Sinopse

Gabriela Fortes (Camila Morgado) é professora do Colégio Sapiência, uma profissional apaixonada pelo que faz e corajosa, que traz com ela a jovem idealista do passado. Com o passar dos anos, o casamento com Paulo (Felipe Rocha) e três filhos para criar, Alex (Daniel Rangel), Flora (Jeniffer Oliveira) e Mel (Maria Rita), tornaram ela mais pragmática. Porém, seu sonho de contribuir com a educação dos adolescentes é prioridade. Nessa jornada, Gabriela tem um reencontro com Rafael (Carmo Dalla Vecchia), um amor da juventude. Ele lidera a ONG Percurso, que, por meio de uma parceria, garantiu que alunos carentes estudassem no colégio.

As duas turmas do primeiro ano do ensino médio do Colégio Sapiência trazem essa mistura entre estudantes regulares e bolsistas. A turma A é composta pelos alunos Flora (Jeniffer Oliveira), Tito (Tom Karabachian), Jade (Yara Charry), Úrsula (Guilhermina Libanio) e os bolsistas Verena (Joana Borges), Érico (Gabriel Fuentes) e Michael (Pedro Vinícius). Já na turma B estão Alex (Daniel Rangel), Pérola (Rayssa Bratillieri), Felipe Kavaco (Gabriel Contente), Hugo (Leonardo Bittencourt) e os bolsistas Talíssia (Luellem de Castro), Leandro (Dhonata Augusto), Amanda (Pally Siqueira) e Maria Alice (Alice Milagres).

O reencontro com Rafael provoca um rebuliço na vida de Gabriela e desestabiliza ainda mais o casamento, já que Paulo não conterá seu ciúme ao ver a esposa mergulhada na missão que ela divide com Rafael de fazer os novos alunos se destacarem na escola.

Globo – 17h45
de 7 de março de 2018
a 15 de abril de 2019
288 capítulos

novela Patrícia Moretzsohn
baseada na série canadense 30 Vies, de Fabienne Larouche
escrita com Chico Soares, Laura Rissin, Renata Dias Gomes e Ricardo Tiezzi
supervisão de texto de Daniel Ortiz
direção de Thiago Teitelroit, Giovanna Machline, Nathália Warth, Matheus Malafaia, Mayara Aguiar, Caetano Caruso e Oscar Francisco
direção geral e artística de Natália Grimberg

Temporada anterior
Viva a Diferença

Temporada posterior
Toda Forma de Amar

CAMILA MORGADO – Gabriela Fortes
CARMO DALLA VECCHIA – Rafael Porto
DANIEL RANGEL – Alex Fortes
ALICE MILAGRES – Maria Alice da Paz
RAYSSA BRATILLIERI – Pérola Mantovani
ANDRÉ LUIZ FRAMBACH – Márcio Porto
GABRIEL FUENTES – Érico Melo
JENNIFER DIAS – Dandara da Conceição
YARA CHARRY – Jade Poitier
GUILHERMINA LIBÂNIO – Úrsula Bartolomeu
LUELLEN DE CASTRO – Talíssia Costa
GABRIEL CONTENTE – Felipe Kavaco
PALLY SIQUEIRA – Amanda Garcia
JENIFFER OLIVEIRA – Flora Fortes
TOM KARABACHIAN – Tito Laroche
PEDRO MAYA – Garoto (Carlos Aníbal)
PEDRO VINÍCIUS – Michael Müller
GIOVANNI DOPICO – Santiago Paiva
LEONARDO BITTENCOURT – Hugo Rabelo
JOANA BORGES – Verena Dias
DHONATA AUGUSTO – Leandro de Jesus
EIKE DUARTE – Álvaro Borges
FELIPE ROCHA – Paulo Fortes
LUIZ GUSTAVO – Heitor Laroche
GUTA STRESSER – Rosália da Paz
ARLINDO LOPES – Getúlio Melo
BUKASSA KABENGUELE – Marcelo da Conceição
MARIANA ARMELLINI – Brigitte Simões
BIANCA RINALDI – Leonor
FERNANDA PAES LEME – Solange Pelegrino
CLÁUDIO LINS – Osvaldo Rabelo
ANDRÉ LUIZ MIRANDA – Vinícius
GIOVANNA RANGEL – Fabiana Mota
MATHEUS CUNHA – Gui (Peixe)
DORA FREIND – Bárbara Bartolomeu
JÚLIA PORTES – Lia
JÚLIA MENDES – Marli
as meninas
MARIA RITA – Mel (Melissa Fortes, filha de Gabriela e Paulo)
MARIA ALICE GUEDES – Valentina (filha de Talíssia)
e
ADRIANA MACHADO – Isabela
ALEXANDRE MORENNO – Jeremias (amigo de Vinícius que ofende Talíssia ao conhecê-la)
ANA BEATRIZ NOGUEIRA – Isadora Mantovani (mãe de Pérola)
ANA PAULA BOUZAS – Violeta Melo (mãe de Érico, irmã de Getúlio)
ANDRÉA BELTRÃO como ela mesma, apresentadora do prêmio Educador Nota 10 com Otaviano Costa
ANDREA MATTAR – Cláudia (assistente social que analisa o caso da adoção de Garoto por Heitor)
ÂNGELO PAES LEME – Tarcísio Porto (primo ambicioso de Rafael)
ANJA BITTENCOURT – Dona Tereza (vizinha de Gabi, reclama quando Alex chega de madrugada fazendo barulho)
ANTÔNIO ALVES – Denis (feirante amigo de Tom que faz insinuações sobre a masculinidade de Leandro por ele dançar)
ARACY BALABANIAN – Janete (avó de Kavaco)
ARIANNE BOTELHO – Bia (amiga anoréxica de Pérola)
ARTHUR AGUIAR – Fábio (ex-namorado de Camila)
BABU SANTANA – Aloísio (pai de Garoto)
BELLA CAMERO – Soninha (namorada de Vagner)
BELLA PIERO – Sofia (tem uma relação obsessiva com Garoto)
BETTY FARIA – Olívia (interessa-se por Heitor)
BRUNO AHMED – Enzo (aluno do Colégio Sapiência por quem Guilhermina se interessa)
BUCHECHA como ele mesmo, canta na festa da ONG Percurso
CARLA CRISTINA CARDOSO – Yasmin (manicure de Isadora, conta fofocas sobre Ana Tanquerey)
CARLA DIAZ – Clarissa (amiga de Carol, com ela coloca droga nas bebidas de Hugo e Alex, envolvendo Alex como traficante)
CARLOS FONTE BOA – Mark (técnico de Verena)
CAROLINA LOPEZ – Iohana (funcionária do hotel que sugere que os garotos montem uma boy band)
CHICO SUZANO – Marreco (interno do abrigo de menores para onde Érico é levado)
CHRISTIANA KALACHE – Marisa (madrasta de Leandro)
CHRISTIAN FIGUEIREDO – Gutuber (influenciador digital que foi aluno de Rafael)
CLARISSA MÜLLER – Ana Cruz (digital influencer que leva Pérola a se tornar anoréxica com regimes malucos a base de jejum)
CRISTIANO SAUMA – Matheus Barbieri (assistente do produtor musical David Castel)
CRISTINA MULLINS – inspetora do colégio
DANIEL DANTAS – Jairo Kavaco (pai de Felipe Kavaco, marido de Melissa)
DANIEL RIBEIRO – Tom (pai de Leandro)
DANILO MAIA – Naldo (cantor sertanejo, da dupla Rei e Naldo)
DANI ORNELLAS – Simone (mãe de Talíssia)
DÉBORA LAMM – Nina Burana (Guilhermina, mãe de Tito, cantora)
DIEGO GOULART – Cláudio (aluno problemático do Colégio Sapiência)
DIOGO MONTEIRO – Bryan (treinador de Santiago que o assedia)
DJHA MARTINS – senhora que conversa no ônibus com Maria Alice
EDSON CELULARI – Eduardo Mantovani (pai de Pérola, marido de Isadora, político que vai preso no início)
ELLEN ROCHE – Jaqueline (mãe de Fabiana)
FABIANA KARLA – Penha da Paz (irmã de Rosália)
FELIPE DI PAULA – luteiro que Tito chama para consertar o piano do avô Heitor
FLÁVIO MIGLIACCIO – Roberto (pai de Gabriela)
GABRIELA FREIRE – Meg (seguidora de Ana Cruz nas redes sociais)
GABRIELA LORAN – Priscila (professora de dança que incentiva Leandro a se apresentar em um show de drag-queens)
GABRIEL ANTUNES – Luca (envolve-se com Flora por causa de pintura, despertando o ciúme de Tito)
GABRIEL MOURA – Julinho (amigo de Úrsula)
GEORGIANA GÓES – Lúcia (moça que Paulo conhece em um aplicativo de namoro e passa a persegui-lo)
GIOVANA CORDEIRO – Carol (amiga de Clarissa, com ela coloca droga nas bebidas de Hugo e Alex, envolvendo Alex como traficante)
GISELLE BATISTA – Raíssa (fisioterapeuta conselheira de Santiago)
GORETE MILAGRES – Beth (mãe de Michael)
GUILHERME WEBER – Régis Borges (pai de Álvaro)
GUSTAVO OTTONI – Bernardo (do conselho do Colégio Sapiência)
HUGO GERMANO – Jorge (bandido, filho de Simone, irmão de Talíssia)
HUGO RESENDE – Edson (vendedor de uma loja de operadora telefônica que chama a atenção de Marli)
JACKSON ANTUNES – Lourenço Paiva (pai de Santiago)
JAIME LEIBOVITCH – Norton (amigo de Heitor que convida Tito para cantar em um baile tradicional)
JOÃO PEDRO OLIVEIRA – João Pedro (amigo de Hugo e Gui)
JOÃO VELHO – César (amigo de Paulo, pai de Fabiana)
JÚLIA LUND – Ellen (policial disfarçada, frequenta a boate onde Carol e Clarissa estão traficando drogas)
JULIANA ALVES – Carine (amiga de Getúlio, planeja com Rian o sequestro de Mel)
LADY FRANCISCO – Lorraine (milionária vítima de golpe de Isadora e Getúlio)
LAILA GARIN – Tânia Borges (mãe de Álvaro)
LARISSA BRACHER – Eliane Cruz (mãe da influenciadora digital Ana Cruz)
LÉO ISRAEL – Neto
LÉO XAVIER – da gangue de Calebe
LETÍCIA ISNARD – Juliana (mãe de Verena)
LORENA COMPARATO – Camila (afirma estar esperando um filho de Márcio)
MALU MADER – Melissa Kavaco (mãe de Felipe Kavaco, mulher de Jairo)
MARCELO ADNET – Davi Castell (produtor musical que irá investir na carreira de Garoto)
MARCELO ARGENTA – Breno (professor de História, assedia Verena)
MÁRCIO RICCIARD – delegado quando Alex é preso como traficante por causa das trapaças de Carol e Clarissa
MÁRCIO VITO – Rian (amigo de Getúlio, planeja com Carine o sequestro de Mel)
MARCOS JUNQUEIRA – André (amigo de Kavaco, arranja um trabalho para ele, sem registro pois ele é menor)
MATHEUS MACENA – interno do abrigo de menores que ajuda Érico
MIGUEL RÔMULO – Marquinhos (malandro, pai de Valentina, da relação com Talíssia)
NAIARA AZEVEDO como ela mesma, apresenta-se na cidade onde Maria Alice foi viajar
NICETTE BRUNO – Estela Santos (mãe de Gabriela)
OTAVIANO COSTA como ele mesmo, apresentador do prêmio Educador Nota 10 com Andréa Beltrão
PAULO GIARDINI – advogado de Eduardo, comunica à família dele que seus bens estão bloqueados
PAULO VERLINGS – Calebe (bandido que dá ordens a Jorge)
PEDRO GARCIA NETTO – José Augusto Sampaio
RAFAEL BRAVO – Charlie (namorado de Michael no início)
RAUL LABANCA – síndico do condomínio que perdoa a dívida de Isadora em troca de ela não processar o condomínio pelo assalto
RENAN MAYER – Rei (cantor sertanejo, da dupla Rei e Naldo, ex-namorado de Maria Alice)
RENAN MONTEIRO – Selmo (agente responsável pela reabilitação socioeducativa de Érico)
RENATA GASPARIM – Lu (seguidora de Ana Cruz nas redes sociais)
RITA GUEDES – Valéria (mãe de Márcio)
RODRIGO RANGEL – Edgar (pai de Carol)
ROGÉRIO BARROS – um dos seguranças do condomínio de Isadora que prendem Érico quando ele vai devolver o dinheiro roubado
RUAN AGUIAR – Vagner (adolescente que saiu de um reformatório, mas foi atingido por uma bala perdida)
SAULO RODRGUES – Silva (um dos seguranças do condomínio que prendem Érico quando ele vai devolver o dinheiro roubado)
SÁVIO MOLL – Vicente (amigo de Rafael e Gabriela, que dá uma festa de aniversário de casamento e o dois se encontram)
SÉRGIO MACIEL – Antônio (inspetor no Colégio Sapiência)
SHIRLEY CRUZ – Joana (mãe de Garoto)
TARCIANA SAAD – policial que prende Isadora pelo roubo do colar de Lorraine
VANESSA BUENO – Larissa (conhecida de Rafael dos Alcoólicos Anônimos)
VANESSA PASCALE – Manu (acompanha Rafael na festa de Vicente)
VERA FISCHER – Ana Tanquerey (amiga de Isadora)
VINÍCIUS REDD – Anderson (amigo de Leandro, vai morar com Tito e Garoto)
VITOR MAYER – Vitor (colega de Santiago, faz insinuações sobre Michael)
WANDERSON PETÃO – um dos policiais que prendem Calebe
Matias (porteiro do prédio de Breno que entrega os vídeos de segurança confirmando a versão de Verena)

A história mergulhava na vida de cada um de 17 alunos, cujo protagonismo se revezava a cada duas semanas, para tratar de questões como drogas, machismo, homofobia, desemprego, idealização do corpo, racismo, assédio moral e sexual, intolerância religiosa, maternidade precoce, pedofilia, criminalidade, anorexia, violência doméstica, depressão, adoção, virgindade, alcoolismo, bullying, entre outros assuntos.

A autora Patrícia Moretzsohn destacou a novidade no formato desta temporada, que era inspirada na série canadense 30 Vies.
“A cada quinze dias, vamos fundo na história pessoal de um adolescente da escola, fazendo com que ele ganhe um protagonismo temporário. Caberá à professora Gabriela (Camila Morgado) essa imersão em um drama em particular. Serão cerca de 25 histórias intercaladas com a base que é o arco principal, que envolve o núcleo da professora e seus três filhos. Nossa Malhação fala de vidas brasileiras e por isso abordaremos temas presentes no nosso dia a dia, sempre propondo uma discussão e mostrando os dois lados da história. As pessoas vão entender que por trás de cada um desses temas existe um ser humano.”, explicou Moretzsohn.

Entretanto, a novidade não surtiu efeito para o público. Após 13 meses de exibição, Vidas Brasileiras concluiu a temporada com a menor média geral da Malhação desde a temporada Sonhos, de 2015. Foram apenas 16,2 pontos no Ibope da Grande São Paulo, derrubando em mais de 20% a audiência herdada da temporada anterior, a aclamada Viva a Diferença (encerrada com a média final de 20,4 pontos). Várias vezes a novela teen da Globo perdeu para a concorrente Record TV, que exibia no horário o programa policialesco Cidade Alerta.

Um dos motivos para explicar a pouca repercussão foi justamente o que o programa trazia como novidade. Como a trama central mudava a cada duas semanas, não havia tempo hábil para o público envolver-se com a história que estava sendo focada. Para piorar, os conflitos eram, na maioria das vezes, desenvolvidos de forma rasa e finalizados subitamente, de maneira pouco convincente. Tramas promissoras se limitaram ao formato quinzenal do programa, o que tornava algumas abordagens meramente panfletárias ou superficiais, com alunos em problemas graves se recuperando como em um passe de mágica para finalizar a temática e dar vez para a próxima. Para piorar, a pecha de “chata” e “intrometida” que levou a protagonista, a professora Gabriela (Camila Morgado), já que era ela quem, por via de regra, iniciava, mediava e resolvia os conflitos de seus alunos.

Para chegar aos 17 atores que deram vida aos alunos, a equipe da novela entrevistou quase 600 jovens durante seis meses. Eles vinham de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco e Paraíba.
“Muitos personagens foram mudando conforme conhecíamos os atores. Interessava mais a essência do que era e o que ele fazia. Nada do que é do estereótipo nos interessa mais. Os atores usam seus próprios talentos. Quem toca, toca; quem canta, canta; e quem é de outras cidades vai se apresentar dessa forma na trama, sem disfarçar ou alterar o sotaque”, disse a diretora artística Natália Grimberg.

A cidade cenográfica, que reproduziu ruas do bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, tinha uma área de 5.800m². Nela estavam construídos o Colégio Sapiência, cuja sede era um casarão antigo do final do século 19, o bistrô Le Kebek, a ONG Percurso e dois cenários fixos: o apartamento da professora Gabriela (Camila Morgado), com 180m², e a quitinete de Érico (Gabriel Fuentes), com 50m².

Locações externas também serviram de cenário para explorar as belezas naturais da cidade e dos bairros vizinhos, como Mirante do Pasmado, Boulevard Olímpico, Fundação Casa de Rui Barbosa, Mureta da Urca, além das principais ruas de Botafogo, como a Voluntários da Pátria e a São Clemente.

Ações promovidas em parceria com a área de Responsabilidade Social da Globo serviram de inspiração para atores, produção e direção. No Dia da Educação, em dezembro de 2017, a equipe se reuniu para ouvir histórias de salas de aula contadas por educadores, alunos e diretores. A conversa, mediada por Leila Sterenberg, jornalista da GloboNews, teve o objetivo de inspirar a concepção dos personagens e aproximar ficção e realidade, e passou por temas como ensino alternativo, violência, as dificuldades enfrentadas pelo ensino público brasileiro e o amor pela função de professor.
A 9ª edição do Papus – metodologia de cocriação desenvolvida pelo Globo Universidade – promoveu um diálogo entre o elenco de Malhação e 16 jovens de diferentes origens e idades. Os participantes compartilharam histórias, sonhos, motivações, desafios e medos.
Já a quinta edição do GloboLab foi dedicada ao programa. Durante três dias, vinte talentos escolhidos em seis instituições de ensino e coletivos de comunicação do Rio de Janeiro e de São Paulo se reuniram para participar do laboratório de cocriação promovido pela Globo e gerar roteiros de vídeos para a campanha digital de lançamento do programa.

Vidas Brasileiras estreou recomendada para maiores de 10 anos. Por conter temas que deveriam ser tratados apenas após as 20 horas, o Ministério da Justiça notificou a TV Globo solicitando que a novela fosse reclassificada para maiores de 12 anos. Com isso, a trama tornou-se de conteúdo inapropriado para crianças e adolescentes abaixo da faixa etária recomendada. A emissora se viu obrigada a aumentar a classificação, já que foi alertada mais de uma vez.

Por problemas de saúde, o ator Luiz Gustavo afastou-se das gravações, retornando ao final.

Trilha Sonora

01. PÕE FÉ QUE JÁ É – Arnaldo Antunes (tema de abertura)
02. PESADÃO – Iza (participação de Marcelo Falcão)
03. NEW RULES – Dua Lipa
04. THE LESS I KNOW THE BETTER – Tame Impala
05. WOLVES – Selena Gomez and Marshmello
06. POWER – Little Mix featuring Stormzy
07. DÁ LIKE – Banda Uó (participação de Karol Conká)
08. MENINA – Omulu (participação de Delano)
09. PONTA DE LANÇA – Rincon Sapiência
10. INNOCENT MAN – Rag’N’Bone Man
11. UM SÓ – Tribalistas
12. BEIJA EU – Silva
13. MEDO DE CARETA – Os Dentes
14. MEXEU COMIGO – Tiê
15. MINHA LÁGRIMA SALTA – Paulinho Moska
16. SORTE – Ney Matogrosso (tema de Gabriela e Rafael)
17. NÃO ESPERO MAIS – O Terno

ainda
NOSSO SONHO – Claudinho e Buchecha
DEADLY NIGHTSHADE – James Jones
I GAVE IT ALL – Aquilo
À PRIMEIRA VISTA – Chico César
DIN DIN DIN – Ludmilla
VAI E VEM – Mallu Magalhães
PARTILHAR – Rubel
ON ÉTAIT BEAU – Louane
BUMBUM DE OURO – Gloria Groove
ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE – Lulu Santos
QUE SORTE A NOSSA – Ana Vilela
AREIA – Sandy e Lucas Lima
MEMÓRIAS – Pitty

Trilha sonora instrumental: música original de Sacha Amback e Rogério Vaz

01. COMING BACK
02. BARROCO
03. ANGÚSTIA
04. SEM DESTINO
05. HEITOR
06. VIDAS PERDIDAS
07. PAISAGEM URBANA
08. ARROCHA NO FUNK
09. AMANDA
10. FLOR
11. CONTEMPLATIVO
12. MÁRCIO
13. FLORES
14. ENIGMA
15. GIRASSOL
16. SENTIMENTAL
17. VIDAS EM AÇÃO
18. SUBLIME
19. TEXTURAS
20. TRISTE
21. KAVACO VIBE
22. TENSO 1
23. TENSO 2

Tema de Abertura: PÕE FÉ QUE JÁ É – Arnaldo Antunes

Se você não tem medo
Se você não tem vergonha
Se você não tem segredo
Se você sonha

Se você tá feliz
Se você tá contente
Se você mete a cara
Se você mete o dente

Agora vai (4x)

Se você quer falar
Se pintou um assunto
Se você chega mais
Se você chega junto

Se o momento é preciso
O desejo é recíproco
O vento é propício
Passou do início

Agora vai (4x)

Põe fé que já é
Põe fé que já é, põe fé

Se o relógio parou
Se a moda mudou
Se o mundo acabou
Se o pior já passou

Se já era pra ser
Todo mundo sentiu
Se já deu para ver
Se já tá por um fio

Agora vai (4x)

Põe fé que já é
Põe fé que já é, põe fé…

Veja também

  • malhacao2000

Malhação 2000

  • malhacao2008_logo

Malhação 2007-2008

  • malhacao2009

Malhação 2009