Bastidores

Série com histórias completas apresentadas em cada programa. Até 1978, os diretores foram Daniel Filho, Paulo José, Fábio Sabag, Domingos de Oliveira, Ziembinski e Paulo Afonso Grisolli, entre outros.

Em 1979, os casos foram substituídos por teleteatros apresentados no programa Aplauso – com coordenação geral de Paulo José -, exibidos até novembro de 1979.

Em 1993, os casos, que já eram apresentados na faixa Terça Nobre, passaram a ter o título de Brasil Especial.

Os programas com duração média de uma hora apresentavam histórias originais ou adaptações de obras de autores brasileiros e estrangeiros.

Entre 1971, quando foi exibido o primeiro Caso Especial, Nº 1, até 1995, quando se transmitiu o último, A Farsa da Boa Preguiça, produziram-se mais de 170 programas escritos e dirigidos por diversos profissionais da emissora.

A proposta e a estrutura mantiveram-se ao longo dos 24 anos em que os programas foram transmitidos, embora nome, faixa de programação, periodicidade e horários de exibição tenham sido alterados diversas vezes.

O Caso Especial Meu Primeiro Baile, exibido em 1972, foi o primeiro programa da televisão brasileira a ser gravado inteiramente em cores.

Entre 1980 e 1981, apenas três casos foram ao ar. O projeto, contudo, foi retomado em março de 1983, com Otelo de Oliveira – uma adaptação da peça Otelo de Shakespeare assinada por Aguinaldo Silva e dirigida por Paulo Afonso Grisolli -, transmitida na faixa de programação conhecida como Quarta Nobre, às 21h30, com uma hora e meia de duração.

Poucos programas foram produzidos entre 1984 e 1987, destacando-se, nesse período, Órfãos da Terra, com texto de Aguinaldo Silva, premiado no Festival de Filme de Locarno, na Suiça.

Em 1988, os casos voltaram à grade de programação com a exibição de Boi Santo, de Dias Gomes. A direção da nova série, que passou a ser transmitida mensalmente e com programas de 50 minutos – coube a Paulo Afonso Grisolli.

Novamente, entre 1989 e 1990, só se produziu um programa, Todas as Mulheres do Mundo, escrito e dirigido por Domingos de Oliveira, exibido em maio de 1990.

Em 1991, os Casos Especiais voltaram a ser apresentados, desta vez na Terça Nobre, faixa de programação noturna da emissora, só que alternados com outros tipos de atração. A partir de então, os especiais que integravam a Terça Nobre receberam outras denominações – como Brasil Especial, por exemplo – embora os programas continuassem a apresentar a mesma proposta e a mesma linguagem dos Casos Especiais.
Os textos passaram a se basear exclusivamente em obras de escritores brasileiros. A Farsa da Boa Preguiça, adaptação da peça homônima de Ariano Suassuna, com direção de Luiz Fernando Carvalho, encerrou a exibição dos Casos Especiais, em dezembro de 1995.

Globo
de 10 setembro de 1971 a 5 de dezembro de 1995
série com várias histórias exibidas em dias e horários diversos
nº 1 (10/09/1971), de Janete Clair, com Francisco Cuoco e Regina Duarte
o crime do silêncio (14/10/1971), de Dias Gomes, com Glória Menezes, Sérgio Cardoso e Betty Faria
a pérola (10/12/1971), de Dias Gomes, com Tarcísio Meira e Dina Sfat
sombra suspeita (20/03/1972)
meu primeiro baile (31/03/1972), adaptação de Janete Clair, com Glória Menezes, Marcos Paulo, Sérgio Cardoso, Francisco Cuoco e Tarcísio Meira
o médico e o monstro (05/05/1972), adaptação de Domingos de Oliveira, com Sérgio de Oliveira e Elizângela
dibuk, o demônio (28/07/1972), adaptação de Domingos de Oliveira, com Regina Duarte
somos todos do jardim de infância (07/08/1972), de Domingos de Oliveira, com Gianfrancesco Guarnieri e Nelson Xavier
os viajantes (06/10/1972), adaptação de Domingos de Oliveira
o matador (11/1972), adaptação de Domingos de Oliveira
a dama das camélias (27/12/1972), adaptação de Gilberto Braga, com Glória Menezes, Cláudio Cavalcanti e Mário Lago
medéia (14/02/1973), adaptação de Oduvaldo Viana Filho, com Fernanda Montenegro e Milton Moraes
o desquite (25/04/1973), de Lauro César Muniz
as praias desertas (13/06/1973), de Gilberto Braga, com Dina Sfat, Juca de Oliveira, Cláudio Cavalcanti e Yoná Magalhães
o silêncio e o grito (11/07/1973), de Monah Delacy, com Renata Sorrah, Juca de Oliveira, Elza Gomes, Nívea Maria, Dirce Migliáccio, Fernando José, Lícia Magna, Augusta Moreira, Alcides José e Osvaldo Andrade, direção de Alberto Salvá
o capote (22/08/1973), adaptação de Wálter George Durst
o preço de cada um (28/11/1973), adaptação de Gilberto Braga
a cartomante (30/01/1974), adaptação de Lenita Plonczynski
casa de bonecas (1974), de Gilberto Braga
feliz na ilusão (13/02/1974), de Gilberto Braga
enquanto a cegonha não vem (29/05/1974), adaptação de Bráulio Pedroso, com José Wilker e Renata Sorrah
o crime do zé bigorna (17/07/1974), de Lauro César Muniz, com Lima Duarte
indulto de natal (24/12/1975), de Wálter Avancini
quem era shirley temple? (29/12/1976), de Osman Lins, com Dina Sfat
ciranda cirandinha (07/10/1977), de Paulo Mendes Campos, com Fábio Júnior, Lucélia Santos, Jorge Fernando e Denise Bandeira
férias sem volta (02/12/1977), de Janete Clair, com Renata Sorrah e Tony Corrêa
jorge, um brasileiro (29/03/1978), adaptação de Oswaldo França Jr., com Antônio Fagundes
jardim selvagem (12/04/1978), de Lygia Fagundes Telles
chanel nº 5 (11/12/1978), de Tácito Rocha, direção de Paulo José e Nilton Travesso. Com Regina Duarte, Isaurinha Garcia, Lélia Abramo, Cláudio Mamberti, Marco Nanini, Oscar Felipe, Alexandre Raymundo
a morte e a morte de quincas berro d´agua (27/12/1978), adaptação de Wálter Avancini, com Paulo Gracindo
romeu e julieta (24/12/1980), adaptação de Wálter George Durst
os amores de castro alves (02/01/1981), de Doc Comparato
morte e vida severina (22/12/1981), de João Cabral de Mello Neto, com José Dumont, Tânia Alves e Elba Ramalho
otelo de oliveira (09/03/1983), adaptação de Aguinaldo Silva, com Roberto Bomfim e Júlia Lemmertz
o fantasma de canterville (13/04/1983), adaptação de Euclydes Marinho e Lula Torres
o inspetor geral (27/04/1983), adaptação de Doc Comparato e Bernardo Carvalho
a pata do macaco (27/05/1983), adaptação de Doc Comparato, com Mário Lago
são bernardo (29/06/1983), adaptação de Lauro César Muniz
casal vintém (07/12/1983), adaptação de Euclydes Marinho, com Marco Nanini e Maria Zilda
órfãos da terra (09/03/1984), de Aguinaldo Silva
negro léo (30/05/1986), adaptação de Euclydes Marinho e Luiz Gleiser, com Eva Wilma
boi santo (07/07/1988), de Dias Gomes
o matador (20/10/1988), adaptação de Domingos de Oliveira, com Nuno Leal Maia
garota da capa (03/11/1988), de Wálter Avancini
todas as mulheres do mundo (04/05/1990), de Domingos de Oliveira
lucíola (11/05/1993), adaptação de Geraldo Carneiro
o mambembe, (1993), do original de Arthur Azevedo, com Cláudia Abreu e Pedro Cardoso, direção de Guel Arraes
o santo que não acreditava em deus (03/08/1993), de João Ubaldo Ribeiro, com Lima Duarte
lisbela e o prisioneiro (31/08/1993), do original de Osman Lins, adaptação de Guel Arraes, Pedro Cardoso e Jorge Furtado, com Giulia Gam, Edson Celulari, Diogo Vilela, Marco Nanini e Cláudia Raia
o besouro e a rosa (26/10/1993), adaptação de Manoel Carlos, com Carla Marins e Ângelo Antônio
lúcia mccartney (31/05/1994), adaptação de Geraldo Carneiro, com Fernanda Torres
o coronel e o lobisomen (21/06/1994), adaptação de Guel Arraes, Jorge Furtado e João Falcão, com Marco Nanini e Paulo Betti
uma mulher vestida de sol (12/07/1994), adaptação de Ariano Suassuna, Luiz Fernando Carvalho e Íris Gomes da Costa, com Tereza Seiblitz e Raul Cortez, direção de Luiz Fernando Carvalho
a desinibida do grajaú (13/09/1994), adaptação de Geraldo Carneiro, com Isadora Ribeiro
suburbano coração (27/09/1994), do original de Naum Alves de Souza, adaptação de Jorge Furtado, Guel Arraes e João Falcão, com Andréa Beltrão, Marco Nanini, Pedro Paulo Rangel e Marisa Orth
o homem que sabia javanês (08/11/1994), adaptação de Guel Arraes, Jorge Furtado e João Falcão, com Marco Nanini e Fernanda Torres
memórias de um sargento de milícias (31/10/1995), adaptação de Jorge Furtado, Carlos Gerbase e José Norberto Torero
a farsa da boa preguiça (05/12/1995), de Ariano Suassuna, com Laura Cardoso e Ary Fontoura, direção de Luiz Fernando Carvalho

Veja também

  • comediaespecial_logo

Comédia Especial

  • aplauso_logo

Aplauso

  • pluft_logo

Pluft, o Fantasminha