Sinopse

Otávio chega ao Rio de Janeiro para vingar o pai, que ficou na miséria após ser roubado por seu sócio e ter morrido “de desgosto”. Como compensação pelo infortúnio de sua família, Otávio planeja se apossar do buffet Marron Glacé, de propriedade de Clotilde, a Madame Clô, viúva do homem que arruinou seu pai. Para tanto, emprega-se como garçom, sem revelar suas reais intenções, e ganha a confiança da madame.

Apesar de ser chamada de “madame”, Clotilde é uma mulher simples, de origem humilde. Assumiu o negócio do marido depois da morte dele e tem amizade por seus empregados. Bem-humorada e de ótimo coração, vive exclusivamente para as duas filhas. Vanessa, a mais velha, é bem diferente da mãe: implicante, agressiva e pedante. Já Vânia é alegre, sem preconceitos e expansiva, como Clotilde.

Otávio vai morar no mesmo prédio onde vive um grupo de garçons, colegas de trabalho. Waldomiro é maître do buffet. Afetado e mandão com os garçons, é motivo de chacota deles. Gosta de bajular Clô, mas aos poucos vai perdendo o prestígio com a madame. Juliano é o único casado dos amigos. Ciumento, não gosta do jeito provocante com que se porta a esposa Shirley, que sofre com seus ataques.

O solitário Oscar vive com duas velhinhas esclerosadas, Dona Beá e Dona Angelina, renegado pelo filho Luís César, também garçom do buffet. Este se envolve por interesse com Andreia, sobrinha de Clô, se passando por um rapaz rico e escondendo dela que é garçom. Luís não percebe o amor platônico da reprimida Zina, irmã do garçom Nestor, um tipo debochado, cínico e metido a conquistador.

Vânia se apaixona por Otávio, que a envolve como parte de seu plano sem que ela desconfie. Porém, ele se sente atraído por Vanessa, que o detesta à primeira vista. Vanessa fica noiva de Fábio Carlos, rapaz rico, mas sua antipatia por Otávio esconde um sentimento que ela tenta reprimir: amor. Otávio, por sua vez, também tenta sufocar esse sentimento, que poderá por abaixo o seu plano de vingança.

Globo – 19h
de 6 de agosto de 1979
a 1º de março de 1980
181 capítulos

novela de Cassiano Gabus Mendes
direção de Sérgio Mattar, substituído por Walter Campos
direção geral de Gracindo Júnior, substituído por Gonzaga Blota

Novela anterior no horário
Feijão Maravilha

Novela posterior
Chega Mais

PAULO FIGUEIREDO – Otávio (Armando)
SURA BERDITCHEVSKY – Vanessa
YARA CÔRTES – Madame Clô (Clotilde Maria de Jesus)
LIMA DUARTE – Oscar
TEREZA RACHEL – Lola (Dolores)
ARMANDO BÓGUS – Nestor
LAERTE MORRONE – Waldomiro
RICARDO BLAT – Juliano
MYRIAN RIOS – Shirley
LOUISE CARDOSO – Vânia
JOÃO CARLOS BARROSO – Luís César
DENISE DUMONT – Andréia
NAIR CRISTINA – Zina
EMA D’AVILA – Dona Beá (Beatriz Salgado Brandão)
DIRCE MIGLIACCIO – Dona Angelina
MILA MOREIRA – Érika
ARY FONTOURA – Ernani Martins
LADY FRANCISCO – Leonora Figueira Martins
JORGE BOTELHO – Fábio Carlos Marcondes
ROSITA TOMAZ LOPES – Leila Peixoto Marcondes
ROBERTO FAISSAL – Cícero Marcondes
NESTOR DE MONTEMAR – Pierre Lafond (Joaquim da Silva)
CHICA XAVIER – Filó (Filomena das Dores)
MARIA ALVES – Deise
ELIANA ARAÚJO – Elizeth
CARMEM FIGUEIRA – Diva

e
ADALGISA COLOMBO TERUZKIN como ela mesma, jurada no concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
ALFREDO DE SÁ STEFANINI como ele mesmo, jurado no concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
ALIK KOSTAKIS como ela mesma, convidada do casamento de Vanessa e Fábio
ANA LÚCIA TORRE – Tereza (amiga de Érika)
ANGELITO MELLO – Nicola (antigo contador do Marron Glacé demitido por Otávio)
ANTÔNIO VICTOR – Dr. Pauliano (cliente do Marron Glacé em uma solenidade no buffet, no início)
ARTHUR COSTA FILHO – padre que celebra o casamento de Vanessa e Fábio
BETTY LAGO como ela mesma, entre as modelos no desfile das toalhas Santista
CARLOS WILSON – Dirceu (motorista de Leila)
CÉSAR AUGUSTO – Camilo (jardineiro do Marron Glacé)
CLODOVIL HERNANDES como ele mesmo, convidado do casamento de Vanessa e Fábio
DARY REIS – João de Jesus (falecido marido de Clô, pai de Vanessa e Vânia)
EDSON SILVA – Oliveira (garçom amigo de Nestor, reconhece-o no Regine’s)
ELOÍSA MAFALDA – Marta (mãe de Otávio, morre no primeiro capítulo)
GLÓRIA PEREZ – paciente de Fábio (figuração no sexto capítulo)
HELENA DE BRITO CUNHA como ela mesma, jurada no concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
HELOÍSA MILET – Rita (moça sonsa com quem Juliano sai para provocar ciúmes em Shirley)
IORUÁ como ela mesma, entre as modelos no desfile das toalhas Santista
ÍSIS DE OLIVEIRA como ela mesma, entre as modelos no desfile das toalhas Santista
ISOLDA CRESTA – amiga de Marta, no primeiro capítulo
JOSÉ AUGUSTO BRANCO como ele mesmo, apresentador do concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
JOSÉ HUGO CELIDÔNIO como ele mesmo, jurado no concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
LAÉRCIO como ele mesmo, jurado no concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
LOURDES COIMBRA – Maria (empregada na casa de Leonora)
MANFREDO COLASSANTI como ele mesmo, jurado no concurso Extrato de Tomate Elefante Faz o Molho
MANOEL ELIZIÁRIO – funcionário do bar de Maneco
MÁRIO GOMES – novo garçom por quem Vânia se sente atraída, no último capítulo
RUBEM DE BEM – vendedor da loja de sapatos destratado por Waldomiro
THELMA ELITA – Grace (amiga de Érika com quem ela faz uma aposta envolvendo Nestor)
VANUSA – Estelinha (amiga de Lola, passa-se por namorada de Otávio para ele apresentar a Clô)
VICKY SCHNEIDER como ela mesma, entre as modelos no desfile das toalhas Santista
WALDIR AMÂNCIO – maquiador/cabeleireiro de Vanessa em seu casamento
ZÉ PREÁ – um dos mendigos que Pierre leva para o jantar que Clô oferece aos funcionários do Marron Glacé
Azulão (ajudante de cozinha do Marron Glacé)
Bertoldo (porteiro do Marron Glacé)
Jacaré (vendedor de loteria, de quem Oscar é cliente)
Maneco (dono do bar onde os garçons se encontram, emprega Lola a pedido de Oscar)
Regí (Reginaldo, bebê de Juliano e Shirley)

– núcleo de OTÁVIO, cujo nome verdadeiro é ARMANDO (Paulo Figueiredo). Decide ir para o Rio de Janeiro após a morte da mãe para tentar vingar a desgraça que abateu sobre sua família. Tenta redimir a memória do falecido pai, que ficou na miséria depois de ter sido roubado por seu sócio. Este, por sua vez, enriqueceu com o dinheiro roubado ao montar o hoje badalado buffet Marron Glacé. Para tanto, sem revelar seu nome verdadeiro e suas reais intenções, Otávio emprega-se como garçom no buffet e ganha a confiança da dona do estabelecimento, a viúva do sócio de seu pai:
o amigo LUÍS CÉSAR (João Carlos Barroso), garçom com quem trabalha e com quem divide um apartamento no prédio onde moram outros garçons. Seu pai também é garçom no buffet e seu vizinho, mas não quer saber dele, por acusá-lo de ter abandonado sua mãe no passado. Gosta de trabalhar com aparelhagem de som. Paquerador, só namora meninas ricas, passando-se por rico.

– núcleo de CLOTILDE, a MADAME CLÔ (Yara Cortes), proprietária do Marron Glacé. Apesar de ser chamada de “madame”, é uma mulher de origem humilde que mantem o jeitão simples. Mas não abre mão de uma taça de champanhe antes do jantar. Assumiu a direção do buffet depois da morte do marido. De ótimo coração, vive exclusivamente para as filhas. Sempre bem-humorada, tem grande empatia por seus empregados:
as filhas: VANESSA (Sura Berditchevsky), a mais velha, um tanto pedante, vive de cara fechada. Sente-se culpada pela morte do pai em um acidente, já que estava guiando o carro. Sente uma forte antipatia por Otávio quando o conhece, chegando a ser agressiva em algumas ocasiões, aproveitando-se do fato de ser filha da patroa e ele um mero empregado. Na verdade, essa implicância esconde uma forte atração, até descobrir-se completamente apaixonada. Otávio corresponde, sabendo que pode usar desse amor para o seu plano de vingança. Até ele mesmo assumir que também a ama, correndo o risco de por seu plano abaixo,
e VÂNIA (Louise Cardoso), a mais nova. Alegre, sem preconceitos e expansiva, é diferente da irmã, já que tem o gênio parecido com o de sua mãe. Gosta de conversar com os funcionários do restaurante, o que irrita Vanessa. Apaixona-se por Otávio assim que o conhece, cercando-o de todas as formas. Mantendo um olho em Vanessa, Otávio acaba também usando os sentimentos de Vânia a seu favor
a relações públicas do buffet ÉRIKA (Mila Moreira), amiga de toda a família. Jovem viúva, é uma mulher bela, charmosa e independente que não quer saber de novos relacionamentos amorosos
a empregada FILÓ (Chica Xavier), que acompanha a família há muito tempo, tratada por Clô como amiga. Ajudou a criar Vanessa e Vânia.

– núcleo de OSCAR (Lima Duarte), um dos garçons mais antigos do Marron Glacé. Solitário, é um homem bom e otimista, que só pensa em ajudar as pessoas. Amigo de seus companheiros de trabalho, é o pai de Luís César, mas sofre com a sua indiferença, às vezes agressividade, inclusive no ambiente de trabalho. Mora em um quarto alugado no apartamento de duas velhinhas esclerosadas, para quem leva comida do buffet, escondido de seus superiores, dentro de um guarda-chuva:
as velhinhas com quem mora: DONA BEÁ (Ema D’Avila) e DONA ANGELINA (Dirce Migliaccio), a quem ele se refere como “meninas”. Sozinhas no mundo e carentes, mas engraçadas, intrometidas e sem filtro, agem como crianças
a amiga LOLA (Tereza Rachel), dançarina de cabaré por quem se apaixona. Mulher sofrida e cheia de problemas que arrebata seu coração – apesar de ela rejeitar qualquer envolvimento amoroso. Oscar arruma para Lola um emprego de atendente em uma lanchonete, além de um apartamento alugado no prédio onde mora.

– núcleo de NESTOR (Armando Bógus), solteiro, brincalhão e debochado. Mora com a irmã, a quem quer casar de qualquer maneira. Apaixonado por Érika, vive dando em cima dela, que recusa suas cantadas, mas no fundo gosta:
a irmã ZINA (Nair Cristina), moça nada vaidosa, tímida e reprimida. Tem vergonha das artimanhas do irmão para arranjar casamento para si. É secretamente apaixonada por Luís César, que nem a nota. No início, trabalha em uma loja de tecidos, mas Nestor lhe arranja uma ocupação no Marron Glacé. Influenciada por Érika, com uma mãozinha de Vânia e Vanessa, passa por uma grande transformação na aparência.

– núcleo de JULIANO (Ricardo Blat), único dos garçons que é casado. Muito ciumento, não gosta do jeito provocante e liberal da bela esposa. É louco por ela e não tem noção do ridículo que às vezes passa:
a mulher SHIRLEY (Myrian Rios), que sofre com seu ciúme doentio. Jovem, bela e faceira, gosta de se vestir com shorts curtos e blusas decotadas, para o desespero do marido. Reclama que vive para trabalhar em casa e cuidar do filho, enquanto o marido não se esforça em levá-la para passear
o filho pequeno REGÍ
a “amiga” RITA (Heloísa Milet), moça bela e sonsa com quem ele sai para provocar ciúmes em Shirley.

– núcleo de WALDOMIRO (Laerte Morrone), maître e, no início, gerente interino do Marron Glacé. Duro, mandão e intransigente com os garçons, dos quais vigia cada passo, mas não passa de um sujeito risível beirando o ridículo, motivo de chacota deles. Gosta de bajular Clô, mas aos poucos vai perdendo o prestígio com patroa:
a primeira namorada DEISE (Maria Alves), moça exuberante, às vezes ingênua e sem papas na língua, com quem tem uma relação conturbada. Seu pai não aceita o namoro com Waldomiro. Larga o namorado quando muda-se com a família para a Bahia
a segunda namorada ELIZETH (Eliana Araújo), dócil, calma e compreensiva, é o oposto da namorada anterior
o chef do buffet PIÉRRE LAFOND (Nestor de Montemar), um tipo afetado que considera-se um legítimo chef francês, com quem Waldomiro vive implicando, principalmente ao chamá-lo de JOAQUIM, seu verdadeiro nome, que ele detesta.

– núcleo de ANDREIA (Denise Dumont), sobrinha de Clotilde, amiga e confidente da prima Vânia. O pai acha que ela namora demais, enquanto a mãe a estimula a se divertir. Cai de amores por Luís César, mas ele esconde que é garçom, se passando por um rapaz rico:
os pais: ERNANI (Ary Fontoura), homem bem posto financeiramente. Toma conta da vida da filha como um pai vigilante, mas cínico, anotando em uma caderneta os nomes de seus namorados. Ao longo da trama, é revelado que tivera um caso com Érika, a quem continua assediando, apesar das negativas dela
e LEONORA (Lady Francisco), irmã mais nova de Clotilde. Mulher vaidosa, um tanto ingênua e desligada. Discorda do marido por causa de sua vigilância sobre a filha.

– núcleo de FÁBIO CARLOS (Jorge Botelho), jovem cirurgião plástico, filho de pais abastados. É apaixonado por Vanessa, que a princípio o trata apenas como amigo. Para fazer pirraça para Otávio, Vanessa aceita ficar noiva e, depois, casar com Fábio. Porém, desiste do casamento no altar, fugindo para os braços de Otávio, seu verdadeiro amor:
os pais: CÍCERO (Roberto Faissal), médico aposentado. Homem paciente e bem-humorado, aprova o envolvimento do filho com Vanessa,
e LEILA (Rosita Tomaz Lopes), mulher esnobe e altiva. Tem ciúmes do marido e tenta controlar a vida do filho. Implica com Vanessa e tenta demover de Fábio a ideia de levar adiante o namoro/noivado/casamento. Fica amiga de Leonora, sem saber que ela é tia de Vanessa
a secretária em seu consultório DIVA (Carmem Figueira), apaixonada por ele.

Inspiração

Outro sucesso de Cassiano Gabus Mendes, do mesmo universo onde comumente residiam seus personagens. A ideia da novela surgiu quando o autor era dono de uma boate em São Paulo, o Dobrão.

“Nessa época, pude observar atentamente o trabalho dos garçons e veio a vontade de escrever sobre eles”, comentou Cassiano quando Marron Glacé estreou.
“Evidentemente, apenas a vida profissional deles não interessaria aos telespectadores. Mas a vida amorosa – essa sim seria um prato cheio!” (“Gabus Mendes: Grandes Mestres do Rádio e Televisão”, Elmo Francfort)

Elenco

Ótimos momentos de Yara Côrtes e Lima Duarte, ela como a simpática Madame Clô e ele como o sensível garçom Oscar.

Destaque também para Laerte Morrone, como o afetado garçom Waldomiro, responsável por várias cenas divertidas. Vindo da TV Tupi, o ator fazia sua primeira novela na Globo.

Também caiu nas graças do público a relação fraternal e divertida do garçom Oscar (Lima Duarte) com as velhinhas esclerosadas com quem morava: Dona Beá e Dona Angelina, vividas por Ema D’Avila e Dirce Migliaccio. Marron Glacé foi a única novela inteira da comediante Ema D´Avila (irmã de Walter D´Avila).
As atrizes eram mais novas do que as personagens que interpretaram. Na trama, as velhinhas tinham pelo menos 70 anos, enquanto Ema tinha 63 anos, na época da novela, e Dirce, 46.

Lima Duarte e Armando Bógus fizeram um curso básico de garçom para interpretar seus personagens. (Site Memória Globo)

Uma cena inesquecível: Vanessa (Sura Berditchevsky) larga o noivo Fábio Carlos (Jorge Botelho) no altar, na hora do “sim”, e sai correndo da igreja para, depois, juntar-se ao seu verdadeiro amor, Otávio (Paulo Figueiredo) – sequência exibida no capítulo 113, em 13/12/1979.

Estreia como atriz de Mila Moreira (creditada na abertura apenas como “Mila”), que, por onze anos, foi manequim exclusiva da tecelagem Rhodia. O costureiro Clodovil Hernandes vestiu especialmente Mila Moreira para a novela, creditado no encerramento como “Clodovil veste Mila”. A partir de Marron Glacé, a modelo-atriz passou a ser presença constante nas novelas de Cassiano Gabus Mendes. Mila foi casada com o ator Luis Gustavo, que era cunhado do novelista.

A dupla de diretores que implantou a novela, Gracindo Júnior e Sérgio Mattar, acabou substituída por Gonzaga Blota e Walter Campos, creditados na abertura a partir do capítulo 30.

Crossover

Após o término da novela, alguns garçons de Marron Glacé – Oscar (Lima Duarte), Luís César (João Carlos Barroso) e Waldomiro (Laerte Morrone) – apareceram no primeiro capítulo da atração seguinte, Chega Mais, trabalhando na recepção do casamento dos protagonistas dessa novela, Tom e Gelly (Tony Ramos e Sônia Braga). Yara Côrtes também gravou como Madame Clô para Chega Mais. Foi o primeiro caso de crossover entre novelas em que a trama anterior “passa o bastão” para a substituta. Esse tipo de crossover ficou comum entre as novelas das sete nos anos 2010.

Em Chega Mais, questionados se os garçons tinham experiência em casamento, Luís César (João Carlos Barroso) deu uma risadinha e disse que na semana anterior haviam feito três – em referência aos três casamentos que aconteceram na última semana de Marron Glacé, inclusive o dele mesmo.

Madame Clô, a proprietária do buffet, surge conversando ao telefone com Agda (Renata Fronzi), de Chega Mais, sobre os detalhes da recepção. Em uma fala espirituosa de Clô, a personagem diz que não poderá ir ao casamento: “Eu tô morta de cansada. Você não imagina o que eu trabalhei nesses últimos seis meses, um horror!”, em referência aos seis meses em que Marron Glacé ficou no ar.

Clô finaliza que vai descansar em uma cidadezinha do interior, alusão à escalação da atriz Yara Côrtes para o seriado O Bem-Amado – que estreou na sequência, em abril de 1980 -, em que viveu a nova delegada de Sucupira, Chica Bandeira

Locações

As cenas ambientadas no buffet Marron Glacé foram gravadas em uma casa alugada na Estrada das Canoas, no Rio de Janeiro. Esta foi a solução que o diretor Gracindo Júnior encontrou para driblar a falta de estúdio disponível na emissora na época. Com isso, Marron Glacé estreou com cerca de 30 capítulos já prontos, o que não era comum. (Site Memória Globo)

Outra fachada muito usada para a novela foi o prédio onde moravam os garçons, chamado Edifício Lindomar, próximo a um prédio maior, com uma galeria de lojas no térreo. Os edifícios ficavam nas proximidades da Rua Maria Luiza Pitanga 47, entre os bairros do Joá e Barra da Tijuca.

Título

Marron Glacé era, na trama da novela, o nome do buffet da protagonista Madame Clô (Yara Côrtes). O título é uma referência a um doce refinado da culinária francesa, feito com castanha cozida mergulhada em calda de açúcar. A palavra francesa quer dizer literalmente “castanha glaceada”. A grafia aportuguesada “marrom glacê” é aceita.

Existe um doce homônimo na culinária popular brasileira, mas que nada tem a ver com o original francês: trata-se de doce de batata-doce, inclusive industrializado (como o vendido em lata redonda, do mesmo tipo de marmelada e goiabada).

Abertura e trilha sonora

A abertura marcou época: fotos, selos, pinturas, bordados e imagens de borboletas coloridas, pulando na tela, referência às gravatas dos garçons da novela.

A música-tema da abertura era a dançante “Marron Glacé”, composta especialmente para a novela por Guto Graça Mello (que também assinou a direção musical da trama), Mariozinho Rocha e Renato Corrêa, e que tornou célebre o cantor e bailarino Ronaldo Resedá.
Após esse sucesso, Resedá retornou na abertura da próxima novela de Cassiano Gabus Mendes: Plumas e Paetês, lançada no mesmo ano, 1980.

Outra música marcante da trilha sonora foi a melancólica “Casinha Branca”, o maior sucesso do cantor Gilson, tema do protagonista Otávio, vivido por Paulo Figueiredo. O ator deu uma palhinha na novela, cantando “Casinha Branca” ao violão no capítulo 141 (exibido em 15/01/1980), remetendo ao início de sua carreira, quando foi cantor em programas de calouros no rádio.
Em 1981, a música ganhou uma versão em língua inglesa, “Old Photographs”, gravada pelo cantor inglês Jim Capaldi, que entrou para a trilha internacional da novela Brilhante.

Merchandising

Com o sucesso, o merchan rolou solto em Marron Glacé. Anunciaram na novela, entre outros, refrigerantes Coca-Cola, Cerveja Antárctica, Eletrônicos CCE, Eletrodomésticos Arno, Staroup, Santista Têxtil, Kibom, Perdigão e Cica.

A Indústria Alimentícia Cica, por meio de seu extrato de tomate Elefante, promoveu um concurso culinário na trama da novela, no qual os participantes enviavam receitas de pratos salgados que levassem o extrato de tomate. A personagem Filó (Chica Xavier) foi a vencedora.

Nas bancas e mercados

De carona no sucesso da novela, chegou às bancas de revistas o Livro de Receitas Marron Glacé, com 135 receitas da cozinha francesa.

Em 1985, a Rio Gráfica Editora lançou a versão romanceada de Marron Glacé na coleção “As Grandes Telenovelas”, 12 adaptações de novelas em livretos distribuídos nos supermercados com o sabão-em-pó Omo.

Exibição

No mesmo dia da estreia de Marron Glacé, na Globo, a concorrente Tupi lançava, no mesmo horário, a novela Dinheiro Vivo, de Mário Prata.

Marron Glacé foi uma novela longa para os padrões do horário das sete na época, a mais longa escrita por Cassiano Gabus Mendes na Globo até então. Com o sucesso, a emissora solicitou ao autor que espichasse sua trama em 30 capítulos, fazendo com que a novela totalizasse 181 capítulos em 7 meses de exibição. (revista Sétimo Céu, 10 e 11/1979, pesquisa Sebastião Uellington Pereira)
As anteriores: Feijão Maravilha: 122, Pecado Rasgado: 169, Te Contei?: 151, e a seguinte, Chega Mais: 158.

Marron Glacé foi reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo de 22/03 a 06/08/1982.

A novela foi disponibilizada no Globoplay (plataforma streaming da Globo) em 12/02/2024.

Continuação da história

Além de a novela ter sido exportada para alguns países, o texto de Marron Glacé também foi comercializado. No Chile, a novela não só ganhou uma versão pelo Canal 13, em 1993, como rendeu uma continuação, Marrón Glacé, el Regreso, em 1996 – caso inédito de uma novela brasileira que ganhou uma continuação lá fora.

Trilha sonora nacional

01. FOI PARA O SEU BEM – Tim Maia (tema de Vanessa)
02. HELENA – Biafra
03. GRILO NA CUCA – Dudu França
04. COISINHA ESTÚPIDA – Jane & Herondy (tema de Andreia e Luís César)
05. COISAS DO AMOR – Elizângela (tema de Zina)
06. MARRON GLACÉ – Ronaldo Resedá (tema de abertura)
07. CHOVE LÁ FORA – Freddy Cole
08. DANÇA LOUCA – Lady Zu
09. BRIGAS – Ângela Maria e Aguinaldo Timóteo (tema de Oscar e Lola)
10. SERENATAS PERFUMADAS COM JASMIM – Guilherme Lamounier
11. CASINHA BRANCA – Gilson (tema de Otávio)
12. HELP! – Caetano Veloso (tema de Érika e Nestor)
13. CHUVA DE VERÃO – Hermes Aquino

Sonoplastia: Adilson dos Santos
Direção de produção: Guto Graça Mello
Produção musical: Wálter D’Avilla Filho
Pesquisa de repertório: Arnaldo Schneider

Trilha sonora internacional

01. REUNITED – Peaches & Herb
02. HAVEN’T STOPPED DANCIN’ YET – Martinez
03. LOTTA LOVE – Nicolette Larson
04. ANOTHER CHA-CHA – Santa Esmeralda
05. SADNESS – King Pacha (tema de Otávio)
06. I’M A DANCER – Dennis Parker
07. I CAN STILL REMEMBER – Samantha Sang (tema de Luís César com Andréia e com Zina)
08. IT’S A SAD AFFAIR – Peter Frampton
09. STRAIGHT FROM YOUR HEART – Tavares
10. SUMMER LOVE – Udo Jürgens
11. LET’S FLY AWAY – Voyage
12. LOVE DON’T LIVE HERE ANYMORE – Rose Royce
13. JUST WALK IN MY SHOES – Charisma
14. WE GOT LOVE – Sunny

Ainda
BALLADE POUR ADELINE – Francis Goya (tema de Zina e Luís César)

Tema de abertura: MARRON GLACÉ – Ronaldo Resedá

Champanhe no gelo
Salgados, doces
Prepare os talheres
Os discos e as poses

Escolhe o teu melhor vestido
E vai…
Duas gotas de veneno
Não mais!

A boca vermelha
Sensual
Um brilho nos olhos
Você está demais!

Toda essa gente louca
Alegres em sedas a se desnudar
A festa nunca vai acabar!…

Veja também

  • anjomau76

Anjo Mau (1976)

  • locomotivas

Locomotivas

  • tecontei2

Te Contei?

  • plumasepaetes_logo

Plumas e Paetês