, foi criada na mansão da rica família Vasconcelos Lima, onde o pai trabalha como motorista. Ainda é apaixonada pelo caçula dos patrões. De volta ao Brasil, revive seu amor da adolescência, mas é cortejada também pelo primogênito da família:
o pai FELIPE (Gilberto Martinho), viúvo, motorista dos Vasconcelos Lima, homem simplório e de bom coração
sua amiga e confidente IVONE (Rosamaria Murtinho), secretária na empresa dos Vasconcelos Lima
a amiga e colega de trabalho na agência de turismo MARIANA (Riva Blanche).

– núcleo da família Vasconcelos Lima:
o patriarca HUMBERTO VASCONCELOS LIMA (Jorge Cherques), aposentado, é dono de uma empresa de móveis dirigida pelo filho mais velho
a mulher HERMÍNIA (Célia Biar), fina e elegante, gosta de Cecília
o primogênito HUMBERTO FILHO (Cláudio Marzo), maduro e responsável, dirige a empresa da família, é o chefe de Ivone. Apaixonado por Cecília desde criança, mas ela sempre preferiu seu irmão
o caçula EDUARDO (Marcos Paulo), o contrário de Humberto, playboy inconsequente e incapaz de levar a sério qualquer relacionamento amoroso. Apaixona-se por Cecília, sua namoradinha de adolescência, quando ela retorna ao Brasil, o que o põe em conflito com seu irmão, também interessado nela
a governanta ESMERALDA (Lícia Magna), mulher sisuda, não gosta de Cecília porque ela é filha de Felipe, homem por quem fora apaixonada no passado e ele a preteriu por outra mulher. Faz de tudo para impedir Cecília de entrar para a família Vasconcelos Lima
o jardineiro FAÍSCA (Marco Nanini), rapaz romântico e sonhador, apaixonado platonicamente por Cecília
a cozinheira DONANA (Zeni Pereira), bonachona, alegre e carinhosa. Amiga de Faísca, os dois zombam de Esmeralda pelas costas.

– núcleo de SANTIAGO MORALES (Herval Rossano), rico empresário argentino que ajudara Cecília em seus primeiros dias em Nova York. Apaixonado por ela, vai ao Brasil a fim de conquistá-la. Mas Cecília o trata como amigo. Entretanto, para a surpresa de todos, cansada de tantas intrigas por causa dos irmãos Vasconcelos Lima, ela abdica de seu amor para se casar com Santiago, ao descobrir, por intermédio de uma carta da irmã dele, que ele tem uma doença terminal e pouco tempo de vida. Mesmo sem amá-lo, ela acha que tem uma dívida com ele:
a irmã CLARA (Irma Alvarez), gosta de Cecília e ajuda o irmão em sua farsa
os pais JOSÉ MORALES (Juan Daniel) e MARIETA (Laura Suarez).

– núcleo dos amigos de Eduardo:
a neurótica MARISA (Débora Duarte), completamente apaixonada por Eduardo. Os dois ficam noivos, mas ela surta quando percebe que ele ama Cecília. Com ajuda de Esmeralda, faz de tudo para separá-los
JULINHO (Reynaldo Gonzaga)
PAULO (Cláudio Cavalcanti), inconsequente e sonhador como Eduardo, mas um pobretão, ex-namorado de Ivone
LEDA MARIA (Lúcia Alves), uma hippie sem família e sem destino por quem Paulo se apaixona.

– núcleo de SÉRGIO (Fúlvio Stefanini), arquiteto paulista contratado por Humberto para trabalhar em sua empresa. Também é artista plástico. Apaixona-se por Ivone e os dois vivem um romance conturbado:
a ex-mulher RENATA (Suzana Faini), que vem de São Paulo para atormentá-lo, o que abala a relação dele com Ivone
o amigo de Renata, FRANCO (Antônio Andrade), marchand que negocia os seus quadros.

– demais personagens:
ARQUIMEDES (Germano Filho), antigo funcionário da empresa de móveis da família Vasconcelos Lima, fora homem de confiança do velho Vasconcelos. A fim de modernizar a empresa, Humberto o substitui por Sérgio
DR. GASTÃO (Ademir Rocha), psiquiatra que trata de Marisa
RODOLFO e ISAURA (Lídia Vani), pais de Marisa
DR. JOÃO CLÁUDIO (Hélio Ary), advogado dos Vasconcelos Lima, defende Cecília quando ela quer se separar de Santiago.

Primeira novela solo de Lauro César Muniz na Globo. Lauro inciou seus trabalhos na emissora no ano anterior (1972), primeiro na roteirização da série infantojuvenil Shazan, Xerife e Companhia e, depois, substituindo Bráulio Pedroso em sua novela O Bofe.

Lauro escreveu Carinhoso sob encomenda, a pedido do diretor Daniel Filho, especialmente para Regina Duarte. Teve como ponto de partida o filme Sabrina (1954), de Billy Wilder, com Audrey Hepburn – que, por sua vez, foi inspirado na peça Sabrina Fair, a Woman of the World, de Samuel Taylor, encenada em 1953.

Regina voltava a contracenar com Cláudio Marzo, um de seus pares mais constantes em novelas até então (também em Véu de Noiva, Irmãos Coragem e Minha Doce Namorada).

A história não tinha uma sustentação maior a não ser encontros amorosos dos personagens, que se comportavam todos com fragilidade e insegurança. Apesar disso, a novela registrou um relevante sucesso. Ismael Fernandes em “Memória da Telenovela Brasileira”.

Além da história da aeromoça Cecília (Regina Duarte), havia ainda outros focos de atenção: os triângulos Sérgio (Fúlvio Stefanini), Ivone (Rosamaria Murtinho) e Paulo (Cláudio Cavalcanti), e, posteriormente, Ivone, Sérgio e Renata (Suzana Faini), já que Paulo se envolvia com a hippie Leda Maria (Lúcia Alves).

Carinhoso terminou antes do prazo por causa da gravidez de Regina Duarte, que gravou até não poder mais disfarçar a barriga. Regina estava grávida de Gabriela, que se tornou atriz como a mãe, com quem atuou em produções como a novela Por Amor (1997-1998) e a minissérie Chiquinha Gonzaga (1999).

Para as cenas de plano aberto em que Regina Duarte grávida aparecia, foi convocada a jovem Margareth Boury, o dublê de corpo da atriz na novela. Margareth é filha do diretor Reynaldo Boury e seguiu as carreiras de atriz e novelista.

Por seu papel em Carinhoso, Regina Duarte foi eleita a melhor atriz de 1973 com o Troféu Imprensa. Porém, durante a entrega do prêmio, no programa de Silvio Santos (que naquela época era exibido na Globo), a atriz recusou o troféu em reconhecimento ao trabalho de Eva Wilma – outra concorrente -, por sua atuação como as gêmeas Ruth e Raquel na novela Mulheres de Areia, da TV Tupi.

Carinhoso foi uma das primeiras novelas com cenas gravadas no exterior. No mesmo ano, a equipe da trama das oito, O Semideus, foi gravar em Portugal. Anteriormente, em 1967, A Rainha Louca teve sequências no México.
Para Carinhoso, a equipe dirigiu-se aos Estados Unidos. Como a protagonista Cecília era uma aeromoça internacional, Nova York foi várias vezes mostrada na novela, inclusive nas imagens da abertura. Daniel Filho mencionou em seu livro “Antes que me Esqueçam”:
“Morri de medo quando estava gravando as cenas aéreas de abertura da novela, feitas num helicóptero. Morro de medo de voar. Fiquei tentando convencer os norte-americanos de que minha presença no helicóptero não era necessária. (…) Não consegui escapar”.

Alguns dos principais pontos turísticos de Nova York que apareceram na abertura: Central Park, Greenwich Village, World Trade Center, Times Square, Empire State Building, Estátua da Liberdade. Da mesma forma, paisagens cariocas eram mostradas no encerramento.

A censura do Regime Militar vetou um casamento no exterior de personagens brasileiros da novela. De acordo com o pesquisador Cláudio Ferreira no livro “Beijo Amordaçado – A Censura às Telenovelas Durante a Ditadura Militar”:
“(…) o Departamento de Polícia Federal do estado da Guanabara (atual Rio de Janeiro) recebeu uma carta do Consulado Geral do Uruguai. O cônsul Yamandu Fischer salientou que dois personagens revelaram a intenção de realizar o casamento no consulado. A emissora teria solicitado autorização para filmar, sem sucesso. De acordo com o cônsul, a lei uruguaia proibia o casamento de não uruguaios e o consulado apareceria perante o público como infrator da lei. Por isso pediu providências: que a emissora não mencionasse o nome do consulado na novela ou em outros programas.”

A TV Globo foi a primeira emissora brasileira a utilizar câmeras eletrônicas portáteis em suas produções. Antes, para gravar cenas externas, era necessário carregar trombolhos que pesavam de 50 a 70kg. Daniel Filho (com Carinhoso) e Fábio Sabag (com o Caso Especial) inauguraram o equipamento VR-3000 – apesar de as imagens ainda serem em preto-e-branco.

A mansão da rica família Vasconcelos Lima, onde se passava boa parte da trama da novela, era localizada em São Conrado, bairro da zona sul do Rio de Janeiro. Site Memória Globo.

Estreia na Globo dos atores Mauro Mendonça e Fúlvio Stefanini (Fúlvio havia feito uma pequena participação em Cavalo de Aço, no mesmo ano).

Daniel narrou em outro livro seu, “O Circo Eletrônico”:
Carinhoso teve esse nome porque a gente resolveu colocar a música de Pinxinguinha como abertura. Boni estava profundamente apaixonado pelo excelente trompete que tocava o Márcio Montarroyos e saímos em busca do título, que tinha que ser romântico. Boni disse: ‘Por que não Carinhoso?”.

Texto narrado na apresentação das cenas do próximo capítulo da novela (prática comum na época):
“Amor, um brinquedo perigoso. O destino brincando e jogando com gente. Uma mulher à espera de um homem… carinhoso.”

A novela foi reprisada às 13h30 em 1974, logo após o seu término. E teve uma segunda reprise, no mesmo horário, entre 20/09/1978 e 05/1979 – na época o Vale a Pena Ver de Novo ainda não tinha esse nome.

Trilha Sonora Nacional
carinhosot1
01. AMAR, SOFRER E SONHAR – Nuvens (tema de Cecília)
02. MENTIRA – Marcos Valle (tema de Paulo)
03. AS “MOÇA” – Osmar Milito e Trama (tema de Eduardo)
04. MANHÃ DE SOL – Piry e seu Conjunto
05. PRISCILA – Fernando Leporace (tema de Ivone e Paulo)
06. POSSO VER O MUNDO PELA JANELA – Trama (tema de Ivone e Sérgio)
07. AMAR, SOFRER E SONHAR – Nuvens (tema de Cecília)
08. CARINHOSO – Márcio Montarroyos (tema de abertura)
09. MANHATTAN – Márcio Montarroyos (tema de Cecília e Santiago)
10. DA COR DO PECADO – Márcio Montarroyos (tema de Leda Maria)
11. CHÃO DE ESTRELAS – Márcio Montarroyos (tema de Felipe)
12. MARIA – Márcio Montarroyos
13. MULHER – Márcio Montarroyos (tema de Ivone)
14. RANCHO FUNDO – Márcio Montarroyos (tema de Hermínia e Vasconcelos)

Trilha Sonora Internacional
carinhosot2
01. MUSIC AND ME – Michael Jackson (tema de Cecília e Eduardo)
02. SKYLINE PIGEON – Elton John (tema de Eduardo e Marisa)
03. SOUL MAKOSSA – Manu Dibango
04. FOR ONCE IN MY LIFE – Gladys Knight & The Pips (tema de Cecília e Humberto)
05. TIE A YELLOW RIBBON – Glenn Simon
06. WINDOW – Paul Bryan (tema de Ivone e Sérgio)
07. FREE FOR ALL – Free Sound Orchestra (tema de Cecília)
08. LA CRABE – Françoise Hardy (tema de Renata)
09. HE – Family Child (tema de Eduardo)
10. MANHATTAN – Sally Baldwin (tema de Cecília e Santiago)
11. YOUR LOVE – Nathan Jones
12. FOR BETTER – Chrystian (tema de Ivone e Paulo)
13. LADY – Puzzle (tema de Marisa)
14. GERI – Jack & Jill (tema de Leda Maria e Paulo)

ainda
THEME FROM THE MACK – Willie Hutch (tema da vinheta de “estamos apresentando”)
AUJOURD’HUI C’EST TOI – Francis Lai

Tema de Abertura: CARINHOSO (composição de Pinxinguinha e João de Barro)
O tema de abertura é uma versão instrumental da música, em trompete, executada por Márcio Montarroyos

Meu coração, não sei por que
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim
Foges de mim

Ah, se tu soubesses como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim

Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor dos lábios meus a procura dos teus
Vem matar essa paixão que me devora o coração
E só assim então serei feliz
Bem feliz…

Veja também

  • irmaoscoragem70_logo

Irmãos Coragem (1970)

  • fogosobreterra_logo

Fogo Sobre Terra

  • nina_logo

Nina

  • veudenoiva_logo

Véu de Noiva