Sinopse

Tilim, menino órfão, vive em um orfanato. Acostumado a roubar para comer, colocam um sino em seu pé que, a qualquer movimento, o denuncia com o “tilim” – nascendo daí o seu apelido.

Aos sete anos, Tilim deixa o orfanato e encontra muita maldade pela frente. Porém, uma enorme fortuna está à sua espera.

Record – 18h30
de 31 de novembro de 1970
a 31 de agosto de 1971

novela de Dulce Santucci
direção de Wanda Kosmo

Novela posterior no horário
Pingo de Gente

JÚLIO CÉSAR CRUZ – Tilim
AÍRTON SILVA (PELEZINHO)
CÁSSIO GAVA – Pipoca
EDMUNDO LOPES – Guilherme
FLORA GENY – Lídia
FERNANDO BALERONI – Garibaldino
WANDA KOSMO – Anita
SEBASTIÃO CAMPOS – Álvaro
CÉLIA HELENA – Lavínia
ADEMIR ROCHA – Sérgio
MÍRIAM MEHLER – Lina
PERRY SALLES – Victor
CÉLIA COUTINHO – Irmã Sol
CLÉCIO RIBEIRO – Julião
RIVA NIMITZ – Carmela
TILDE FRANCESCHI – Lote
ANTÔNIO CARLOS ESTÊVÃO – Cuca
SUZANA GONÇALVES – Clô
GABRIELO PAONI – Vicente
NÁDIA LIPPI – Cristina
CARLOS EDUARDO – Raul
ADONIRAN BARBOSA – Esguicho
ROSA RATZ – Regina
GIGHONETO – Dr. Salatiel
VALERY MARTINS – Tereza
WILMA CHANDLER – Adriana

A TV Record abria um novo horário de novelas: 18h30.

Mais uma trama com criança carente, órfã e à procura de sua origem. A autora Dulce Santucci e a diretora Wanda Kosmo já haviam explorado esse filão em Sozinho no Mundo, na TV Tupi, em 1968.

A temática – criança maltratada, órfã ou abandonada – estava em voga na época, em um movimento iniciado entre as emissoras com o sucesso de A Pequena Órfã, na TV Excelsior, em 1968.

A Record voltou a tratar de criança abandonada na novela seguinte no horário, Pingo de Gente.

O garoto Júlio César Cruz – o Tilim da novela – vinha do sucesso do filme O Meu Pé de Laranja Lima, de Aurélio Teixeira, lançado em 1970, que comovia multidões na época.
Tanto que a Tupi estreou na ocasião a sua versão de O Meu Pé de Laranja Lima, em novela, adaptada por Ivani Ribeiro, no mesmo dia da estreia de Tilim na Record, mas com o menino Haroldo Botta como protagonista.
Assim, estreava na TV brasileira no mesmo dia e horário, em emissoras concorrentes: a adaptação da história de sucesso no cinema na Tupi, e o astro-menino deste filme em outra história, da Record.

Trilha Sonora
tilimt
01. TILIM – Marcos Silvestre
02. LOT – Arnaud Rodrigues
03. RUAS – Eduardo Gudin
04. IMAGINAÇÃO – Mario Albanese e Ciro Pereira
05. LADY FINGERS – Jean Thielemans
06. SEVEN SEAS SYMPHONY – Barry, Robin e Maurice Gibb
07. MAMÃE ADRIANA – Adylson Godoy
08. TEMA DE VICTOR – Arnaud Rodrigues
09. BRINCANDO DE BRINCAR – Arnaud Rodrigues e Macumbinha
10. CRIS E RAUL – Arnaud Rodrigues e Macumbinha
11. TEMA DE ANITA – Adylson Godoy
12. EU, TILIM – Arnaud Rodrigues e Marcos Silvestre

Tema de abertura: TILIM – Marcos Silvestre

Ei Tilim, o tempo é nada
O dia, a noite, a madrugada
E os anos vão voar em sua vida
A esperança de você não é perdida
Tilim, ela demora
Espere a hora, espere a hora
Sei que revive, você
Não, não me pergunte
Por que…

Veja também

  • record70

Pingo de Gente

  • solamarelo_logo

Sol Amarelo

  • editoramayo

Editora Mayo, Bom Dia