Sinopse

A estudante Nanda conhece a marchand Olívia em Amsterdã e acabam se tornando grandes amigas. Olívia está na cidade em lua-de-mel com o marido, Silvio. As duas descobrem forte afinidade por gostarem de arte e, num desses encontros, Nanda revela à amiga que está grávida do namorado Léo, mas não tem coragem de contar, temendo ser abandonada.

Após a recusa do namorado em aceitar sua gravidez, Nanda decide voltar para o Brasil com a amiga, mas é atropelada e levada para o hospital onde trabalha a médica Helena. Grávida de um casal de gêmeos, a moça não resiste e morre, mas antes Helena faz o parto e consegue salvar os bebês. No entanto, uma das crianças, portadora de Síndrome de Down, é rejeitada pela avó da moça, Marta, uma mulher intransigente e amargurada com a vida.

A médica decide adotar a criança, Clara. Helena é uma mulher que já perdeu muita coisa na vida, e faz da menina a razão de sua existência. Dois homens – Diogo, uma paixão do passado, e Greg, o ex-marido – brigarão pelo seu amor.

O problema é que Helena terá que enfrentar uma batalha com Olívia, que sabia da gravidez da amiga. Anos depois, com o casamento desgastado com Silvio, Olívia acaba se envolvendo com Léo quando ele retorna ao Brasil e fica descobrindo que tem um filho. O dilema de Helena no decorrer da trama será revelar ou não ao pai da criança que a filha dele está viva e é criada por ela.

Os pais de Olívia são Aristides e Amália. Ou melhor, Tide e Lalinha. O casal é pai de seis filhos: Carmem, Leandro, Elisa, Márcia, Jorge e Olívia. Márcia é casada com o corretor Gustavo – são os pais de Nina e Tidinho. Leandro é casado com Diana e pai de Rafael. Elisa, mãe de Camila, é professora de balé e casada com Ivan. Carmem é mãe de Marina e se separa do marido Bira para assumir seu romance com Greg. E Jorge é um solteiro disputadíssimo que está na mira de Sandra, filha de Constância, a governanta da família.

Homem rico, ex-fazendeiro, Tide fica viúvo, até que conhece a exuberante artista plástica Tônia Werneck, que retorna ao Brasil depois de uma longa ausência, trazida por Olívia, que quer que ela exponha suas obras no Brasil. Antes de conhecer Tide, entretanto, Tônia se envolve com Silvio, quando seu casamento com Olívia está acabando.

Olívia, por sua vez, une-se a Léo na luta pela posse dos filhos dele com Nanda. Primeiro o menino Francisco, criado pelos avós. O avô Alex não abre mão da guarda da criança, mas a avó, Marta, faz de tudo para que o neto fique com pai, visando um bom retorno financeiro. Mas nem Léo nem Alex imaginam que a menina Clara, que julgavam morta, está viva, e bem próxima, nos braços da Drª Helena, sua mãe adotiva.

Globo – 21h
de 10 de julho de 2006
a 3 de março de 2007
203 capítulos

novela de Manoel Carlos
escrita por Manoel Carlos e Fausto Galvão
colaboração de Maria Carolina, Juliana Peres, Ângela Chaves e Daisy Chaves
direção de Teresa Lampreia, Luciano Sabino, Fred Mayrink, Adriano Melo e Maria José Rodrigues
direção geral Jayme Monjardim e Fabrício Mamberti
núcleo Jayme Monjardim

Novela anterior no horário
Belíssima

Novela posterior
Paraíso Tropical

REGINA DUARTE – Helena
FERNANDA VASCONCELLOS – Nanda
LÍLIA CABRAL – Marta
MARCOS CARUSO – Alex
ANA PAULA ARÓSIO – Olívia
THIAGO RODRIGUES – Léo
TARCÍSIO MEIRA – Tide (Aristides)
SÔNIA BRAGA – Tônia
MARCOS PAULO – Diogo
JOSÉ MAYER – Greg
NATÁLIA DO VALLE – Carmem
RENATA SORRAH – Tereza
EDSON CELULARI – Silvio
VIVIANNE PASMANTER – Isabel
CACO CIOCLER – Renato
THIAGO LACERDA – Jorge
DANIELLE WINITS – Sandra
LETÍCIA SABATELLA – Irmã Lavínia
DEBORAH EVELYN – Anna Maria
ÂNGELO ANTÔNIO – Miroel
PÉROLA FARIA – Giselle
RAFAEL ALMEIDA – Luciano
EDUARDO LAGO – Bira
MARJORIE ESTIANO – Marina
PEDRO NESCHLING – Rafael
GRAZI MASSAFERA – Telma
WALDEREZ DE BARROS – Constância
REGIANE ALVES – Alice
NATHÁLIA TIMBERG – Hortência
ANA FURTADO – Lívia
CHRISTINE FERNANDES – Simone
ELISA LUCINDA – Selma
PAULO CÉSAR GRANDE – Lucas
HELENA RANALDI – Márcia
TATO GABUS – Leandro
LOUISE CARDOSO – Diana
SILVIA SALGADO – Verônica
LUCIANO CHIROLLI – Eliseu
MARLY BUENO – Irmã Má (Maria)
BETE MENDES – Irmã Natércia
MAX FERCONDINI – Sérgio
LEANDRA LEAL – Sabrina
SIDNEY SAMPAIO – Vinícius
MANOELA DO MONTE – Nina
FERNANDO EIRAS – Rubinho
THIAGO PICCHI – Marcelo
LUCIELLE DI CAMARGO – Camila
ANA BOTAFOGO – Elisa
BUZA FERRAZ – Ivan
UMBERTO MAGNANI – Zé Ribeiro
ANDRÉ FRATESCHI – Dorival
MARCOS HENRIQUE – Pinhão
JOELSON MEDEIROS – Domingos
DUDA NAGLE – Fred
STHEFANY BRITO – Kelly
JORGE DE SÁ – Salvador
CLÁUDIA MAURO – Angélica
CAROLINA OLIVEIRA – Gabi
ARMANDO BABAIOFF – Felipe
XUXA LOPES – Belita
ÂNGELA LEAL – Hilda
ZÉ CARLOS MACHADO – Nestor
MIGUEL LUNARDI – Gabriel
LÍGIA CORTEZ – Cecília
LUCCI FERREIRA – Horácio
DOMINGOS MEIRA – Ulisses
THALITA CARAUTA – Lídia
ZÉ VICTOR CASTIEL – Machadão
SELMA REIS – Irmã Zenaide
INEZ VIANNA – Irmã Fátima
SUZANA RIBEIRO – Suzy
NARJARA TURETTA – Inezita
HYLKA MARIA – Odete
BRUNO PADILHA – Saldanha
as crianças
JOANA MOCARZEL – Clara (filha de Nanda e Léo)
GABRIEL KAUFMANN – Francisco (filho de Nanda e Léo)
RAFAEL MACHADO – Guilherme (filho de Olívia e Silvio)
GABRIEL LEPSCH – Tidinho (filho de Márcia e Gustavo)
THAYANE CAMPOS – Catarina (filha de Lívia e Renato)
PEDRO JORDÃO – Tiago (filho de Lavínia e Diogo)
e
ANTÔNIO CALLONI – Gustavo (marido de Márcia, morre em um acidente de carro)
ALEXANDRE BARBALHO – enfermeiro
ALEXANDRE MORENO – promotor público no caso da guarda de Clara
ALINE AGUIAR – Luciana (namorada de Salvador)
ANA CAROLINA DIAS – Maria (babá de Tidinho)
ANA LUIZA FOLLY – médica da turma de Helena
ANA ROBERTA GUALDA – paciente de Helena
ANDRÉ FALCÃO – Gilberto (pretendente de Isabel)
ANTÔNIO FRAGOSO – médico que atende Anna e Miro
ARLETE MONTENEGRO – Yolanda (mãe de Silvio)
ARTHUR KOHL – juiz no caso da guarda de Francisco
BEATRIZ BLANCSAK – Juliana (paciente de Helena)
BRUCE GOMLEVSKY – Bruce (marido de Tatiana)
CAMILO BEVILAQUA – médico da turma de Helena
CARLOS BONOW – na praia (1º capítulo)
CARLOS EVELYN – namorado de Antônia em Nova York
CARLOS MECENI – Juarez (promotor amigo de Tereza)
CARLOS MOSSY – Gastão
CARMEM LU DE MENDONÇA – Mônica (empregada de Marta)
CAROLINA BEZERRA – Margareth (empregada de Rubinho)
CAROL NASSIF – Bia (babá de Guilherme)
CAROLYNA AGUIAR – Carla (professora de Clara)
CLARA GARCIA – professora de Giselle
CLÁUDIA BORIONI – Laura (diretora da escola de Clara)
CLÁUDIA PROVEDEL – Flávia (assistente social)
DANIELA GALLI – Drª Marília (médica que trata de Bira)
DANIELA OLIVERTI – Laís (irmã de Lavínia)
DANIEL ZUBRINSKY – Celso
DOUGLAS SIMON – Dr. Bernardo (médico de Giselle)
EDUARDO MACHADO – advogado na 2ª instância do processo de Clara e Francisco
ELIANE NARDUCHI – advogada na 2ª instância do processo de Clara e Francisco
ÊNIO GONÇALVES – Oscar (pai de Silvio)
EVA WILMA – Desembargadora Laura Torgano (relatora do processo de Clara e Francisco em 2ª instância)
FLÁVIA PUCCI – Juliana (psicóloga da clinica de reabilitação do Bira)
FRANK BORGES – Tiago (amigo de Marina e aluno do curso de teatro do AMA)
GEORGIANA GÓES – Norma (professora da escola de Clara)
GIGI MONTEIRO – Regina (diretora da escola de Giselle)
GILLES GWIZDEK – padre
GLÓRIA MENEZES – Lalinha (Amália, mulher de Tide, morre no decorrer da trama)
HAYLTON FARIA – dono do táxi no qual Verônica bate
HENRIQUE CÉSAR – Dr. Moretti (médico da família de Tide)
ISAAC BERNARD – promotor público no caso da guarda de Francisco
JÉSSICA MARINA – Vânia (colega de sala de Giselle)
JUANA GARIBALDI – Adriana (secretária de Helena no hospital)
JÚLIA CARRERA – Tatiana (fonaudióloga de Clara)
JÚLIA FAJARDO – Roberta
JÚLIO BRAGA – amigo de Nestor
LARISSA BRASCHER – médica amiga de Helena
LIONEL FISCHER – médico
LUANA CARVALHO – Lili (amiga de Sérgio)
LUMA COSTA – Francis (amiga de Kelly)
MAGALI BIFF – diretora da escola procurada por Helena
MARCOS FRANÇA – investigador no seqüestro de Luciano
MÁRIO CARDOSO – Gonzaga (pretendente de Marta)
MURILO GROSSI – membro do AA
MYRIAN MARTIN – Diva (namorada de Bira)
NINA MORENA – Vandinha (amiga de Sérgio)
NOEMI MARINHO – diretora da escola que rejeita Clara
OLIVETTI HERRERA – André (arquiteto contratado por Lívia e Belita no último capítulo)
PIETRO MÁRIO – padre na ordenação de Lavínia no último capítulo
QUITÉRIA CHAGAS – Dorinha (empregada de Anna Maria)
RACHEL DE QUEIRÓZ – Giselle (criança, 1ª fase)
RENATA RICCI – Luana
RICARDO DUQUE – empresário paulistano que convida Sandra a passar o reveillon com ele e um amigo
RICCA BARROS – na praia (1º capítulo)
ROBERTA RODRIGUES – Paixão (envolveu-se com Greg)
ROBERTO FROTA – Dr. Marco Aurélio (juiz do processo de Clara e Francisco em 2ª instância)
ROBERTO LOBO – advogado que cuidou da adoção de Clara
SABRINA ROSA – Célia (empregada de Verônica)
SANDRA HAUSEN – Cida (enfermeira)
SILVIO POZATTO – médico de Olívia (1ª fase)
SOPHIE CHARLOTTI – Joice (amiga de Giselle)
SUZANA ABRANCHES – enfermeira
SUZANA GONÇALVES – Dirce (amiga de Tereza)
SUZANA SALDANHA – na praia (1º capítulo)
TAMARA TAXMAN – mãe de Sabrina
THAILA AYALA – namorada de Felipe
THELMA RESTON – cartomante
VIÉTIA ZANGRANDI – Carol (secretária do AMA)
VINÍCIUS MARQUES – Dr. Paulo (médico do hospital)
VINÍCIUS MANNE – Dr. Jaime (médico de Giselle)
WAL SCHNEIDER – Emílio (porteiro no prédio de Helena)
WALDYR GOZZI – pretendente de Camila no último capítulo
WALMOR CHAGAS – juiz no caso da guarda de Clara
WILLIAM VITA – seqüestrador de Luciano

– núcleo de HELENA (Regina Duarte), médica obstetra que adota uma criança rejeitada pela família:
o médico DIOGO (Marcos Paulo), com quem teve um relacionamento na juventude, que é retomado
a filha adotiva CLARA (Joana Mocarzel), que nasce com síndrome de Down
o filho mais velho SALVADOR (Jorge de Sá), também adotivo
a empregada LÍDIA (Thalita Carauta).

– núcleo de ARISTIDES, o TIDE (Tarcísio Meira), patriarca que vive com a família numa mansão na Gávea:
a mulher AMÁLIA, a LALINHA (Glória Menezes), o grande amor de sua vida. Morre no capítulo 10. Tide ergue um centro cultural em sua homenagem, o AMA, Casa de Cultura Amália Martins de Andrade, construído em memória de Lalinha por ser esse um sonho que ela não pôde concretizar em vida.
os filhos:
CARMEM (Natália do Valle), casada com BIRA (Eduardo Lago), de quem se separa. Após o divórcio, enquanto Bira torna-se alcóolatra, Carmem se casa com o amante GREG (José Mayer), administrador dos negócios de Tide, que no início vivia com Helena
LEANDRO (Tato Gabus), advogado mas que não exerce a profissão, casado com a pintora DIANA (Louise Cardoso)
ELISA (Ana Botafogo), professora de balé, casada com o advogado IVAN (Buza Ferraz)
MÁRCIA (Helena Ranaldi), casada com GUSTAVO (Antonio Calloni), que morre num acidente de carro
JORGE (Thiago Lacerda), engenheiro
OLÍVIA (Ana Paula Arósio), que no início casa-se com SILVIO (Edson Celulari), um militar
os netos:
MARINA (Marjorie Estiano), filha de Carmem e Bira
RAFAEL (Pedro Neschling), filho de Leandro e Diana, apaixonado por Marina
CAMILA (Lucielle di Camargo), filha do primeiro casamento de Elisa, e FELIPE (Armando Babaioff), filho de Elisa e Ivan
NINA (Manuela do Monte) e TIDINHO (Gabriel Lepsch), filhos de Márcia e Gustavo
GUILHERME (Rafael Machado), filho de Olívia e Silvio.

– núcleo de NANDA (Fernanda Vasconcellos), que foi estudar em Amsterdã e acaba engravidando do namorado. Em Amsterdã conhece Olívia, de quem se torna grande amiga e confidente. Olívia estava em lua-de-mel com Silvio. Abandonada pelo namorado, Nanda, de volta ao Brasil, dá à luz gêmeos, um casal, sendo que a menina nasce com síndrome de Down. Acaba morrendo no parto:
a mãe MARTA (Lília Cabral), que sente-se traída com a gravidez da filha e rejeita a neta quando nasce, deixando-a no hospital e dizendo a todos que apenas o menino sobreviveu. A menina acaba sendo adotada por Helena
o pai ALEX (Marcos Caruso), que vive à sombra de Marta. Apóia a filha em sua gravidez. Após a morte da filha, Olívia comnsegue um emprego para ele no AMA
o irmão SÉRGIO (Max Fercondini)
o filho FRANCISCO (Gabriel Kauffmann)
o casal de amigos SABRINA (Leandra Leal) e VINÍCIUS (Sidney Sampaio), que também moram em Amsterdã. Depois, quando voltam ao Brasil, Sabrina se envolve com Sérgio e Vinícius com Nina
a empregada de Marta, MÔNICA (Lu Mendonça).

– núcleo de LÉO (Thiago Rodrigues), o namorado de Nanda em Amsterdã e pai dos filhos dela. Envolve-se com Olívia quando dispõe-se a conquistar a guarda dos filhos:
a avó HORTÊNCIA (Nathália Timberg)
a noiva ciumenta e possessiva ALICE (Regiane Alves)
o advogado SALDANHA (Bruno Padilha).

– núcleo de ANNA MARIA (Deborah Evelyn), uma bailarina clássica frustrada e com fixação por magreza e boa alimentação:
o marido MIROEL (Ângelo Antônio), de temperamento calmo, com quem vive altos e baixos no casamento devido a seu gênio forte. Vai trabalhar no AMA
a filha GISELLE (Pérola Faria / Raquel de Queiróz), oprimida desde pequena pela mãe para ser magra e a melhor das bailarinas. Isso a leva a desenvolver uma bulimia ao longo do tempo, além de dificultar seu relacionamento com Anna
o médico de Giselle DR. BERNARDO (Douglas Simon)
a empregada DORINHA (Quitéria Chagas).

– núcleo de TEREZA (Renata Sorrah), procuradora da República, que acaba largando a carreira para advogar. Vai ser advogada de Helena:
o marido NESTOR (Zecarlos Machado), também advogado, que morre baleado num confronto com bandidos aos quais era aliado
o filho LUCIANO (Rafael Almeida), apaixonado por piano, que se envolve com Giselle. Acaba vítima de um seqüestro onde o próprio pai estava envolvido, e que culminou com a morte dele
a secretária ODETE (Hylka Maria).

– núcleo de TÔNIA WERNECK (Sônia Braga), prima de Helena, escultora cujo trabalho é descoberto por Olívia e volta ao Brasil. Quando Olívia e Silvio se separam, ele se envolve com Tônia. Ao fim da novela, Tônia começa a se relacionar com Tide:
a secretária SUZY (Suzana Ribeiro)
a empregada INESITA (Narjara Turetta).

– núcleo de RENATO (Caco Ciocler), um fotógrafo infeliz no casamento:
a mulher LÍVIA (Ana Furtado)
a fotógrafa ISABEL (Vivianne Pasmanter), apaixonada por ele e correspondida, mas forma-se o triângulo com Lívia graças à indecisão dele
a sogra BELITA (Xuxa Lopes), amiga de Anna
a filha CATARINA (Thayani Campos).

– núcleo dos empregados da mansão de Tide:
a governanta CONSTÂNCIA (Walderez de Barros), que trabalha para a família há mais de 40 anos
o marido de Constância, ZÉ RIBEIRO (Umberto Magnani), que cuida da fazenda de Tide
as filhas do casal, SANDRA (Danielle Winits), carreirista e interesseira, tem um caso com Jorge desde a adolescência e depois se envolve com Greg,
e TELMA (Grazielli Massafera), que vive na fazenda com o pai mas vai morar na cidade e também se interessa por Jorge
o noivo de Telma, DORIVAL (André Frateschi)
o menino WASHINGTON, o PINHÃO (Marcos Henrique), agregado da fazenda que também vai morar na casa da Gávea
o jardineiro DOMINGOS (Joelson Medeiros)
o filho de Domingos, FRED (Duda Nagle)
a babá de Tidinho e Guilherme, MARIA (Ana Carolina Dias).

– núcleo de RUBINHO (Fernando Eiras), médico que trabalha com Helena e Diogo:
o namorado MARCELO (Thiago Picchi), professor de música do AMA, com quem mantem uma relação estável
a mãe de Marcelo, HILDA (Ângela Leal), que dá o maior apoio à relação do filho com Rubinho
a irmã SIMONE (Christine Fernandes), estilista, amiga de Isabel. Jorge se envolve com ela, mas ele sonha com uma união perfeita, duradoura, com muitos filhos, enquanto ela tem idéias diferentes, o que atrapalha a relação dos dois
a empregada MARGARETH (Carolina Bezerra).

– núcleo da Casa de Saúde Clara de Assis, onde trabalham Helena, Diogo e Rubinho:
o casal de médicos SELMA (Elisa Lucinda) e LUCAS (Paulo César Grande), amigos de Helena. Selma, negra, é alvo do preconceito de ANGÉLICA (Cláudia Mauro), a ex-mulher de Lucas, e da menina GABRIELA, a GABI (Carolina de Oliveira), filha deles
a severa IRMÃ MARIA (Marly Bueno), apelidada de IRMÃ MÁ, que fiscaliza tudo e todos no hospital
a chefe das freiras IRMÃ NATÉRCIA (Bete Mendes)
as freiras IRMÃ FÁTIMA (Inez Viana) e IRMÃ ZENAIDE (Selma Reis), que burlam como podem a vigilância de Irmã Maria
a noviça IRMÃ LAVÍNIA (Letícia Sabatella), que esconde que no passado teve um envolvimento com Diogo do qual nasceu um filho, o menino TIAGO (Pedro Jordão)
o paciente GABRIEL (Miguel Lunardi), mantido no hospital às escondidas por ser soro-positivo, alvo dos cuidados da Irmã Lavínia.

– núcleo de VERÔNICA (Sílvia Salgado), irmã de Marta e sua confidente, mulher fútil e deslumbrada:
o marido ELISEU (Luciano Chirolli), de grande apego às coisas materiais
a filha KELLY (Sthefany Brito), mimada e fútil como a mãe. A princípio tem uma relação mal resolvida com o primo Sérgio, mas muda ao apaixonar-se por Fred, de quem acaba engravidando
a empregada CÉLIA (Sabrina Rosa).

– outros personagens:
os professores de teatro do AMA CECÍLIA (Lígia Cortez) e HORÁCIO (Lucci Ferreira), casados. Horácio é vítima do assédio de Camila, apesar dos alertas de Cecília
o modelo que posa para alunos de pintura do AMA ULISSES (Domingos Meira), que desperta o interesse de Diana
a fonoaudióloga de Clara, TATIANA (Júlia Carrera), grávida que dá à luz durante a novela, num parto feito por Helena – e seu marido BRUCE (Bruce Gomlevsky), um ator
o segurança do flat onde Greg tem um apartamento, MACHADÃO (Zé Victor Castiel), que ganha na loteria e é vítima de um golpe da parte de Sandra.
o médico e amigo da família de Tide, DR. MORETTI (Henrique César).

Regina Duarte viveu pela terceira vez uma Helena criada pelo novelista Manoel Carlos. A primeira em 1995, na novela História de Amor, e, em seguida Por Amor, dois anos depois.

Depois de 26 anos, Sônia Braga voltou a atuar em uma novela do início ao fim. A última trama em que a atriz participou integralmente foi Chega Mais, em 1980.

A jovem atriz Fernanda Vasconcellos se destacou ao dar à personagem Nanda o tom correto de emoção e veracidade. Também um grande momento para Lília Cabral, ao interpretar a vilã Marta.

Cada capítulo da novela terminou com o depoimento de um personagem real sobre algum tema abordado no dia. As falas, de até um minuto, abordaram assuntos como síndrome de Down, gravidez, Aids, separação, preconceito, sexo, amizade e até traição amorosa.
“Se o capítulo tiver uma história de traição, a gente mostrará o caso de uma mulher que foi traída. Mas será sempre alguém que deu a volta por cima, para o telespectador refletir”, disse Jayme Monjardim, o diretor geral.

Em Páginas da Vida, o chaveiro, a garçonete do cafezinho e o dono da banca de jornal eram pessoas reais que exerciam as mesmas funções, no Leblon.
Pessoas reais, moradoras do bairro, apareceram em cenas da novela com seus verdadeiros nomes, como elas mesmas. O objetivo dessa experiência era reduzir a diferença que existe entre a realidade e a ficção.

O real marcou uma passagem de tempo: a primeira fase da novela terminou em 21/09/2001, com imagens dos ataques terroristas de 11 de setembro aos Estados Unidos. Em janeiro, a novela homenageou os 80 anos de Tom Jobim. O compositor teve duas músicas na trilha sonora – Wave, na abertura, e Promessas (Só em Teus Braços), com Nana Caymmi.
Várias outras alusões à realidade foram citadas no decorrer da trama, com destaque para fatos reais de violência nas grandes cidades, como o ataque de bandidos a um ônibus, incendiado com passageiros dentro, e a morte do menino João Hélio, vítima de um assalto, arrastado pelas ruas do Rio até a morte. Os pais da criança chegaram a dar um depoimento para a novela.

Páginas da Vida já iniciou gerando polêmica. Primeiro foi a cena de strip-tease de Ana Paula Arósio no capítulo da lua-de-mel de sua personagem.
E explodiu com o depoimento real de uma senhora de 68 anos sobre o orgasmo, no capítulo do sábado do dia 15/07/2006. As palavras escolhidas pela dona de casa de Madureira (Rio de Janeiro) soaram grotescas, chocaram o público e levaram o autor a pedir desculpas nos jornais, na TV e até num programa de rádio. Ela disse que alcançou o prazer pela primeira vez aos 45 anos, numa noite, embalada pela música O Côncavo e o Convexo, de Roberto Carlos.
“Acordei com as pernas suspensas, com a calcinha na mão e toda babada”, afirmou.

Em meio a tantos personagens, confusão e trocas de nomes podem ocorrer. Na primeira fase da novela, o personagem do ator Fernando Eiras se chamava Otávio. Na segunda, o nome foi trocado para Rúbens, ganhando inclusive o apelido “Rubinho”. Já no site oficial da novela, ele era chamado de Camilo, depois de Laerte, e finalmente Rúbens.
Bem como a personagem de Xuxa Lopes, que no site era Hilda e na novela foi chamada de Belita.

Antônio Calloni pediu para sair da novela, com isso o seu personagem morreu na passagem da primeira para a segunda fase. O motivo alegado pelo ator é que estaria esgotado, emendando um trabalho no outro, e que não se sentia capaz de contribuir 100% com a novela.

Já na reta final, alguns atores deixaram transparecer o descontentamento com o rumo que os autores acabaram por dar a seus personagens. Foi o caso de Leandra Leal, que reclamou de sua personagem, Sabrina, em seu blog na Internet.

Tarcísio Meira foi acometido de uma virose grave que o fez ficar sem voz e provocou seu afastamento das gravações por dois meses, entre setembro e novembro de 2006. Na trama, a ausência de seu personagem foi explicada com uma viagem repentina a sua fazenda. Tarcísio voltou a aparecer no capítulo de 23/11/2006.

Pela primeira vez na história das telenovelas um parto de uma atriz grávida de verdade foi mostrado, no capítulo exibido em 28/12/2006. Aproveitou-se o fato de Júlia Carrera estar prestes a dar a luz para usar a situação na trama de Páginas da Vida. A atriz participou da novela vivendo Tatiana, a fonoaudióloga da menina Clara (Joana Mocarzel). O marido de Júlia (que também é ator), Bruce Gomlevski, também entrou na novela para viver ele mesmo, como o marido de Tatiana.

Um dos projetos mais arrojados da novela foi a elaboração e construção do espaço AMA, a fictícia Casa de Cultura Amália Martins de Andrade. Sob a coordenação dos cenógrafos Mário Monteiro e Gilson Moura, cem funcionários trabalharam para erguer o prédio numa área de 1400 metros quadrados, aproximadamente, localizado nas cidades cenográficas do Projac. Na trama, a obra, que durou três anos, foi concluída pela equipe em um mês. Segundo Mário, a construção, toda feita em estrutura metálica, exigiu o trabalho de uma equipe de engenheiros, que cuidou da fundação do prédio. “É quase um edifício real”, disse Mário, que criou o projeto cenográfico tendo um prédio do Leblon como base.

A novela trouxe nos capítulos iniciais 17 clipes feitos em campos de refugiados na África. O único ator que aparece nessas imagens é Marcos Paulo. Seu personagem, o infectologista Diogo, teve a função de denunciar o descaso com a Aids.

Páginas da Vida contou com cenas gravadas em Amsterdã. A cidade holandesa foi escolhida pela referência artística. A fachada de monumentos arquitetônicos, como o Rijks Museum e o Van Gogh Museum, serviram de cenário para as gravações iniciais.

Por sua brilhante atuação, como a vilã Marta, Lília Cabral foi eleita pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) a melhor atriz da televisão em 2006 e premiada com o Troféu Imprensa de melhor atriz.
Páginas da Vida rendeu ainda o Troféu Imprensa de melhor novela (empatada com Belíssima), melhor ator (Marcos Caruso) e revelação de 2006 na televisão (Grazi Massafera).

Primeira novela dos atores Armando Babaioff, Fernanda Vasconcellos, Grazi Massafera, Carolina Oliveira e Sophie Charlotte.

Trilha Sonora Nacional

paginast1
01. WAVE – Daniel Jobim, Luiza Jobim (tema de locação: Rio de Janeiro)
02. SÓ EM TEUS BRAÇOS (PROMESSAS) – Nana Caymmi (tema de Marta)
03. PRA MAIS NINGUÉM – Marisa Monte (tema de Telma)
04. AMPLIDÃO – Elba Ramalho (tema de Helena)
05. SO IN LOVE – Caetano Veloso (tema de Diogo)
06. A DOR A MAIS – Francis Hime (tema de Tereza)
07. OUTRA VEZ – Adriana Calcanhoto (tema de Anna Maria e Miroel)
08. PASSARELA NO AR – Ivan Lins (tema de Sandra)
09. VENTOS DE PAZ – Leila Pinheiro (tema de Lavínia)
10. SE QUISER (ANYTIME) – Tânia Mara (tema de Isabel)
11. SEU NOME – Luiza Possi (tema de Diana)
12. EU SEI – Papas da Língua (tema de Jorge e Simone)
13. O QUE RESTA DE NÓS – Zeca Pagodinho (tema de Selma e Lucas)
14. ALGUÉM ME DISSE – Maysa (tema de Tide)
15. WAVE – Tom Jobim (tema de abertura*)
16. MELODIA (da Ópera de Orfeu e Eurídice) – Nelson Freire (tema de Giselle e Luciano)

Trilha Sonora Internacional

paginast2
01. ONE LAST CRY – Marina Elali (tema de Nanda)
02. PUT YOUR RECORDS ON – Corinne Bailey Rae (tema de Kelly)
03. THE HARDEST PART – Coldplay (tema do núcleo jovem)
04. CANNONBALL – Damien Rice (tema de Léo e depois tema de Sérgio e Sabrina)
05. COLORS – Amos Lee (tema de Sabrina e Vinícius)
06. OUR DAY WILL COME – Jamie Cullum (tema de locação: Rio de Janeiro)
07. WHY SHOULD I CARE? – Diana Krall (tema de Tônia)
08. I CONCENTRATE ON YOU – Dianne Reeves (tema geral)
09. L’APPUNTAMENTO (SENTADO À BEIRA DO CAMINHO) – Ornela Vanoni (tema de Marcelo e Rubinho)
10. PRA TU AMOR – Juanes (tema de Telma e Jorge)
11. ED ERO CONTENTISSIMO – Tiziano Ferro (tema de Márcia e Silvio)
12. BREAK THE NIGHT WITH COLOUR – Richard Ashcroft (tema de Léo e Alice)
13. FREE LOOP – Daniel Powter (tema de Nina e Vinícius)
14. SHAKE IT – Kasino (tema do núcleo jovem)

Trilha Sonora Complementar: Páginas da Vida Lounge

paginast3
01. HERE WITH ME – X-Static (tema de Olívia e Silvio)
02. LA MAISON – Gabin (tema geral)
03. OBTENER UN SI – Shakira (tema de Carmem e Greg)
04. LA PIU BELLA DEL MONDO – Celso Fonseca (tema de Jorge e Simone)
05. DON’T LET ME BE MISUNDERSTOOD – Juliana Aquino (tema geral)
06. MEDITATION – Salena Jones (tema de Tereza)
07. SAMBA DA BENÇÃO – Bebel Gilberto (tema de locação: Rio de Janeiro)
08. DINDI – Leila Maria (tema de Tide e Tônia)
09. MINHA SAUDADE – João Moura e Paulo Moura
10. MOVIMENTO DE PRIMAVERA – Alexandre Guerra (tema de Clara e Francisco)
11. FAR AWAY – Lady Rockfeller (tema de locação: AMA)
12. FEEL ME UP – Farina (tema de Silvio)
13. DUST IN THE WIND – Paula Fernandes (tema de Nanda e Olívia e depois tema de Fred e Kelly)
14. BEAUTIFUL GIRL – Paulo Ricardo (tema de Marina)

e ainda:
CAMINHO SEM RAZÃO – Life
HOY SIN TI – Salsa Buma
NO GOOD FOR ME – The Corrs (tema de locação: Amsterdã)
ANYTIME – Kelly Clarkson (tema de Kelly e Sérgio)
BREATHER 2000 – Afterlife (tema da lua-de-mel de Olívia e Silvio)
TELL ME BABY – Red Hot Chilli Peppers (tema de locação: Rio de Janeiro)

Tema de Abertura: WAVE – Tom Jobim*

Vou te contar
Os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração pode entender
Fundamental é mesmo o amor
É impossível ser feliz sozinho

O resto é mar
É tudo que eu não sei contar
São coisas lindas que eu tenho pra te dar
Vem de mansinho à brisa e me diz
Que é impossível ser feliz sozinho

Da primeira vez era a cidade
Da segunda o cais a eternidade
Agora eu já sei
Da onda que se ergueu no mar
E das estrelas que esquecemos de contar
O amor se deixa surpreender
Enquanto a noite vem nos envolver…

* O tema de abertura é uma versão instrumental da música

Veja também

  • historiadeamor_logo

História de Amor

  • poramor_logo

Por Amor

  • mulheresapaixonadas_logo

Mulheres Apaixonadas

  • viveravida2009_logo

Viver a Vida (2009)