Bastidores

Trama sobre um neurótico de guerra que foge de um manicômio.

Segundo Ruy Castro, no livro “O Anjo Pornográfico“, sobre a vida de Nelson Rodrigues, a novela só foi liberada “(…)depois de uma hilariante conversa com o general Antônio Bandeira, chefe da Censura. Wálter (Clark) tentou vender-lhe Nelson como um homem de posições conhecidas, um anticomunista convicto, simpático à ‘Revolução’. Contou-lhe que, no dia 1º de abril, tinham assistido juntos, na varanda da TV Rio, à tomada do forte de Copacabana, e Nelson até comentara: ‘Essa revolução está sendo feita à tapa!
Como um homem desses poderia ser interditado?‘, perguntou Wálter. O militar cedeu, mas resmungou:
Esse Nelson Rodrigues ainda não me convenceu‘.”

TV Rio / Record – 22h
de julho a agosto de 1964, no Rio de Janeiro (TV Rio)
de agosto a setembro de 1964, em São Paulo (Record)

novela de Nelson Rodrigues
direção de Sérgio Britto e Fernando Torres

MÁRIO BRASINI – Alberto
JECE VALADÃO – Peixoto
VERA VIANA – Lucy
NATHÁLIA TIMBERG – Norma
ALDO DI MAIO – Valtinho
ISABEL TEREZA – Neuza
GERMANO FILHO – Malvino
JOANA FOMM
ÉRICO DE FREITAS
CARLOS ALBERTO – Tadeu

Veja também

  • record60

João Pão

  • tvrio_logo

Sonho de Amor

  • record60

Prisioneiro de um Sonho

  • renuncia64_anuncio

Renúncia (1964)